Badminton na veia! Veja, com detalhes, como foi o 5º JF Open

  A quinta edição do JF Open agitou o sábado, dia 30, no IF Sudeste, em Juiz de Fora. Ao todo, 113 partidas disputadas por 79 atletas marcaram o dia de evento e uma grande troca de experiências. Cinco equipes marcaram presença: CRIAP/Santos Dumont (MG), ABJR/José Raydan (MG), AABB/Belo Horizonte (MG), ASMB/Poço Fundo (MG) e Badbons/Rio de Janeiro (RJ). De acordo com o organizador Waltinho Moraes, o sentimento é de felicidade por mais um ano de sucesso.

Wagner Soares conquistou o bicampeonato em 2019

  “O sentimento maior é de felicidade. Ver o sorriso no rosto dos atletas, tivemos alunos de nove anos de idade até 52 anos com o mesmo sorriso, a mesma satisfação. A vontade de trabalhar já para o sexto JF Open aumenta ainda mais”, disse Moraes.

Destaques

  Campeão da categoria adulto A em 2018, o carioca Wagner Soares, de apenas 17 anos, conquistou o bicampeonato em 2019. Na final, o atleta enfrentou o companheiro de Badbons, equipe do Rio de Janeiro, Bruno Silva. Wagner perdeu o primeiro set, mas se recuperou e virou o jogo, com destaque para o último e decisivo set. 

  Além do título individual, o atleta foi campeão na categoria duplas mistas ao lado de Joyciane Alcântara, companheira de Badbons, que também conquistou o ouro na categoria simples feminino sub-17, e na categoria duplas masculinas, ao lado de Bruno Silva.

Kamile (esq.) e Lhorrana (dir.) foram destaque nas categorias sub-13 e sub-15

  Outro destaque foi a participação das atletas Kamile Silva e Lhorrana Silva do CRIAP/Santos Dumont. As duas foram campeãs da categoria duplas femininas sub-15 e se enfrentaram na final da categoria simples feminino sub-13, o que já havia acontecido na quarta edição do torneio, com vitória de Kamile. No duelo deste ano, Lhorrana levou a melhor e venceu a companheira por 2 sets a 1. 

 Apesar de se enfrentarem, as atletas consideram a amizade entre elas o principal ponto para as vitórias quando atuam juntas. “Dentro de quadra eu ajudo ela e ela me ajuda, nós vamos nos entendendo. Se eu errar, ela não me critica e se ela errar, eu não critico ela. Nós vamos corrigindo os erros juntas”, disse Kamile. Ao ser perguntada sobre o relacionamento das duas fora das quadras, Lhorrana não teve dúvidas para responder. “Nós já jogamos juntas há quatro anos e isso melhora ainda mais a nossa amizade. Isso acontece também fora das quadras e é muito bom estar com ela”, completou a amiga.

Adriano quer levar projetos que valorizem o badminton à capital mineira

Inspiração

  Adriano Pires, da AABB de Belo Horizonte, que veio a Juiz de Fora com dois jogadores na delegação, inspirou-se nos projetos das equipes participantes e revelou ao Toque de Bola a vontade de iniciar algo semelhante na capital mineira.

  “Acho que houve até uma inversão. Equipes da capital estão pegando exemplo com as cidades menores, que estão dando um show de organização e motivação para a criançada. O badminton é apaixonante, quem gosta fica viciado. Quero, inclusive, poder auxiliar na montagem de um projeto em Belo Horizonte”, disse o atleta.

De longe

  A Associação de Badminton de José Raydan (ABJR) se destacou em quadra, com vários atletas nas finais de diversas categorias. Para a disputa do JF Open, a delegação viajou 640km do leste do estado até a Zona da Mata.

  O coordenador do projeto e técnico de badminton, André Luiz Coelho, ressaltou ao Toque de Bola a importância do momento de competição para os jovens atletas.

Kelven Duarte (ao fundo, de camisa laranja) foi um dos destaques da delegação de José Raydan

  “É um prazer estarmos com os garotos aqui. Muito importante poder orientá-los nessa competição tão bacana. É a segunda vez que participamos e é um prazer estar aqui com esses meninos. Viemos de muito longe, mas a distância nunca será obstáculo para nós”, disse Coelho.

  Entre os 20 atletas que vieram do leste mineiro, o jovem Kelven Duarte se destacou pela raça e vibração. No fim, ele conquistou a medalha de prata na categoria adulto B.

  De acordo com André, o projeto funciona em um galpão cedido pela prefeitura da cidade de pouco mais de 4500 habitantes. “Ao todo, 60 crianças e adolescentes frequentam os treinos, mas quando há uma competição fora nós temos que selecionar os meninos. Infelizmente não dá para trazer todos”, completou o coordenador.

 

BRESULTADOS DE TODAS AS CATEGORIAS DO V JF OPEN DE BADMINTON:

Categoria duplas sub-13 masculino

1° – Kaio Rodrigues e Júlio César (ABJR/José Raydan)

2° – André Silva e Emanuel Vitório (CRIAP/ Santos Dumont)

 

Categoria duplas sub-13 mistas

1° – Júlio César e Maria Clara (ABJR/José Raydan)

2° – André Silva e Mirella Silva (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Miguel Santos e Júlia Amaral (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria duplas sub-15 feminino

1° – Kamile Silva e Lhorrana Silva (CRIAP/Santos Dumont)

2° – Ritieli Souza e Jade Silva (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Júlia Amaral e Mirela Silva (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria duplas sub-15 masculino

1° – Gabriel Souza e Logan Gonçalves (ABJR/José Raydan)

2° – Bryan Gonçalves e Paulo Aguiar (ABJR/José Raydan)

3° – Alexandre Júnior e Mayron da Silva (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria duplas sub-17 feminino

1° – Isabela Aprigio e Jocyane Alcântara (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Isadora Matias e Maria Fernanda (ASMB/Poço Fundo)

3° – Tamara Silva e Ana Luiza (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria duplas sub-17 masculino

1° – Tayan Nascimento e Victor Hugo (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Mateus Muniz e Gladson Monteiro (ABJR/José Raydan)

3° – Otávio Santos e Bruno Ferreira (ABJR/José Raydan)

 

Categoria duplas sub-17 mistas

1° – Victor Hugo Silva e Isabela Aprigio (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Thiago Gonçalves e Isadora Matias (ASMB/Poço Fundo)

3° – Jhefter Matheus e Júlia Antônia (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria duplas adulto A Masculino

1° – Bruno Silva e Wagner Pinto (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Jonas Ferreira e Patrick Rocha (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Alexandre Oliveira e Kaio Mesquita (Badbons/Rio de Janeiro)

 

Categoria duplas adulto B Masculino

1° – André Vieira e Kelven Duarte (ABJR/José Rayan

2° – Charles Júnior e Lohrian Coutinho (CRIAP/Santos Dumont)

3° – José Maurício e Luiz Felipe Santos (Badbons/Rio de Janeiro)

 

Categoria duplas mistas adulto

1° – Wagner Pinto e Joyciane Alcântara (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Victor Mariano e Andressa Freitas (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Caio Mesquita e Gabrielle Rocha (Badbons/Rio de Janeiro)

 

Categoria simples feminino A

1° – Andressa Freitas (CRIAP/Santos Dumont)

2° – Gabrielle Rocha (Badbons/Rio de Janeiro)

3° – Camila Ellen (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria simples feminino sub-13

1° – Lhorrana Silva (CRIAP/Santos Dumont)

2° – Kamile Silva (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Mirella Silva (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria simples feminino sub-15

1° – Ana Luiza Silva (CRIAP/Santos Dumont)

2° – Laura Malta (ABJR/José Raydan)

3° – Jade Yasmim (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria simples feminino sub-17

1° – Joyciane Alcântara (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Júlia Silva (CRIAP/Santos Dumont)

3° – Larissa Costa (CRIAP/Santos Dumont)

 

Categoria simples masculino adulto A

1° – Wagner Pinto (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Bruno Silva (Badbons/Rio de Janeiro)

3° – Alexandre Oliveira (Badbons/Rio de Janeiro)

 

Categoria simples masculino adulto B

1° – Patrick da Rocha (CRIAP/Santos Dumont)

2° – Kelven Duarte (ABJR/José Raydan)

3° – Adriano Pires (AABB/Belo Horizonte)

 

Categoria simples masculino sub-15

1° – Bruno Ferreira (ABJR/José Raydan)

2° – Logan Gonçalves (ABJR/José Raydan)

3° – Gabriel Souza (ABJR/José Raydan)

 

Categoria simples masculino sub-17

1° – Caio Mesquita (Badbons/Rio de Janeiro)

2° – Taian Nascimento (Badbons/Rio de Janeiro)

3° – Victor Hugo (Badbons/Rio de Janeiro)

 

Texto: Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola

Deixe seu comentário