24 out 2018

Tupi e Baeta entram em rota de colisão, estudam clássico e avaliam encontro



  Tupynambás e Tupi enviaram representantes para a reunião arbitral realizada na tarde desta terça, dia 23, em Belo Horizonte, na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), para as primeiras definições sobre o Campeonato Mineiro 2019.

  Mas o torcedor juiz-forano vai ter que aguardar um pouco mais para saber quando o clássico local na elite do futebol de Minas Gerais será realizado no ano que vem.

  Ainda não foi desta vez que a tabela básica da competição foi formulada, apesar da duração – entre 19 de janeiro e 21 de abril – do torneio estar definida. As maiores novidades do encontro foram a implementação do árbitro de vídeo (VAR) a partir das semifinais do Estadual e a possibilidade de inscrição de atletas durante toda a competição.

Proposta na mesa

  A primeira rota de colisão entre Tupi e Tupynambás já está traçada. Ambas as equipes apontaram o mando de campo nos mesmos dias e horários para seus jogos no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Tanto o diretor de futebol do Carijó, Nicanor Pires, como o gerente executivo de futebol do Baeta, Alberto Simão, colocaram as quartas-feiras, às 20h, e os domingos, às 11h, para sediar seus confrontos em Juiz de Fora. Assim, uma adequação caso haja partidas de uma mesma rodada na cidade será necessária.

  Quanto ao clássico juiz-forano, mesmo ainda sem uma previsão de data, a proposta do Tupynambás está na mesa, como explica o representante do Baeta e Alberto Simão. “Conversamos sobre o jogo e nossa sugestão é que a gente faça um contrato de dois anos (cada equipe seria o mandante em uma das temporadas) e administremos o confronto juntos. Dividindo os custos e a renda das partidas conjuntamente, assim como trabalharíamos a promoção do clássico”, deseja.

Aguardando

 Pires sinalizou positivamente, mas aguarda uma conversa futura para definições sobre o clássico. “Tive uma conversa rápida com o Alberto no arbitral. Acredito que podemos chegar a um denominador comum. Ainda não sabemos se o mando vai ser do Tupi ou do Tupynambás, mas as duas equipes vão fazer de tudo para ser um grande espetáculo para Juiz de Fora. A rivalidade fica dentro de campo, com os jogadores batalhando pela sua camisa, e a gente lutando fora para que a cidade seja beneficiada com um grande jogo”, projeta.

  Nicanor destacou a mudança na exigência da capacidade dos estádios para as quartas de final e a novidade do VAR. “A partir dessa fase, os jogos só poderão acontecer em locais com capacidade para mais de 10 mil pessoas. Um fator interessante, em uma partida mais decisiva de mata-mata, os classificados jogarem em um estádio com mais condições. O VAR é interessante. Minimiza a possibilidade de erros de arbitragem e faz com que o resultado possa ser mais justo”, acredita.

Fórmula mantida

  Além da manutenção da fórmula de disputa de 2018, seguido o Estatuto do Torcedor, Simão destacou os avanços de 2018. “Avançamos em alguns aspectos como o uso do VAR, e a possibilidade de realização de partidas da competição fora do país com a concordância de ambos os clubes, por exemplo”, considera.

  Para a utilização do VAR, que terá os custos de cercar de R$ 40 mil bancados pela FMF, a entidade estadual vai depender de profissionais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), já solicitados. Os estádios também passarão por vistorias e homologação para poderem receber os equipamentos do sistema de árbitro de vídeo.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Arte: assessoria Federação Mineira de Futebol – Divulgação


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


09 nov 2018
Cesta! Encontro na Faefid e semifinal da Liga agitam basquete em JF

09 nov 2018
Pedido de ajuda! Tupi Futsal faz evento para levantar fundos

08 nov 2018
Em quadra! Pautando o Esporte traz Tupi Futsal e tradição da modalidade

08 nov 2018
Centenária! Liga de Futebol de JF é destaque no Pautando o Esporte

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse