Tudo igual! Tupi e Tombense empatam sem gols no Mário Helênio

Atletas posicionados antes do início do 2º tempo

  Faltou os times balançarem as redes no jogo-treino da tarde desta quarta, dia 17, entre Tupi e Tombense, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Assim, o primeiro dos dois testes agendado entre as duas equipes terminou em 0 a 0. O Carijó e o Gavião Carcará voltam a se enfrentar no sábado, às 16h, no Almeidão, em Tombos, desta vez em um amistoso, com camisas oficiais e torcida no estádio.

  Nesta quarta, a metade inicial do jogo-treino em Juiz de Fora foi fechada à imprensa. Somente no intervalo da atividade os profissionais de veículos de comunicação que aguardavam no saguão do Mário Helênio tiveram acesso ao gramado, e já viram o Tupi com algumas mudanças. Pelo que pode ser apurado, o Carijó começou o teste com Vilar, Thiago Ryan, Adalberto, Lucas Tavares e Lucas Sampaio; Max Carrasco, Baiano, Leandro Brasília e Hugo Rodrigues; Gabriel Costa e Felipe.

Diante dos olhos

  Na início da segunda etapa, o Tupi tinha Paulo Vitor no gol, no lugar de Vilar; Gabriel Tchó Tchó na vaga de Brasília no meio; e o atacante Washington substituindo o meia Hugo Rodrigues, modificando a formação do Carijó de dois homens na armação do meio de campo para três atacantes. O que se pode ver no segundo tempo foi um jogo equilibrado, de muita marcação, mas sem chances claras de ambos os lados na maioria do tempo.

Tupi e Tombense fizeram um jogo equilibrado

  O Tombense tentou alguns arremates de fora da área, mas nada que tenha exigido esforço de Paulo Vitor. O arqueiro carijó praticamente só teve trabalho nas saídas de bola pelo alto, em cruzamentos e escanteios esporádicos dos visitantes. No ataque, o Tupi tinha velocidade e tentava, sem sucesso, encaixar o último passe e os cruzamento para o centroavante Felipe. Na melhor chance do jogo, já aos 45 minutos, Juninho Bebê, que substituiu Gabriel Costa, saiu cara a cara com o goleiro do time de Tombos após fazer boa infiltração. Mas finalizou para fora e concretizou o 0 a 0.  

Em construção

  O técnico do Tupi, Beto Sousa, destacou a competitividade de seu grupo neste primeiro teste. “Vou colocar como o ‘top’ desse treino o espírito competitivo do grupo. O nível de atenção e o foco deles foi muito bom. Mais defensiva do que ofensivamente. Ainda estamos errando na frente o último passe, às vezes uma transição que parece ser fácil. Mas isso se acerta com o treinamento. Estou valorizando muito esse espírito dos atletas”, analisou o treinador.

Beto destacou a competitividade de seu grupo

  Para o volante Max Carrasco, a equipe colocou em prática o que vem sendo exigido nos treinamentos. “O que foi trabalhado e pedido pelo professor (Beto) foi feito dentro de campo hoje. Foi um grande treino contra um grande time que vai disputar a Série C. Muito produtivo e proveitoso. Felizmente nossa equipe se igualou ao Tombense, tivemos grandes oportunidades, em uma no final quase fizemos o gol. Isso aumenta o estímulo para que venhamos a melhorar sempre”, avalia o jogador, citando o lance de Juninho Bebê.  

Novo confronto

  O zagueiro Lucas Tavares destacou o desempenho da defesa que só teve uma atividade junta antes do jogo-treino, e encara o novo confronto com o Tombense, sábado, em Tombos, com seriedade. “Conseguimos, trabalhando apena um treino juntos antes, colocar em prática o que foi pedido. As linhas próximas, não deixar os caras cortarem o passe. Isso a gente tira como positivo. Agora é procurar melhorar. Encarar esse outro teste como se fosse a estreia, o Hercílio Luz. Jogar forte tanto amistosos como partidas oficiais quando começar a Série D”, deseja.

Lucas Tavares ficou satisfeito com a defesa

  O Tupi estreia na Série D do Campeonato Brasileiro 2019 contra o Hercílio Luz, em Santa Catarina, dia 4 ou 5 de maio – a Confederação Brasileira de Futebol ainda não divulgou o desmembramento da tabela da competição. Compõem ainda o grupo A14 da Quarta Divisão Itaboraí-RJ e Novorizontino-SP. Já o Tombense está na chave B da Série C do Nacional e joga no sábado, dia 27 de abril, contra o gaúcho São José, às 16h, em Tombos. 

Quem jogou

  Como atuou o Tupi: Vilar (Paulo Vitor), Thiago Ryan (Cleitinho), Adalberto (Matheus Mega), Lucas Tavares (Guilherme Canela) e Lucas Sampaio; Max Carrasco (Marcel), Baiano (João Vitor), Leandro Brasília (Gabriel Tchó Tchó, depois Pedrinho) e Hugo Rodrigues (Washington e Marco Túlio); Gabriel Costa (Juninho Bebê) e Felipe. Técnico: Beto Sousa.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola  

 

Deixe seu comentário