Vexame! Mesmo com vantagem, Tupi está eliminado da Copa do Brasil

Vexame! Mesmo com vantagem, Tupi está eliminado da Copa do Brasil

Santa Cruz-RN comemorou a classificação e a primeira vitória do ano

  O pesadelo da melancólica temporada do Tupi neste ano perece não ter fim. Nesta quarta, dia 6, o Carijó não resistiu ao Santa Cruz-RN e perdeu por 1 a 0, gol do atacante Dênis. Assim, mesmo tendo a vantagem do empate, parou na estreia da Copa do Brasil 2019. O time potiguar, que conseguiu sua primeira vitória no ano, agora espera o adversário que sai do confronto entre Rio Branco-AC e Bahia, no dia 14 de fevereiro, na Arena da Floresta, na capital acreana.

  Sem tempo para respirar, o Tupi volta suas atenções para a luta contra o rebaixamento no Campeonato Mineiro. A delegação carijó não retorna a Juiz de Fora. De Natal, a equipe alvinegra segue para Belo Horizonte nesta quinta, dia 7. Da capital mineira, vai diretamente para Divinópolis. No sábado, dia 8, às 17h, o Carijó encara o Guarani, no Farião, em duelo de desesperados na sexta rodada do Estadual. Para o confronto, o artilheiro da equipe alvinegra no estadual, Marcus Vinícius, será desfalque, com uma luxação no tornozelo esquerdo.

Pressão e gol

  O Tupi foi pressionado desde o início da partida. Os tricolores de Natal bateram tanto na porta do gol de Vilar que, aos 24 minutos, conseguiram ir à rede. O centroavante Edson Kappa desviou cruzamento da direita, e Dênis completou de cabeça para colocar o Santinha em vantagem. Dominado, o Carijó não conseguiu criar, e os potiguares foram com vantagem mínima para o intervalo.  

Marcus Vinícius teve luxação no tornozelo esquerdo

  Precisando empatar, o Tupi voltou do vestiário mais ofensivo, mas tinha dificuldade de criar situações claras para marcar. A partir dos 15 minutos, o roteiro do Santinha pressionando, e o Tupi se segurando sem conseguir as jogadas voltou. Aos 32, para complicar mais a situação, o volante Baiano foi expulso.

  Com um a mais, o Santa Cruz dominou as ações. Na base do abafa, o Alvinegro de Santa Terezinha ainda tentou no fim, mas perdeu o centroavante Marcus Vinícius e o zagueiro Tiago contundidos, e o fim melancólico da Copa do Brasil para os juiz-foranos se confirmou. 

Agressão?

  Ao final da partida, o repórter da CBN Natal, Rodrigo Ferreira, relatou ao vivo ao narrador da Rádio Globo Juiz de Fora, Marcos Moreno, uma agressão entre atletas do Tupi. Segundo o profissional que acompanhava o confronto no gramado, na saída para o intervalo, o zagueiro Aislan e o centroavante Marcus Vinícius discutiam asperamente quando, de acordo com Ferreira, o defensor desferiu um soco na cabeça do atacante.

  O repórter relatou que Marcus Vinícius não reagiu, mas os ânimos só se acalmaram após a entrada de ambos no vestiário, separados por companheiros. A reportagem do Portal Toque de Bola entrou contato com o diretor de futebol do Tupi, Nicanor Pires. Segundo ele, “houve discussão, e não agressão” entre Aislan e Marcus Vinícius. 

SANTA CRUZ-RN 1 X 0 TUPI

Arena das Dunas – Copa do Brasil

Gol: Dênis aos 24 do 1T (Santa Cruz-RN)

Público: 286 presentes (282 pagantes)

Renda: R$ 3.660,00

 Árbitro: Alisson Sidinei Furtado

Assistentes: Fábio Pereira e Cipriano da Silva Souza

Cartões amarelos: Gabriel Maia (Santa Cruz-RN); Baiano, Anderson Chub (Tupi)

Cartão vermelho: Baiano (Tupi)

Santa Cruz-RN

1 – Pedro

2 – Nego Potiguar

3 – Jadson

4 – Weverton

6 – Victor Lindenberg

5 – Ray

8 – Diógenes

10 – Beleu

7 – Dênis (Paulinho aos 41 do 2T)

11 – Gabriel Maia (Ítalo aos 36 do 2T)

9 – Edson Kappa (Aguilar aos 48 do 2T)

Técnico: Fernando Tonet

Tupi

1 – Vilar

2 – Afonso

3 – Tiago

4 – Aislan

6 – Emerson

5 – Baiano

8 – Eduardo Nardini

10 – Nélio (Hugo Ragelli aos 24 do 2T)

11 – Saulo (Gabriel Costa aos 14 do 2T)

7 – Anderson Chub (Romarinho aos 36 do 2T)

9 – Marcus Vinícius

Técnico: Gérson Evaristo

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos com informações da Rádio Globo Juiz de Fora

Arte: Twitter Santa Cruz de Natal

Foto: Júnior Ayupe/Tupi FC

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário