Léo Aleixo, rei na Bélgica!

Halle Gooik conquistou o triplete belga na temporada 18/19

  Há 13 anos vivendo na Bélgica, o juiz-forano Léo Aleixo vai para mais uma temporada defendendo o Halle Gooik, equipe do futsal da cidade de Gooik, situada no Centro-Oeste belga a cerca de 22km da capital Bruxelas.

  Atual pentacampeão consecutivo da Liga Belga de Futsal, campeão da Copa Belga de Futsal 2018/2019 e da Supercopa de Futsal do país, o time do brasileiro vive grande fase. E Léo não fica para trás.

  Durante o período de férias, o atleta falou com exclusividade ao Toque de Bola. Léo classificou a temporada 18/19 como perfeita. Além dos títulos com a equipe de Gooik, cidade em que ele reside, o atleta conseguiu a naturalização belga em julho de 2018 e, desde então, esteve presente em todas as convocações da seleção do país.

Temporada perfeita

  Mesmo com todas essas conquistas, Aleixo destacou o ponto mais importante para ele: temporada sem nenhuma lesão. “A última temporada foi aquela que eu costumo dizer que foi a temporada perfeita. Conquistamos todos os títulos que disputamos, só não ganhamos a UEFA, porque sabemos que é uma coisa que está um pouco além da nossa realidade. Para confirmar essa temporada perfeita, foi um ano que não tive nenhuma lesão, e um atleta não pode pedir nada mais que isso. É muito gratificante”, disse o jogador.

Família adaptada facilita carreira de Léo na Bélgica

  Desde que deixou Juiz de Fora, em 2006, Léo sempre fez questão de relembrar as origens, citando também que representa a cidade fora do país. “Tanto eu como o Léo (Santana, jogador do El Pozo, da Espanha) e os outros atletas que são de Juiz de Fora que têm essa oportunidade de ir para fora e ser bem sucedido temos o maior orgulho de falar que somos daqui. É a cidade onde nasci, cresci, vivi e me tornei a pessoa que sou hoje. Sempre que posso, eu venho e curto o máximo. Nas minhas férias eu gosto de estar aqui para rever os amigos, a família. Carrego no peito e tenho maior orgulho de dizer lá fora que eu sou de Juiz de Fora”, disse Léo.

Exemplo

  Em uma cidade que respira o futsal, referências como Léo Aleixo sabem da importância. O jogador tem consciência de que é também sua responsabilidade fomentar a prática do esporte em Juiz de Fora.

   “Além de ser um exemplo, é uma maneira de motivar os atletas da cidade, porque aqui é difícil, principalmente quando você é atleta amador, conseguir se profissionalizar. Mesmo sem a gente querer, no subconsciente, a gente serve de modelo para muitos atletas e eu fico muito feliz com isso”, .

Seleção e temporada 19/20

Léo estreou na seleção belga diante da Itália em 2018

  Aos 39 anos, o brasileiro vai “muito bem, obrigado” na Europa. Já bem adaptado ao país, ele integra a seleção belga de futsal desde quando foi naturalizado, em julho de 2018, e resume o sentimento de vestir a camisa vermelha em duas palavras: sonho realizado.

  “É um sonho realizado. Consegui minha naturalização no ano passado e estive presente em todas as convocações. Foram nove jogos e eu consegui contribuir bem. Fico feliz com o reconhecimento que recebo durante todo esse tempo e essa naturalização veio para coroar tudo isso. A expectativa para essa temporada é ainda melhor, pois temos grandes desafios e objetivos com a seleção e com o clube. Espero poder repetir a temporada passada e contribuir para mais conquistas em 19/20”, finalizou Aleixo.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento 

Fotos: Associação das Sociedades de Futebol da União Real Belga; LNFS.ES; Arquivo pessoal Léo Aleixo

Deixe seu comentário