Segunda rodada! Villa “redemite” técnico, Tombense bate Atlético e Baeta lidera

Pacheco (com a prancheta nas mãos) não é mais técnico do Villa Nova

  Você já ouviu falar em “redemissão”? Até o fim da segunda rodada do Campeonato Mineiro essa palavra sequer existia, mas o caso do treinador Fred Pacheco veio para mudar essa história.

  Após a derrota para o Tupynambás, por 5 a 1, dentro de casa, na primeira rodada, circulou a informação da demissão do comandante, o que foi desmentido pelo presidente do clube, Márcio Botelho, que manteve Pacheco no cargo.

  No entanto, após a derrota desta quinta-feira, dia 24, diante do América, por 3 a 0, Fred não resistiu à pressão e foi demitido. Dessa vez, sem volta. O América-MG venceu a sua primeira partida no campeonato. Os gols de Júnior Viçosa, Toscano e João Paulo saíram na etapa final.

Terceira rodada

  A terceira rodada do Estadual marca:

  Sábado, dia 26

 18h: Tupynambás  x Boa – Estádio Mário Helênio – Juiz de Fora

 Domingo, dia 27

 11h: Cruzeiro x Atlético – Estádio Mineirão – Belo Horizonte

16h: Villa Nova x Guarani – Estádio Castor Cifuentes – Nova Lima

17h: Caldense x Patrocinense – Estádio Ronaldo Junqueira – Poços de Caldas

17h: América x Tupi – Estádio Independência

17h: URT x Tombense – Estádio Zama Maciel – Patos de Minas

Tu-Tu

  Tupynambás e Tupi voltaram a se enfrentar na elite do Campeonato Mineiro após 49 anos e a partida contou com vários fatores característicos de um clássico. Nas arquibancadas, a torcida de Juiz de Fora deu show. Nos portões do Estádio Mário Helênio, muita confusão por conta do fim dos ingressos – muitos torcedores foram embora sem assistir a partida.

Atlético parou no Tombense e sofreu sua primeira derrota no ano

Em campo, uma expulsão de cada lado: no fim do primeiro tempo, o lateral esquerdo do Leão, Lucas Hipólito, e Marcus Vinícius, meia do Tupi. Um golaço de Geovani, em cobrança de falta, deu ao Baeta a vitória por 1 a 0 e a liderança do campeonato.

Atlético e Cruzeiro

  O Atlético-MG foi até Tombos enfrentar o Tombense. A equipe alvirrubra venceu um time alternativo do Galo, por 1 a 0, conquistando o primeiros triunfo no campeonato. Juan, ex-lateral do Flamengo, marcou no início da segunda etapa, aproveitando rebote de Cleiton.

Raposa conquistou a segunda vitória em dois jogos

 Sem zebra

 O Cruzeiro manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro após vencer o Patrocinense, do técnico Wellington Fajardo, por 1 a 0, no Mineirão. Com gol de David, a Raposa teve dificuldades de chegar ao gol adversário no primeiro tempo. Na segunda etapa, o time celeste desperdiçou inúmeras oportunidades e não fez valer a superioridade técnica.

Mais do interior

  Após um primeiro tempo sem grandes emoções, URT e Caldense fizeram um bom segundo tempo no estádio Zama Maciel, em Patos de Minas. O time de Poços de Caldas saiu na frente com Felipe Baiano, mas os donos da casa empataram com Juninho Potiguar, que fez sua estreia pela equipe. Com uma expulsão no final da partida, a Caldense segurou a pressão da URT nos acréscimos, e ambos saíram com um ponto na bagagem.

 Boa abre 2 a 0, mas…

Classificação do Campeonato Mineiro após a segunda rodada

  Boa Esporte e Guarani empataram em 2 a 2, em Varginha. Nem mesmo o atraso de 35 minutos para o início do jogo, devido à forte chuva na cidade, impediu que a partida fosse movimentada.

  Logo no começo, a equipe de Divinópolis parou no goleiro Renan Rocha, que defendeu a cobrança de pênalti de Pedrinho. O Boa abriu 2 a 0 no primeiro tempo com Jayme e Gustavo, mas o Guarani reagiu após a entrada de Éverton Maradona e buscou a igualdade com gols de Douglas e Pedrinho. Tudo igual no Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo.

 

Confira as fichas técnicas das partidas da segunda rodada do Campeonato Mineiro:

URT 1 x 1 CALDENSE

Estádio Zama Maciel

Gols: Felipe Baiano aos 18 do 2T (Caldense); Juninho Potiguar aos 39 do 2T (URT)

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Auxiliares: Márcio Estáquio Sousa Santiago e Celso Luiz da Silva.

Cartões amarelos: Douglas Maia e Reis (URT); Renan Ribeiro, Rodolfo e Felipe Baiano (Caldense)

Cartão vermelho: Renan Ribeiro (Caldense)

URT: Marcão; Gladstone, Marcus Vinícius e Everton (Juninho Potiguar); Douglas Maia, Djalma Silva, Diogo Orlando, Derli (Rodney) e Cascata (Jonathan); Kaio Wilker e Reis. Técnico: Sidney Moraes.

Caldense: Omar, Lazarini (Carlinhos), Renato, Rodolfo, Edu Pina, Renan Ribeiro, Jean, Felipe Baiano (Joel), Thiaguinho, Leleco e Édipo. Técnico: Ito Roque

 

TOMBENSE 1 x 0 ATLÉTICO

Estádio Almeidão

Gol: Juan aos 4 do 2T (Tombense)

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira

Assistentes: Augusto Magno de Ramos e Breno Rodrigues

Cartões amarelos: Bruninho e Hélio Júnior (Atlético)

Tombense: Felipe, David, Lincoln, Reynaldo e Bruninho; Rodrigo, Lucas Chapecó (Marquinhos), Ortega, Juan (Trindade) e Edson (Abner); Denílson. Técnico: Ricardo Drubscky

Atlético: Cleiton; Carlos César, Martín Rea, Matheus Mancini e Hulk; Neto e Nathan (Igor Reis); Daniel Penha, Bruninho (Hélio Júnior) e Leandrinho; Alerrandro (Felipe Sousa). Técnico: Levir Culpi

 

BOA ESPORTE 2 x 2 GUARANI

Estádio Dilzon Mello 

Gols: Jayme aos 21 do 1T, Gustavo Henrique aos 28 do 2T (Boa Esporte); Douglas aos 18 do 2T, Pedro Felipe aos 29 do 2T (Guarani)

Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva

Assistentes:  Guilherme Dias Camilo e Samuel Henrique Soares Silva

Cartões amarelos: Gabriel Vieira, Edenilso, Chiquinho (Boa Esporte); Douglas (Guarani)

Boa Esporte: Renan Rocha; Chiquinho, Márcio, Fernando, Ferreira; Gabriel (Edenilso), César Sampaio, Kaio (Dênis); Gindré (Rosebergne), Gustavo, Jayme. Técnico: Tuca Guimarães

Guarani: Leandro; Denis (Douglas), Paulão, João Marcos, Magalhães;  Alemão, Renato Xavier, Leomir (Ewerton); Paulo Morais (Yuri), Pedrinho, Charles. Técnico: Gian Rodrigues

 

CRUZEIRO 1 x 0 PATROCINENSE

Estádio: Mineirão

Gol: David aos 42 do 1T

Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães

Assistentes: Marcus Vinícius Gomes e Leonardo Henrique Pereira

Cruzeiro: Fábio; Luis Orejuela, Leo, Murilo e Egídio; Lucas Romero, Jadson e Ariel Cabral (Lucas Silva); Robinho, David (Sassá) e Fred (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Patrocinense: Júlio César; Ângelo, Diego Borges, Betão e Ian Barreto; Bruno Moreno, Arílson, Dedê e Pavani (Tony Galego); Davi Lopes (Fernando) e Felipe Alves (Gabriel Barcos). Técnico: Wellington Fajardo

 

AMÉRICA 3 x 0 VILLA NOVA

Estádio: Independência

Gols: Júnior Viçosa aos 19 do 2T, Marcelo Toscano aos 35 do 2T; João Paulo aos 41 2T (América)

Árbitro: Felipe Fernandes da Silva

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Pablo Almeida Costa

Cartões amarelos: Eurico (Villa Nova); Luís Felipe, Matheusinho e Roger Bernardo (América)

América: Fernando Leal, Leandro Silva, Diego Jussani, Paulão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho (Morelli) e Matheusinho; Neto Berola (Felipe Azevedo), Marcelo Toscano e Júnior Viçosa (Jonatas Belusso). Técnico: Givanildo Oliveira

Villa Nova: Georgemy, Luís Felipe, Rafael Vitor, Batista e Eron (Danilo); Roger Bernardo, Eurico (Pinguim), Ramires e Diney; Elias e Hiwry (Felipinho). Técnico: Fred Pacheco

 

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento, estagiário, com informações das agências e sob supervisão de Wallace Mattos

Fotos: Facebook Villa Nova AC; Bruno Cantini/Atlético; Vinicius Silva/Cruzeiro

Arte: Toque de Bola, com informações da Federação Mineira de Futebol

Deixe seu comentário