Ibitipoca Offroad 2019

O mais charmoso do Brasil. Edição Histórica!

Apoio fundamental da FMEMG


27 jul 2019

Lúcio Ribeiro analisou o crescimento do IOR no Brasil

  A entidade máxima das competições de motos no estado é uma das parceiras fundamentais do Ibitipoca Off Road. Ao longo do tempo, a prova evoluiu e se tornou parte importante de competições do calendário do off road mineiro.

  Como destaca o vice-presidente e diretor de regularidade da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais (FMEMG), Lúcio Ribeiro, o trabalho dos organizadores se somou às disputas da entidade para alavancar de ver o IOR. “O Ibitipoca, depois que se agregou à Copas Estrada Real e Campeonato Mineiro, deu um boom. Não só pelas competições em si, mas principalmente pelo mérito do Manoel (Resende) e do Thiago (Resende).”

Troca de geração

  Segundo Lúcio, o IOR presencia o início de uma nova geração de pilotos, e segue se renovando para o sucesso de sempre. “Quando a gente fala de 30 anos, ainda estamos na primeira geração. Mas começamos a ver uma possibilidade de troca de geração nas trilhas. O Thiago está em um caminho de sucesso, ele é mais do povo, ligado às mídias sociais, completando o Manoel que é mais do operacional. Essa junção é que faz o Ibitipoca cada vez mais especial”, acredita.

Dirigente da FMEMG já participou como competidor do IOR

  O dirigente garante que tanto ele como a entidade estão sempre dispostos a somar esforços para que o sucesso da prova continue, ainda mais em um ano pra lá de especial. “Na edição de 30 anos, espero estar junto. Na FMEMG, temos buscado colaborar. Queremos ajudar com o que pudermos na prova”, prontifica-se.

História

  Pessoalmente, como quase todo trilheiro que se presa, Ribeiro tem sua própria memória especial do Ibitipoca. Logo em sua estreia, o dirigente da Federação experimentou a dureza das trilhas, a alegria de cruzar a linha de chegada e o prazer de subir ao pódio.

  “Vim para Juiz de Fora em 2003. Comecei a andar de moto, em trilhas, em 2004. Logo em seguida, no mesmo ano, pude participar do meu primeiro Ibitipoca e foi fantástico. Foi uma prova com chuva, atoleiros. Tive problema de navegação, com o equipamento, mas completei e fiquei em quinto na categoria Novato. Um grande feito para um iniciante, pois a quantidade de pilotos é muito grande”, relembra.

  Reunindo mais de 540 motos e 80 carros, o Ibitipoca Off Road 2019 – Edição Especial de 30 Anos larga dia 3 de agosto, a partir das 7h, da Faculdade Suprema, no Salvaterra, rumo à região de Lima Duarte. Após pernoite em Conceição de Ibitipoca, os participantes retornam a Juiz de Fora no domingo, dia 4, quando serão conhecidos os campeões na festa de encerramento, com show e várias atrações para o público, no mesmo local de largada.

Texto: Misto Quente Comunicação

Fotos: Léo Corrosivo

 


Voltar

Todos os direitos reservados.