Baixa na zaga! Felipe Gregory desfalca Baeta contra URT

Zagueiro Felipe Gregory fraturou o nariz e passou por cirurgia

  O Baeta volta aos treinos com bola nesta quarta, dia 13, após debutar no Mineirão com derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro. E o técnico do Leão do Poço Rico, Felipe Surian, já vai ter que lidar com pelo menos uma alteração obrigatória em sua defesa para o confronto da próxima segunda, dia 18, com a URT, às 19h, em Patos de Minas, na sétima rodada do Campeonato Mineiro.

  Com o nariz fraturado desde o empate em 0 a 0 com o Tombense, no dia 3 de fevereiro, em Juiz de Fora, o zagueiro Felipe Gregory atuou ainda sem corrigir a fratura diante da Raposa. Mas, nesta terça, dia 12, o atleta passou por cirurgia na face para a correção do problema, e não terá condições de jogar diante da URT.

 O atleta chegou já com o Campeonato Mineiro em andamento para defender o Leão do Poço Rico. Assim, não atuou nas rodadas iniciais da competição, diante de Villa Nova, Tupi e Boa.

Opções

  Segundo o chefe do departamento médico do Baeta, Marco Aurélio “Dezoito” Del Papa, a previsão é de que Felipe esteja apto a retornar na oitava rodada, diante do Guarani, no dia 24 de fevereiro. A substituição direta do jogador seria pela volta de Halisson, que atuou nas quatro primeiras rodadas no time titular.

  Mas a esperança da comissão técnica do Baeta é poder contar com mais uma opção para o setor com Marcelinho. O jogador vinha sendo preparado para estrear no Campeonato Mineiro 2019 no último domingo, mas acabou ficando de fora do confronto com o Cruzeiro de última hora.

Marcelinho treinou normalmente, mas sentiu desconforto

Estreia?

  Marcelinho voltou a sentir a região da contusão que o incomoda, na coxa direta, e ainda não permitiu sua estreia pelo Baeta. “Ele treinou normalmente na última semana. Fez todos os movimentos sem dor. Mas quando foi fazer piques longos, sentiu um desconforto. Sem confiança, melhor não forçar e arriscar mesmo. Ele vai trabalhar normal essa semana e, se sentindo bem, estará à disposição do Felipe”, explica Dezoito.     

  Apesar do próximo compromisso do Tupynambás ser apenas na segunda, a semana de treinos do Leão do Poço Rico não será tão longa. Isso porque a viagem para Patos de Minas foi antecipada para sábado, dia 16, dois dias antes da partida, para dar tempo de descanso aos atletas e minimizar os efeitos dos 650km até a Terra do Milho.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Deixe seu comentário