Segurança total! Baeta vence e praticamente se garante na elite

Baeta teve uma vitória importante

  Com autoridade e seguro todo o tempo, o Tupynambás voltou a vencer no Campeonato Mineiro 2019. O triunfo deste domingo, dia 24, sobre o Guarani, por 2 a 0, gols dos meias Leandro Salino e Ygor, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, deu tranquilidade ao Leão do Poço Rico. Se não matematicamente, a vitória praticamente livra o time juiz-forano do risco de rebaixamento e possibilita o Baeta a sonhar com voos mais altos. 

Pra cima

  Com a estreia de Núbio Flávio, o Tupynambás começou com tudo para cima do Bugre. Logo aos dois minutos, Matheus Pimenta chutou no alto, a bola pegou no travessão, mas quicou fora do gol. No rebote, o estreante do dia cabeceou sem goleiro, mas acertou o poste direito do Guarani.

  Continuando na pressão, o Baeta articulava melhor as jogadas pela direita. As escapadas em velocidade de Matheus Pimenta com o apoio de Léo Salino eram a melhor saída para o Leão do Poço Rico tentar abrir o marcador. Pouco ameaçado, Renan Rinaldi só trabalhou em chutes de longe ou escanteios.

Primeiro gol e domínio

Leandro Salino marco o primeiro do Baeta

  Em uma das jogadas perigosas do Tupyanmbás pela direita, surgiu o primeiro gol. Matheus Pimenta foi ao fundo, já dentro da área, e tocou para trás. Leandro Salino infiltrou sem marcação e só teve o trabalho te tocar firme, nas proximidades da marca do pênalti, para fazer 1 a 0 para o Baeta, aos 35 minutos.

  Mesmo à frente, o Baeta não diminuiu o ritmo. Aos 46 minutos, quase marcou o segundo, quando Ademilson subiu na pequena área e cabeceou tirando do goleiro. Mas o travessão salvou o Guarani novamente, e o jogo foi para o intervalo com os juiz-foranos vencendo apenas por 1 a 0.

Mais um

Ygor fez um golaço e fechou o placar

  Na volta para o segundo tempo, o Guarani começou mais adiantado, marcando pressão e tentando o gol de empate. Mas com marcação segura, o Baeta não levava sustos. Até os 19 minutos, quando Charles invadiu a área pela esquerda, limpou e bateu firme, mas Renan Rinaldi salvou o Leão do Poço Rico.

  Melhorando no jogo, o Guarani passou a ameaçar nas bolas erguidas na área do Tupynambás. Já o Leão do Poço Rico continuava levando perigo pela direita, mas concluía mal as jogadas. Foi só no fim, quando o jogo já estava ficando perigoso para o time de Juiz de Fora, aos 42 minutos, que veio o alívio. Ygor, que havia entrado na vaga de Núbio Flávio, mandou uma bomba de fora da área e fez 2 a 0 para o Baeta.

Tupynambás 2 x 0 Guarani

Mário Helênio – Campeonato Mineiro

Gols: Leandro Salino aos 35 do 1T; Ygor aos 42 do 2T (Tupynambás)

Árbitro: Enivaldo Lopes da Silva

Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Ricardo Vieira Rodrigues

Cartões amarelos: Lucas Hipólito (Tupynambás); Renato Xavier, Paulo Morais e Magalhães (Guarani)

Tupynambás

1 – Renan Rinaldi

2 – Paulinho

3 – Marcelinho (Halisson)

4 – Felipe Gregory

6 – Lucas Hipólito

15 – Marcel

7 – Léo Salino

8 – Leandro Salino

11 – Matheus Pimenta

10 – Núbio Flávio (Ygor)

9 – Igor Soares (Ademilson)

Técnico: Felipe Surian

Guarani

1 – Leandro

28 – Rodrigo Dias

4 – Paulão

13 – Elder

16 – Magalhães

8 – Alemão

5 – Renato Xavier (Paulo Rogério depois Douglas Santana)

15 – Yuri

10 – Leomir (Ewerton Maradona)

11 – Charles

9 – Pedrinho

Técnico: Gian Rodrigues

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Artes: Toque de Bola e Facebook Tupynambás FC

Deixe seu comentário