Gabriel Araújo no Parapan 2019!

Gabriel representará Juiz de Fora em Lima, capital do Peru

  O nadador Gabriel Araújo, atleta do Clube Bom Pastor, vai integrar a Seleção Brasileira de Natação Paralímpica no Parapanamericano de Lima, no Peru, entre os dias 23 de agosto e 1º de setembro.

  O atleta conquistou o índice para a disputa de três provas e será o representante de Juiz de Fora na competição continental.

  Gabriel disputará as provas de 50m, 100m e 200m livre, mas tendo a possibilidade ainda de um 50m costas. Além disso, há o revezamento, mas aí depende do atleta que estiver melhor no momento.

Em entrevista ao Toque de Bola, o atleta falou da emoção de ser convocado para a Seleção Brasileira.

  “Todos acreditaram no meu trabalho e no meu potencial e o melhor retorno que eu poderia dar para o clube, para minha família e para mim mesmo era conseguir esse feito. Veio muito rápido e de forma até inesperada, mas graças a Deus eu consegui”, disse Gabriel.

Gratidão

  Se alguém, além de Gabriel, tem grande responsabilidade nessa conquista é o treinador Fábio Antunes. Na hora de falar do professor, o atleta não escondeu a emoção e a gratidão por tudo que lhe foi proporcionado.

  “Quando eu cheguei no CBP, o Fábio me deu muita moral, antes mesmo de eu entrar para a equipe. Ele me viu na competição, gostou e acreditou em mim. Fez um trabalho totalmente diferente, à distância, o que é muito mais difícil. Esse ano a dificuldade aumentou, com muitos sacrifícios tanto comigo quanto com a minha mãe. Ele teve que acreditar muito em mim e sou muito grato a ele por tudo”, finalizou.

O trabalho

  Ao Toque, o treinador de Gabriel no CBP, professor Fábio Antunes, analisou a convocação do atleta como fruto do trabalho desenvolvido desde o início da temporada.

  “No início do ano nós estruturamos um planejamento bastante audacioso, mas bem fundamentado, com o controle de muitas variáveis. Fragmentamos a prova do Gabriel em algumas marcações específicas e, dentro dessa distância estabelecida, nós fizemos controle de respiração, de pernada, de tempo submerso, enfim, muito controle nessa fragmentação de prova com o objetivo de chegar no Open, que seria uma das últimas oportunidades de índice, com as melhores marcas pessoais. A gente tinha a meta de atingir esses índices, mas os resultados foram melhores do que imaginávamos”, disse Antunes.

É a primeira competição internacional do mineiro de 17 anos

Preparado

  Quanto à autonomia de Gabriel na viagem para o Parapan, Fábio revelou que a deficiência poderia atrapalhar. Pensando nisso, foi feita uma preparação integral desde o início do ano para que ele focasse em obter um lugar no pódio.

  “Desde o início do ano nós já vínhamos preparando o Gabriel para essa autonomia de viagem, de controle do material, de organização de tudo. Com a deficiência dele, tem algumas limitações que demandam um auxílio de algum staff ou ajudante, então já trabalhamos essa autonomia nele pensando que ele poderia ser convocado. Chegar em uma competição internacional, com o peso de representar o Brasil pela primeira vez e ainda ter que se preocupar com esse fator que pode ser um peso psicológico, pode atrapalhar. Por isso decidimos trabalhar isso com ele desde o início, para que ele pense somente em medalhar”.

Reta final

  A pouco menos de um mês da cerimônia de abertura do Parapan, que ocorre no dia 23 de agosto no Estádio Nacional de Lima, o foco é na finalização da preparação técnica de Gabriel.

  “Agora a preparação envolve ajustes em um bloco de força, usando algumas provas como ajuste de competição. É a reta final. O recorde que batemos no Nacional nos mostrou alguns pontos de evolução, pois retomamos o recorde que havíamos perdido na etapa anterior. Vamos tentar subir ao pódio”, finalizou.

Texto: Toque de Bola

Foto: Facebook/Gabriel Araújo; 

Arte: Divulgação/Clube Bom Pastor

Este post tem um comentário

  1. Elmiro PACHECO

    DEUS TE ABENÇOE GABRIEL, VC MERECE O MELHOR, VC É UM GAROTO DE OURO, BOA COMPETIÇÃO AMIGO.

Deixe seu comentário