Ibitipoca Offroad 2019

O mais charmoso do Brasil. Edição Histórica!

Yamaha e IOR: parceria de peso!


26 jul 2019

Guto ao lado de Fábio Amaral, campeão da Brasil 2019

  Se a edição de 30 anos do Ibitipoca Off Road é pra lá de especial, tem que começar com uma parceria de peso. Assim, a prova leva o nome em 2019 da gigante do mundo das motos: a Yamaha.

  Responsável pela aproximação entre as duas grandes marcas, o diretor comercial do Grupo Orange, Carlos Augusto “Guto” Constantino, comemora. “Dar o nome do evento em uma edição de 30 anos da prova é motivo de muito orgulho. Me sinto muito privilegiado e feliz em ter unido grandes nomes como a Yamaha do Brasil e o Ibitipoca Off Road.”

Todos ganham

  Guto conta que a prova e a fabricante vieram se aproximando nos últimos tempos, até sacramentar a parceria. “Vínhamos fazendo um trabalho local, com a concessionária. De uns dois anos para cá, começamos a estreitar o relacionamento da fábrica, através de mim e da O2BH Yamaha, e esse ano optamos inclusive por dar o nome ao evento: Yamaha Ibitipoca Off Road. A Yamaha ganha muito, e o IOR também. É uma associação de marcas importantes para todos”, considera.

Especialistas darão suporte aos pilotos Yamaha no IOR

  Segundo Guto, a parceria é fruto de um crescimento sustentado em valores que a marca presa. “Percebíamos que a prova vinha crescendo de uma forma consistente, com trabalho sério da organização e muito zelo. Como piloto, entendia que isso era muito importante. Enquanto empresário, agora avaliando por outro prisma, entendo que a prova atende às expectativas, o que realmente o participante gosta e precisa”, expica.

O2BH e bLU cRU

  Além de dar nome ao evento, a marca de motocicletas estará na prova com seus pilotos oficiais e sua equipe, desde já, entre os favoritos aos títulos de suas categorias. “A equipe O2BH vai com dois pilotos principais: o Jomar Grecco na categoria Máster e o Fabinho Amaral na Brasil. Pilotos oficiais da Yamaha Brasil”, garante Guto.

  O time de especialista da O2BH também estará à disposição dos competidores que participarem do IOR 2019 com uma moto Yamaha. “Através da iniciativa ‘bLU cRU’, vamos dar o suporte a todos os pilotos que disputarem a prova com uma moto Yamaha. Independente de qual ano e modelo da motocicleta, desde que seja da marca”, diz o diretor.

Vencedor

Jomar Grecco é o principal piloto Yamaha na Master

  O próprio Guto tem história no Ibitipoca, por isso, sabe da grandeza do evento. “Tenho uma ligação muito antiga com o IOR. Disputei como piloto umas dez ou doze edições. Foi um dos meus maiores desafios buscar o título da prova. Consegui uma vez (nas duplas, em 2012, ao lado de Carlos Bicalho). E sempre tive vontade de estar mais próximo do evento”, conta o ex-piloto, que correu com uma Yamaha WR-250.

  Reunindo mais de 540 motos e 80 carros, o Ibitipoca Off Road 2019 – Edição Especial de 30 Anos larga dia 3 de agosto, a partir das 7h, da Faculdade Suprema, no Salvaterra, rumo à região de Lima Duarte. Após pernoite em Conceição de Ibitipoca, os participantes retornam a Juiz de Fora no domingo, dia 4, quando serão conhecidos os campeões na festa de encerramento, com show e várias atrações para o público, no mesmo local de largada.

 

Texto: Misto Quente Comunicação

Fotos: Ângelo Savastano; Misto Quente Comunicação


Voltar

Todos os direitos reservados.