Exclusivo! Bom Pastor anuncia “timaço” na base do vôlei

 

  O Clube Bom Pastor anunciou com exclusividade ao Portal Toque de Bola a formação de uma grande equipe de profissionais para coordenar e treinar as equipes de base e escolinhas de voleibol do clube.

   O presidente do Clube, Catgut Bandeira, demonstrou alegria e emoção ao revelar a novidade, que vinha sendo costurada nos últimos dias, no ginásio Mário Eugênio Gomes Freire de Andrade, no início da noite desta segunda-feira, dia 13.

  Tradição

  “É um espetáculo! Acho que conseguimos reunir a melhor Comissão Técnica que já existiu em Juiz de Fora. Posso falar isso de cadeira (o presidente já foi aluno de Muzzi). Uma equipe de formadores de atletas, que é a vocação do Clube Bom Pastor”, exaltou o dirigente, lembrando que dali saíram dois campeões olímpicos na modalidade (Giovane Gávio e André Nascimento) e exaltando o aspecto educativo do projeto. “Vamos voltar aos áureos tempos do Bom Pastor no cenário brasileiro”.

  Entusiasmo  

“Estou voltando à casa onde comecei a dar treinos na década de 80, com muita responsabilidade. O presidente apostou muito na minha presença aqui, do André e dos meninos – Saulo, Mandela e o Pedro. A ideia é formar atletas e valores dentro e fora da quadra, acho que vamos conseguir porque estamos muito entusiasmados”, conta Tidinho, que atuará como supervisor.

Inesperado

“A vida é feita de mudanças inesperadas e essa mudança foi muito interessante para mim. Já em final de carreira, uma oportunidade dessa. Temos um grupo de atletas bastante promissor e as campeãs do Bom Pastor estão por vir”, observa Muzzi, coordenador da equipe de professores.

  Além do supervisor geral Aristides “Tidinho” Rocha e do coordenador técnico André Muzzi, estão no projeto: Saulo Oliveira treinador do time feminino, Marcus Vinícius “Mandela”, do masculino, e turma mais velha, nos dois naipes, será comandada por Pedro Toledo.

Fusão

  Para o pontapé inicial do projeto, a previsão e de que o time atualmente treinado por Muzzi se incorpore ao novo clube. “A intenção é participar do regional até sub-18 nos dois naipes. As meninas do Sport se juntarão com as do Bom Pastor”, conta Tidinho. 

  O supervisor geral explica que a intenção é ir além de apenas disputar torneios, e atuar também na formação de técnicos para a modalidade. “Além da junção das meninas do Sport com as do Bom Pastor, quem quiser passará por uma avaliação técnica. Faremos torneios internos e externos, muitos intercâmbios e amistosos, além das competições. A intenção também é promover cursos para treinadores com o intuito de formar mais e melhores profissionais”, pretende Rocha.

André Muzzi, Catgut Bandeira e Tidinho Rocha

Serviços prestados

  Tidinho retorna ao Bom Pastor, onde foi treinador na década de 1980. Com 36 anos de experiência como treinador de categorias de base, como as dos Colégio dos Jesuítas, onde misnistra aulas até os dias atuais. Teve passagem também no comando das equipes adultas da AABB – pela qual foi campeão muncipal -, Medicina, Engenharia, Educação Física, Mercedes Benz e da Seleção de Juiz de Fora no Jimi. Também já trabalhou no Sport, na década de 1990, passou pelo Seleção Mineira e foi campeão dos Jogos Escolares Mineiros (JEM), atualmente Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), com o selecionado local. 

  André Muzzi milita na modalidade desde a década de 1980. O treinador é um dos responsáveis pelo maior momento do vôlei profissional juiz-forano, quando o Sport sagro-se bicampeão mineiro feminino em 1982 e 1983, batendo o Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte. O agora coordenador do Bom Pastor era auxiliar-técnico do treinador Inaldo Manta, à frente de um time que tinha, entre outras jogadoras de Seleção Brasileira como Márcia Fu, Dôra e Rose Tristão.  

 

Texto: Ivan Elias e Wallace Mattos – Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola e Clube Bom Pastor 

Deixe seu comentário