Baeta assume a ponta na base!

Sub-15 mostrou forte poder de reação e empatou a partida

  Após um empate em 2 a 2 no sub-15 e uma vitória por 2 a 1 no sub-17 sobre o América de Teófilo Otoni, o Tupynambás/UFJF defende a liderança do Campeonato Mineiro de base neste sábado, dia 31, em Nova Lima.

  Com 42 pontos somados na classificação conjunta, que é a válida para o acesso, as equipes do Leão do Poço Rico encaram o vice-líder geral, Villa Nova, no Estádio Castor Cifuentes.

  Confira gols, lances e entrevistas nas redes sociais do Toque de Bola – página no facebook Portal de Notícias Toque de Bola e Instagram – toquedebolajf.

Sequência no sub-15

  Na categoria sub-15, o Baeta ocupa a terceira colocação, com 18 pontos conquistados, atrás apenas de União Luziense e Villa Nova, com 23 pontos. Em entrevista ao Toque de Bola, o técnico Vinícius Xavier citou uma necessidade de vitória fora de casa na próxima rodada para recuperar os pontos perdidos em casa com o empate diante do Dragão.

  “Precisamos vencer fora de casa com certeza. A gente queria muito esses três pontos em casa, até porque já tínhamos vencido a equipe deles lá em Teófilo Otoni e chegaríamos pra pegar o Villa com mais confiança. Tenho certeza que pelo segundo tempo que fizemos os meninos vão chegar confiantes lá, porque teve muita entrega e muita determinação da parte deles”, analisou o treinador.

Para encaminhar o título!

Sub-17 venceu, de virada, o América Tchó Tchó

  No sub-17, o alvirrubro é líder isolado com 24 pontos, seis a mais que o Villa Nova, segundo colocado. Essa proximidade na tabela dá ao jogo deste fim de semana um ar de decisão. De acordo com o treinador da equipe sub-17, Wanderley Tavares, o duelo diante do Leão do Bonfim é tratado como uma final para a equipe de Juiz de Fora.

  “Os três pontos diante do América eram muito importantes para nós e conseguimos, graças a Deus. Agora é a grande final do campeonato para nós. Vamos enfrentar o Villa no Castor e, dependendo da situação, nós podemos encaminhar o título da categoria”, comentou Tavares.

  Poder de reação

  Nas duas partidas diante do América Tchó Tchó no sábado, dia 24, no Estádio Mário Helênio, o Tupynambás teve que suar a camisa para não ser derrotado. No primeiro jogo, Robinho e Rafinha, com um golaço, abriram 2 a 0 para os visitantes. Na volta do intervalo, o Baeta diminuiu com Matheusinho, de pênalti, e empatou com Igão, após boa jogada do lateral direito Richard.

  Na segunda partida, pela categoria sub-17, o América também saiu na frente. Após falha do setor defensivo do Baeta, Davi aproveitou a sobra marcou o primeiro gol. Atrás no placar, a equipe juiz-forana foi para cima e empatou, de pênalti, com Gabriel Sá. Após o intervalo, os mandantes não deram espaço ao América e conseguiram a virada com Vinícius Carrasco, após boa assistência de Weverton.

Destaque do jogo

Gui comandou o meio-campo do Baeta

  Apesar de o jogo coletivo e a capacidade de reação do Tupynambás terem se destacado nas duas partidas, na categoria sub-17 foi o volante Guilherme Bernardes que chamou atenção. Com muito controle do meio-campo, ele comandou as ações ofensivas e soube guardar muito bem o setor de defesa do Baeta. Após a partida ele conversou com o Toque e avaliou a vitória.

  “Foi um primeiro tempo muito ruim da nossa equipe. Durante o intervalo nós conversamos,voltamos com força total e conseguimos fazer o que a nossa equipe mais sabe: tocar a bola. Graças a Deus a vitória veio. A boa atuação do América não nos surpreendeu, porque, apesar de serem o lanterna, eles se reforçaram e fizeram uma grande partida aqui em Juiz de Fora”, disse o jogador.

  Sobre o confronto diante do Villa Nova, Gui disse que a equipe vai em busca da vitória no Alçapão do Bonfim na briga pelo título. “Vamos buscar fazer uma boa semana de treinos e ir forte para Nova Lima. Será um jogo difícil, mas, se Deus quiser, vamos brigar para levar os três pontos”, finalizou.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento

Fotos: Toque de Bola

Artes: Toque de Bola, com informações da Federação Mineira de Futebol (FMF)

Deixe seu comentário