O líder vem aí! Novorizontino visita Tupi no Mário Helênio

Tigre venceu o Hercílio Luz na última sexta, dia 10

  Após empatar com o Itaboraí fora de casa na estreia e vencer o Hercílio Luz como mandante na segunda rodada, o Novorizontino chega a Juiz de Fora para encarar o Tupi neste sábado, dia 18, na liderança do grupo A14 do Campeonato Brasileiro da Série D.

  Para o confronto diante do Carijó, às 16h, no Mário Helênio, o Novorizontino não tem nenhum desfalque e pode repetir a escalação do equipe que venceu o Hercílio Luz na segunda rodada. O técnico Moisés Egert deve mandar a campo Oliveira; Cleiton, Flavio Boaventura, Juliano e Paulinho; Léo Baiano, Cléo Silva e Elvinho; Danielzinho, Carlão e Carlinhos.

Resultados

  No primeiro jogo pela Série D 2019, dia 5 de maio, o auri-negro saiu na frente aos 2 minutos do primeiro tempo com gol de Elvinho. O Itaboraí empatou aos 20, quando David Costa tocou na saída do goleiro. Apesar de ter um jogador a mais desde os 24 minutos da segundo etapa, o Novorizontino não conseguiu marcar e saiu do Rio de Janeiro com um ponto.

  Em partida equilibrada, os paulistas venceram o Hercílio Luz na segunda rodada da chave, no dia 10 de maio, com gol de Carlão, já na metade da etapa final. Com o resultado, o Novorizontino ultrapassou os catarinenses e assumiu a liderança do grupo A14.

Carlão marcou o primeiro gol dele com a camisa dos paulistas

Quem chegou?

  Mesmo com bons resultados até aqui, a equipe do interior paulista ainda conduz o processo de montagem do elenco para o restante da disputa da Série D, por conta de saídas após o fim do Paulistão. Na última quarta, dia 15, o Novorizontino apresentou o goleiro Caio Cadevila.

  Na véspera do triunfo sobre o Hercílio Luz, o lateral-direito Cleiton Garcia teve seu retorno anunciado ao Tigre. Antes dele, os zagueiros Juliano e Caio Ruan; os volantes Léo Baiano e Nando Carandina; os meias Berguinho e Thiago Humberto; e o atacante Carlão já haviam sido apresentados como reforços para a Série D.

Texto: Toque de Bola

Fotos: Gustavo Ribeiro/Novorizontino

Este post tem um comentário

  1. Emmanuel Almeida

    O Eurico tem razão, às vezes não concordo com ele, mas é muita neutralidade ou independência da imprensa de Juiz de Fora. O Galo carijó não precisa de inimigos abertos, que se louve o adversário. Duvido que lá eles fariam a mesma coisa. Desculpa-me, esqueci que a GRANDE imprensa de Juiz de Fora não precisa do TUPI!

Deixe seu comentário