Mistério! Tupi fecha treino no Mário Helênio antes da estreia

Imprensa aguardou no hall de entrada do Mário Helênio

  Sem querer revelar os segredos de seu time na questão que mais o preocupa, o técnico do Tupi, Aílton Ferraz, decidiu fechar o único treino do Tupi no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio na manhã desta quarta, dia 17. Após a atividade, o comandante carijó justificou a medida, dizendo que era necessária por conta de trabalhos de posicionamento em bolas paradas.

  A questão é a maior preocupação de Ferraz para a estreia no Campeonato Mineiro, domingo, dia 20, contra o Tombense, no Mário Helênio. “Até agora, tomei três gols de cabeça na minha carreira, em quatro anos. Um contra o Nacional, um contra o Volta Redonda e um quando eu estava no Brasiliense. Isso me preocupa muito, quando se começa a tomar gol de cabeça em bolas paradas. Trabalhamos nesse treino, vamos trabalhar até o sábado isso”, disse o técnico, citando os dois jogos-treino da pré-temporada do Tupi.

Satisfeito

  Aílton ficou satisfeito com a atividade e o desempenho de seus comandados. Mas o time ainda não está da maneira que o comandante carijó quer. “Saio um pouco satisfeito, ainda não é o ideal, mas estamos chegando lá. Marcamos o tempo todo homem a homem. Quando a bola ia para o outro lado, ninguém largava o seu. Isso que cobro deles. Então, foi bom” define.

Quando a entrada foi liberada, o treino já havia acabado

  Os jogadores sabem da importância das bolas paradas durante os jogos, como diz o goleio Vilar. “A bola parada, seja em amistosos ou em jogos de competição, é decisiva. Temos que estar bem alertas. Acabamos tomando um gol de bola parada contra o Volta Redonda, logo no primeiro amistoso, e isso não pode se repetir, pois ela define partidas”, considera o arqueiro do Carijó.

O time

  Mesmo com a proibição do acesso da imprensa ao treinamento, pela apuração do Toque de Bola, o time de Aílton Ferraz está praticamente definido. A única dúvida seria no meio de campo. O meia Leandro Brasília vem realizando trabalhos específicos de recondicionamento muscular e treinando separadamente, mas pode pintar na equipe.

  Assim, o Tupi deve estrear no Campeonato Mineiro 2019 com: Vilar, Afonso, Aislan, Arthur Sanches e Emerson; Fábio Henrique, Eduardo Nardini e Vitinho (Leandro Brasília); Gabriel Costa, Marcus Vinícius e Anderson Chub.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário