André Luiz: “Eu ainda creio”. Beto: “Vamos manter Tupi na elite!”

 

André Luiz, novo Consultor de Futebol do Tupi, na manhã desta sexta-feira

Após semana de muitas mudanças dentro e fora de campo, o Tupi treinou com novidades nesta sexta, dia 1º, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. O destaque ficou por conta da apresentação de André Luiz, novo conselheiro de futebol do clube, e Beto Sousa, novo técnico do Carijó.

  O dirigente acertou sua vinda a Juiz de Fora no início da semana e foi anunciado nesta quinta pelo alvinegro, assim como o novo treinador. André confirmou que a chegada de Beto para assumir o comando técnico da equipe foi um pedido pessoal e que ainda acredita que o Tupi vai escapar do rebaixamento.

  “Eu pedi para o Beto vir porque eu conheço o trabalho dele há quatro ou cinco anos, sei da capacidade e do potencial que ele tem. É um treinador que, apesar de jovem, tem grande conhecimento de futebol, foi atleta profissional e trabalhou com grandes treinadores. Tenho certeza que ele vai conseguir coisas excelentes nessa carreira de treinador de futebol e vai ajudar o Tupi a sair dessa situação. Eu ainda creio, ainda há esperança para o clube na competição”, disse o consultor de futebol.

Comando técnico

Beto Sousa, novo treinador do Tupi

  De volta ao Tupi, o ex-auxiliar técnico e agora treinador Beto Sousa comandou sua primeira atividade no Estádio Mário Helênio. Em sua coletiva de apresentação, Beto relembrou sua saída do clube no mês passado e disse estar motivado para o primeiro desafio da carreira no futebol profissional.

  “Me disseram que o clube precisava urgente de uma mudança. Como o Ailton (Ferraz) seria a primeira mudança, eu, como auxiliar, saí junto. Quem está à frente dessas decisões nós respeitamos. Isso passou. O Léo e o André viram o meu trabalho e agora cabe a mim abraçar essa oportunidade da melhor maneira possível. Cheguei e recebi uma resposta muito positiva, principalmente dos atletas. Estou muito motivado e mais confiante ainda de que vamos manter o Tupi na elite do futebol mineiro”, disse o comandante.

Velhos amigos

  A amizade entre André Luiz e Beto Sousa também foi tema das entrevistas. De acordo com o treinador, o fato de se conhecerem bem pode facilitar o trabalho. “Somos amigos de infância. Jogamos juntos em São João Del Rey, no Ipatinga, e mesmo ele indo para a França, mantivemos a amizade. Trabalhamos juntos no Figueirense (São João Del Rey), fizemos um grande Campeonato Mineiro, fomos campeões na Europa… essa confiança entre nós vai refletir no trabalho e nos atletas e é mais um ponto positivo para levar para dentro de campo”, disse Sousa.

O treino

  Além dos novos comandantes do futebol, o clube anunciou a chegada de cinco jogadores. Os zagueiros Pedro Romano e Matheus Mega, o lateral-direito Pablo, o volante Cleiton e o atacante Washington já se apresentaram e treinaram com os companheiros. À exceção de Romano, que veio do Fluminense, todos os outros atletas vieram das categorias de base Figueirense, de São João Del Rey.

  Em campo, Beto testou um time com muitas mudanças. No setor defensivo, Léo Felipe assumiu a lateral direita e Aislan ganhou a companhia de Guilherme Canela na dupla de zaga. No meio-campo, além do retorno de Leandro Brasília aos titulares, Gabriel Tchó-Tchó ganhou uma oportunidade. Já o trio de ataque teve como destaque a presença de Cidcley ao lado de Diego Sales e Gabriel Costa.

  A baixa do treino ficou por conta de Romarinho. O atacante deixou a atividade ainda no aquecimento após sentir dores na coxa direita. Segundo o departamento médico, o atleta sofreu uma pancada no treino de quinta, dia 28, e foi poupado do trabalho realizado nesta sexta, dia 1.

  Dessa forma, a primeira formação titular de Beto contou com Ricardo Vilar; Léo Felipe, Aislan, Guilherme Canela e Lucas Sampaio; Max Carrasco, Gabriel Tchó Tchó e Leandro Brasília; Cidcley, Diego Sales e Gabriel Costa.

 

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário