Se segura, Carijó! Tupi vai à Varginha tentar sobrevida na elite

Gabriel Costa tenta evitar iminente queda

  Na lanterna do Campeonato Mineiro, com dois jogos fora de casa e um contra o Cruzeiro, em Juiz de Fora, entre eles para tentar se salvar do rebaixamento. Essa é a atual situação do Tupi. Por isso, a missão neste domingo, dia 10, é se segurar e evitar a queda antecipada para o Módulo II.

  Assim, se quiser começar a construir o milagre da permanência, o único resultado que interessa ao Carijó é a vitória diante do Boa Esporte, às 17h, em Varginha, na nona rodada do Estadual. Conseguindo vencer esse primeiro obstáculo na luta pela permanência, o Carijó ganha sobrevida e pode até terminar a rodada fora da zona de rebaixamento do Mineiro.

Tumultuado

  Após a derrota em casa para o Patrocinense, por 2 a 0, ante da parada do Mineiro no Carnaval, o Tupi viveu dias tumultuados. Troca na direção e no comando técnico de futebol; perda e dispensa de atletas; e saída de patrocinador fizeram parte do contexto dos últimos dias no Carijó. Em meio ao turbilhão, o novo comandante Beto Sousa assumiu há pouco mais de uma semana e teve que lidar com ausências e chegadas para montar o time que vai a campo diante do Boa.

Beto Sousa assumiu em meio ao turbilhão

  Para tentar dificultar a vida do oponente e buscando surpreender o Boa Esporte em seus domínios, a tática adotada foi a do mistério. Os últimos treinos para o confronto foram fechados à imprensa, mas mesmo assim, as mudanças e novidades no Carijó são inevitáveis. As principais delas devem ser o zagueiro Guilherme Canela e o jovem volante Gabriel Tchó Tchó, de apenas 19 anos.

Conhecidos

  Os atletas já trabalharam com Beto Sousa no Figueirense de São João Del Rei, e ganharam força com o técnico durante a semana de treinamentos. Sobre a possível presença de Canela e Tchó Tchó entre os titulares, o treinador disse que quem estiver bem e em condições de jogo vai ter sua chance.

  “Eu não vejo idade, tamanho, cor. Pra mim, se está rendendo dentro de campo e em um bom momento, eu coloco pra jogar. Nós vemos muitas estrelas do futebol que estão em um momento ruim, e jogadores desacreditados que brilham nos campeonatos. Eu vejo o momento, o dia a dia, os treinamentos. Se estiver bem, comigo joga”, disse Sousa.

Jovem Gabriel deve ter chance entre os titulares

Feliz e consciente

  Natural de Teófilo Otoni, o que explica o apelido, Gabriel vai encarar sua primeira partida como profissional do Tupi. Antes, enfrentou sua primeira entrevista e se disse muito feliz. “Eu vou procurar entrar da melhor maneira possível. Vamos com cautela sim, mas para buscar a vitória. Para mim, ter a confiança do Beto nesse momento é muito importante. Quem não gostaria disso, né? É um jogo bastante difícil, na casa deles, mas vamos concentrados para fazer um grande jogo”, disse Tchó Tchó.

  O único desfalque de Beto entre os titulares é o lateral-direito Afonso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Léo Felipe assume a vaga. No último treino intenso antes da partida, Sousa trabalhou o posicionamento e a movimentação sem a posse de bola. “Fizemos um trabalho para evitar tomar uma bola por dentro, que é muito perigosa, e fizemos também um balanço com a bola em jogo. Com isso, fechamos os espaços deles mas também criamos espaços para que pudéssemos contra-atacar”, disse o treinador.

Técnico interino

Cesinha vai comandar o Boa contra o Tupi

  Após ser derrotado pelo América, por 2 a 1, em casa, no dia 24 de fevereiro, o Boa Esporte ainda está sem técnico. Ao término da partida diante do Coelho, o técnico Tuca Guimarães pediu demissão do cargo. Em nota, o clube agradeceu o ex-comandante. “A direção do Boa Esporte agradece os serviços prestados pelo treinador durante sua passagem pelo clube, e faz votos de prosperidade para a continuidade de sua carreira”, publicou a assessoria da instituição.

  O auxiliar técnico da comissão permanente do Boa, Cesinha, que vai comandar a equipe após a saída de Tuca Guimarães, não deve ter dificuldades para escalar a equipe. O Boa não tem suspensos, e a única dúvida é o lateral-direito Daniel Farias, que estava no departamento médico, mas não é titular. Do atual elenco, o único jogador com passagem pelo Tupi é o volante Maicon Douglas, de 26 anos. Ele atuou em 20 partidas com a camisa do Carijó na temporada de 2013.

BOA ESPORTE x TUPI

Melão – 17h

Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Warllen Breno da Paixão Salgado

Boa Esporte: Renan Rocha; Chiquinho, Fernando, Ferreira e Wenderson; César Sampaio, Gabriel Vieira e Claudecir; Jayme, Caio e Gustavo. Técnico: Cesinha 

Tupi: Ricardo Villar; Léo Felipe, Aislan, Guilherme Canela e Lucas Sampaio; Max Carrasco, Baiano, Leandro Brasília e Gabriel Tchó Tchó; Gabriel Costa e Romarinho. Técnico: Beto Sousa

Texto: Toque de Bola

Fotos: Júnior Ayupe/Tupi FC; Toque de Bola; e Régis Melo/globoesporte.com Varginha

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário