Farpas! Surian fala em soberba carijó. Aílton se irrita e diretoria nega

Clima ameno entre os dois comandantes se quebrou

  O clima ameno e de troca de gentilezas entre Tupi e Tupynambás que predominou entre as equipes antes da organização do Tu-Tu de quarta, dia 23, parece ter acabado. Logo após sua vitória por 1 a 0 no clássico, na coletiva pós-jogo, o técnico do Baeta, Felipe Surian disparou contra a direção do Carijó.

  Segundo Surian, atitudes de alvinegros antes da partida motivaram sua equipe. “Claro que apimenta mais. Você via o Marcel colocando os caras pra cima. O próprio Léo Salino, o Leandro. Isso contagiou. Principalmente no momento que perdemos um atleta”, disse o treinador.

Soberba

  “A gente viu um pouco de soberba até mesmo quando chegamos no Estádio Municipal. Mas é normal pelas pessoas que estão do lado de lá dirigindo. Vocês conhecem. Não vou fazer aqui um tumulto, mas vocês sabem quem dirige. Estavam achando que é festa. Futebol é sério. E não estou vendo algumas situações da parte de lá”, desabafou Surian.

 “Molecagem”

  Respondendo às afirmações do treinador do Baeta, o comandante do Alvinegro de Santa Terezinha, Aílton Ferraz, disse ver maldade nas palavras do adversário. “Acho que ele usou uma fala maldosa. Respeito muito o Surian, mas agora ele tem que provar. Ele tinha que estar feliz pela vitória dele. Não colocar situações que não houveram. Isso para mim é molecagem. Se ele não provar, não respeito mais ele. Isso não aconteceu e onde eu passar jamais vai acontecer”, garantiu o treinador do Tupi.

Negativa

  O diretor de futebol do Carijó, Nicanor Pires, também negou qualquer tipo de animosidade antes do confronto com integrantes da delegação alvirrubra. “Não teve isso. Fui lá, falei com todos, com o Alberto (Simão, diretor de futebol do Tupynambás), o Salino, o Glaysson, enfim. Tenho amigos lá. Não há razão, e vocês não vão ver atitudes nossas de animosidade com nenhuma equipe”, declarou o cartola.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola e Divulgação

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário