Carijó pressionado! Beto Sousa: “Tupi está muito pesado”

Beto Sousa admite que equipe tem sentido pressão

  Com apenas um ponto, na lanterna do grupo A14 da Série D do Brasileiro, após ser rebaixado no Campeonato Mineiro e sem vencer em 2019, o Tupi está para lá de pressionado. Por isso, a semana de treinos para o confronto com o líder da chave na Quarta Divisão, Novorizontino, promete ser de trabalhos não só com bola, mas na mente dos atletas.

  O técnico carijó, Beto Sousa, definiu como está o clima na equipe, e o que quer para conseguir a primeira vitória do ano. “Como a gente vem vendo nos últimos jogos, o Tupi realmente está muito pesado. Tem lance que podemos definir com mais tranquilidade e não definimos. Essa cobrança vai existir sim. Cabe a nós sabermos lidarmos com ela. Se o grupo que eu tenho é esse, confio neles até o final. Vou dar confiança para eles poderem jogar. Temos que ter atitude diferente contra o Novorizontino”, pede o treinador para a partida do próximo sábado, dia 18, às 16h, no Mário Helênio.

Tavares quer que o time deixe resultados no passado

No passado

  Para o capitão e zagueiro alvinegro, Lucas Tavares, o que passou não deveria estar pesando para os atletas neste momento. “Isso é passado. A diretoria reformulou o elenco e não temos que carregar esse fardo. Óbvio que o clube sim, tem o histórico de estar ruim. Mas nós temos que buscar sempre o melhor, sem levar esse peso”, deseja o jogador.

  Mas, o comandante sabe que a pressão à qual seus atletas estão submetidos atrapalha. Beto trabalha para ajudá-los a superar a situação e vencer, sabendo que a cobrança virá novamente em caso de novo insucesso.

Classificação do grupo A14 da Série D

  “Essa cobrança de fazer o gol, de vencer a primeira, pesa sim no jogador. Mas eles tem que saber lidar com isso. Estou a todo tempo dando moral, incentivando, buscando a alternativa correta. Vou fazer isso enquanto estiver por aqui. Sei que vou ser cobrado se o resultado não vier”, constata Sousa.

Pontos positivos

Resultados e próximos jogos do grupo A14

  Apesar do empate que custou dois pontos preciosos na estreia em casa do Tupi na Série D do Brasileiro, com o Itaboraí, Tavares vê situações positivas a serem mantidas diante do time paulista na terceira rodada da chave. “Nosso time ficou bem postado. Não levamos gol, isso é um ponto positivo, e fizemos um ponto. Não é o que nós queríamos, pois estávamos em nossos domínios, diante da nossa torcida. Mas pontuamos. Agora é fazer uma semana boa para conseguir esses três pontos na próxima partida em casa”, deseja.

  Mas o zagueiro sabe que sem uma mudança, dificilmente o Tupi conseguirá quebrar o jejum em 2019 diante do Novorizontino. “Temos que mudar nossa postura com certeza, pois temos que vencer o jogo. Trabalhar a semana toda forte com empenho, vontade. Sei que o futebol não é só isso, envolve outras coisas. Mas com força de vontade vamos conquistar essa vitória no próximo sábado”, acredita.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Artes: Toque de Bola com informações da CBF

Deixe seu comentário