Novo treinador vai “na cabeça”!

  O último treino do Tupi, em Santa Terezinha, antes de enfrentar o Novorizontino na próxima sexta, dia 24, pela quarta rodada do grupo A14 da Série D, teve novidades. Apresentado à imprensa, o novo técnico do Carijó, Ademir Fonseca, disse estar feliz com o retorno, apesar do momento de instabilidade do clube. Segundo o comandante, o trabalho a ser feito envolve a cabeça dos atletas.

Ademir com o auxiliar Tarso antes do início da atividade

  “Treinador de futebol tem que estar preparado para qualquer desafio. Sabemos que não é fácil, mas historicamente o Tupi alcançou resultados muito importantes, sempre em momentos difíceis. Aqui no Tupi tudo acontece. O momento não é bom, mas uma vitória pode mudar todo o panorama. Vamos trabalhar bem o lado motivacional dos meninos, trabalhar bem a cabeça deles. Pior do que está não vai ficar e a tendência é que possa melhorar”, disse o técnico.

O retorno

  De volta ao Tupi após nove anos, Ademir explicou o motivo do acerto e tratou como fundamental o relacionamento dele com o clube e com pessoas que trabalham na instituição.

  “O que me fez voltar foi a oportunidade de trabalho no clube. Tenho um relacionamento muito bom com o Tupi e com as pessoas que aqui trabalham na direção. Já tive várias vezes para retornar e não teve acerto. Dessa vez acabou dando certo, a conversa foi ótima. Tenho amigos aqui, gosto do clube, vamos tentar ajudar a equipe a sair dessa situação”, deseja o treinador.

Dedo do professor

Juninho (ao centro) esteve em campo durante a atividade

  Enquanto a imprensa permaneceu no Estádio Salles de Oliveira, o elenco alvinegro realizou um treino recreativo, com participação de atletas, membros da comissão técnica e, inclusive, do presidente do Conselho Deliberativo do clube e candidato à presidência, José Luiz Mauller Júnior (Juninho). Logo após, quando iniciou trabalhos de bola parada defensiva, Ademir fechou a atividade.

  Questionado sobre o que fazer para que a equipe evolua e possa buscar a classificação, o técnico disse pretender ajudar com seu pensamento sobre futebol. “Eu não vi como estava antes, então não tenho que achar nada. Vou fazer aquilo que eu julgo ser o melhor pra ajudar. Temos uma equipe rápida, com alguns jogadores jovens, outros mais experientes. Vamos usar toda essa experiência e mesclar com essa juventude. Dentro disso, estamos traçando nossa estratégia de jogo”, finalizou.

Quem joga?

Sem conhecer o elenco, Ademir pede ajuda a André Luiz

  A única ausência da atividade de hoje foi a do zagueiro Adalberto, que, segundo a assessoria, foi “liberado para resolver problemas extracampo”. Caso não atue, Adalberto pode dar lugar a Arthur Sanches, que treinou como titular ao lado de Lucas Tavares.

  Recuperado da indisposição da última semana, o lateral direito Thiago Ryan treinou normalmente e deve voltar ao time titular. Mesmo com o retorno do atleta, Cleitinho, seu substituto contra o Novorizontino, pode seguir no time titular, atuando um pouco mais adiantado.

  O atacante Daniel Morais treinou normalmente, mas não será relacionado para a partida contra o Tigre. Ainda com dores no joelho direito por conta de uma tendinite, o atleta deve reforçar o Galo nas duas últimas rodadas contra Itaboraí e Hercílio Luz.

  Com isso, Ademir deve estrear no comando do Tupi com: Vilar, Thiago Ryan, Lucas Tavares, Adalberto (Arthur Sanches), Lucas Sampaio; Marcel, Max Carrasco e Hugo Rodrigues; Cleitinho, Juninho Bebê e Ademilson.

Texto: Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola

Deixe seu comentário