JF Celtics comemora parceria com NBA Basketball School

 

Jefferson Fávero foi o atleta escolhido para representar o JF Celtics no lançamento da parceria

  O JF Celtics anunciou oficialmente, em solenidade na tarde desta segunda-feira, dia 4, uma parceria com a NBA Basketball School, marca referência do basquete no mundo.

   Com a licença concedida pela liga norte-americana de basquete, o JF Celtics passa a adotar, de acordo com os envolvidos, o método de ensino utilizado pela NBA, com novas formas de treinamento, experiências envolvendo a marca, como os “camps”, e produtos licenciados pela liga.

     O coordenador do JF Celtics, Alexandre Willians, vibra com a concretização da parceria: “O sonho de qualquer basqueteiro é a NBA. E nós trazermos um “braço” da NBA para Juiz de Fora é realizar o sonho de qualquer um. Meu, como coordenador, dos treinadores e, principalmente, dos atletas. Eles vão vestir, a partir de agora, um uniforme com a logo da NBA, como os ídolos deles. Isso não tem preço.”

    Projeção

Mesa de autoridades formada para o início da solenidade

  Com a parceria selada, a coordenação do JF Celtics, que afirma contar com 280 atletas, espera atingir o número de 400 em 2019, sempre mantendo o caráter social do projeto. “Nada disso é cobrado. Quem tiver interesse, nos procure. Durante todo o mês de fevereiro, nós estaremos recrutando novos atletas. Estamos de portas abertas para massificar o esporte e montar equipes de qualidade em Juiz de Fora”, diz Willians.

  A sede do JF Celtics fica na Rua Santo Antônio, 141, Centro. Para mais informações, os interessados podem ligar para (32) 99907-4143.

  O que muda?

  A licença concedida pela liga norte-americana de basquete confere ao JF Celtics a utilização do método de ensino desenvolvido por estudiosos do esporte ligados à NBA.  

“Paixão sobressaiu”

Arthur Borelli 

Arthur Borelli, diretor da “Think Sports”, empresa que representa a NBA no Brasil, gostou do que viu no lançamento desta segunda-feira: “Para mim está sendo uma honra visitar todos os cantos do Brasil e todas as cidades nas quais o projeto está sendo implantado. Cada uma tem sua particularidade, mas, em Juiz de Fora, o coração parece que bate mais forte. A paixão aqui é um ponto que sobressaiu em relação a tudo.”

Intercâmbio

   Os treinadores do JF Celtics também sentirão o reflexo das mudanças. A informação é que a cada seis meses profissionais norte-americanos virão ao Brasil aplicar cursos de reciclagem e atualização aos responsáveis técnicos das instituições chanceladas.

   Inteligência emocional

Da esquerda: Arthur Borelli, Alexandre Willians e Luís Cambraia

    Além disso, Luís Cambraiia, diretor da Jogando Pra Valer, licenciada pela NBA Basketball School, tem presença anunciada em Juiz de Fora uma vez por mês para analisar a evolução e adaptação de professores e alunos à nova metodologia.

  “O meu papel aqui, além de acompanhar tecnicamente esse trabalho maravilhoso, é aplicar um trabalho sobre inteligência emocional, algo muito importante para os atletas e para sua mente em formação”.

 

  Diversão, desenvolvimento e valores

  Durante o anúncio da parceria, onde vários atletas do projeto estavam presentes, Arhur Borelli destrinchou a forma como a NBA setoriza cada etapa do aprendizado. “A primeira delas é a diversão. O esporte tem que ser divertido. O segundo ponto diz respeito ao desenvolvimento de habilidades, que é o que a NBA sabe fazer de melhor. O terceiro é o desenvolvimento de valores. Esse sim é o ponto principal do nosso trabalho. Respeito, cumplicidade, ética, enfim, uma infinidade de valores que podem e devem ser trabalhados em todas as seções de treinos. Por fim, o quarto grande pilar é o bem-estar. Entendemos que sendo divertido e tendo desenvolvimento de valores e habilidades, o bem-estar é consequência, seja na escola ou na vida.”

  Unidades mineiras

  Além da unidade em Juiz de Fora, outras 19 instituições foram contempladas com a chancela da National Basketball Association (NBA), como, por exemplo, o Clube de Regatas do Flamengo (RJ). Em Minas Gerais, além de Juiz de Fora, a NBA Basketball School terá vertentes em outras quatro cidades: Belo Horizonte, Poços de Caldas, Uberaba e Uberlândia.

   Dois anos

   A parceria tem a duração, em contrato, de dois anos, podendo ser prorrogada ao final deste  período.

    Trajetória

   De acordo com os seus coordenadores, o JF Celtics surgiu há 11 anos, quando Willians reuniu alguns amigos e sentiu a necessidade de possibilitar a prática do esporte aos jovens de Juiz de Fora. Desde então, possuindo alunos mensalistas e bolsistas, o JF Celtics assegura que mantém o aspecto social do projeto.

 

Texto e fotos: Toque de Bola

 

Deixe seu comentário