Parada para folia! Mineiro tem pausa para o Carnaval

Nicanor e Gérson não estão mais no Tupi após oitava rodada

Depois da oitava rodada, realizada no fim de semana, o Campeonato Mineiro 2019 vai dar uma pausa. Durante o fim de semana de Carnaval, não serão disputados jogos pela Estadual de Minas. A competição retorna no sábado, dia 9 de março, com sua nona e antepenúltima série de partidas.

Se a pausa é bem vinda para quem está bem e vai poder comemorar o bom momento na folia, para o Tupi, serão pelo menos mais 13 dias de sofrimento na lanterna do Estadual. A derrota para o Patrocinense, por 2 a 0, no Mário Helênio, no sábado, dia 23, enterrou o Carijó na última colocação do Mineiro e detonou as saídas do diretor de futebol, Nicanor Pires, e do técnico Gérson Evaristo. Faltando três rodadas para o fim da competição, o Alvinegro tem dois jogos fora de casa e o Cruzeiro em Juiz de Fora para tentar se salvar.

Tranquilizou

Leandro Salino abriu o caminho da vitória do Baeta

Já o co-irmão juiz-forano do Carijó está bem mais tranquilo. O Leão do Poço Rico venceu o Guarani, por 2 a 0, no domingo, dia 24, e chegou aos 11 pontos. Se a pontuação ainda não salva matematicamente o Baeta do rebaixamento, o deixa tranquilo para lutar por objetivos mais audaciosos em sua volta à elite do Estadual. Após a pausa para o Carnaval, o Tupynambás vai em busca da classificação para as quartas de final do Mineiro 2019.

No sábado, quem também já havia dado um passo importante rumo à tranquilidade no Estadual foi a Caldense. Mesmo jogando em Tombos, a Veterana não se intimidou e venceu o Tombense por 2 a 0, saindo na frente no fim do primeiro tempo com Judson e fechando a fatura na segunda etapa com Lorran.

Grandes dentro

Classificação do Mineiro 2019

Quem já garantiu presença na próxima etapa da competição no domingo foram os grandes clubes de Belo Horizonte. O Atlético, mesmo com time reserva, não tomou conhecimento do Villa Nova, no Independência, e fez 3 a 1 no Leão do Bonfim. Contando com um Alerrandro inspirado, o Galo manteve a liderança do Estadual antes da parada para a folia.

O América também garantiu com vitória sua vaga entre os oito melhores da primeira fase do Mineiro. Jogando em Varginha, o Coelho levou um susto e saiu atrás do Boa Esporte. Mas, a estrela de França brilhou ainda o primeiro tempo, empatando o jogo. Na segunda etapa, o mesmo França fez o gol da virada e garantiu a vice-liderança do time de Belo Horizonte com pontuação que o coloca nas quartas de final.

Raposa empata

A nona rodada do Estadual

  Quem decepcionou a torcida foi o Cruzeiro. Em Patos de Minas, o time celeste começou o último jogo da rodada, no domingo à noite, na frente da URT. Mas o gol de Rodriguinho não foi suficiente para dar a vitória aos cruzeirenses que sofreram, ainda no primeiro tempo, o empate do centroavante Reis, ex-Tupi. Mesmo assim, o ponto conquistado pela Raposa deu a ela a classificação antecipada para a próxima fase da competição.

 

Confira as fichas dos jogos que completaram a oitava rodada do Mineiro 2019:

TOMBENSE 0 x 2 CALDENSE

Farião

Gols: Judson aos 44 do 1T; e Lorran aos 32 do 2T (Caldense)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro

Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Samuel Henrique Soares Silva

Cartões amarelos: Lucas de Sá, João Paulo, Cássio Ortega, Antônio e Bruno Barbosa (Tombense); Renan Ribeiro (Caldense)

Tombense: Felipe, Bruninho, Lincoln, Reynaldo e Bruno Barbosa; Rodrigo, Lucas de Sá (Antônio), Matheus Trindade (João Paulo) e Juan (Everton); Cassio Ortega e Denilson. Técnico: Ricardo Drubscky

Caldense: Omar, Carlinhos, Renato, Rodolfo Manoel e Luiz Eduardo; Renan Ribeiro, Luís Felipe, Lorran e Judson (Júlio Rangel); Romário (Robson) e Reginaldo (Daniel). Técnico: Mauro Fernandes

 

ATLÉTICO 3 x 1 VILLA NOVA

Independência

Gols: Alerrandro aos 3 do 1T e aos 12 do 2T; e David Terans aos 15 do 2T (Atlético); Elias aos 42 do 2T (Villa Nova)

Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Pedro Araújo Dias Cotta

Cartões amarelos: Léo Silva (Atlético)

Atlético: Cleiton; Guga, Léo Silva, Maidana e Carlos César (Hulk); Zé Welison (Nathan), Jair, Vinícius, Maicon (Alessandro Vinícius) e Terans; Alerrandro. Técnico: Levir Culpi

Villa Nova: Georgemy; Alan Silva, Diego Macedo, Gabriel e Eron (Jean Carlos); Ramires, Denilson e Luiz Fernando (Eurico); Zotti (Renato Bruno), Elias e Iury. Técnico: Eugênio Souza

 

BOA ESPORTE 1 x 2 AMÉRICA

Melão

Gol: Kaio Cristian aos 7 do 1T (Boa Esporte); França aos 29 do 1T e aos 30 do 2T (América)

Árbitro: Gabriel Murta Barbosa

Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Leonardo Henrique Pereira

Cartões amarelos: Ferreira, Lucas Gomes e Gustavo Henrique (Boa Esporte); Pedrão e Zé Ricardo (América)

Boa Esporte: Renan Rocha; Victor, Ferreira, Fernando e Tsunami; Gabriel Vieira, Kaio Cristian (Denis), Maicon (César Sampaio) e Gindre (Lucas Gomes); Jayme e Gustavo Henrique. Técnico: Tuca Guimarães

América: Fernando Leal; Leandro Silva. Paulão, Pedrão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Felipe Azevedo (Neto Berola); Jonatas Belusso (Pedro Augusto), França (Christian) e Marcelo Toscano. Técnico: Givanildo Oliveira

 

URT 1 x 1 CRUZEIRO

Zama Maciel

Gols: Rodriguinho  aos 31 do 1T (Cruzeiro); Reis aos 47 do 1T

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira

Assistentes: Ricardo Júnio de Souza e Frederico Soares Vilarinho

Cartões amarelos: Gladstone, Rafael Oller e Rodney (URT); Sassá (Cruzeiro)

URT: Marcão; Rodney, Gladstone, Marcos Vinícius e Djalma Silva; Gílson, Douglas Maia, Patrick e Rafael Oller (Carrara); Juninho Potiguar (Kaio Wilker) e Reis. Técnico: Ito Roque

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Murilo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Renato Kayzer); Raniel (Sassá). Técnico: Mano Menezes

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola; Patrocínio Photo Studio/Tupynambás; Bruno Cantini/Atlético; e Vinicius Silva/Cruzeiro EC

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário