Fala, campeão! Bombadinho “desencanta”, Hoffmann é coroado e Agrelle emplaca sena


07 ago 2018

 

Público fez uma grande festa na tarde e noite na faculdade Suprema, na festa de chegada e premiação do rallye

O Suprema Ibitipoca Off Road 2018 marcou de diferentes formas os competidores, e emocionou os campeões de diversas maneiras. Nas principais categorias da prova, quem chegou na frente resume o sentimento dos que encararam os dois dias de trilha e aventura pela região entre Juiz de Fora e Lima Duarte.

   Este ano, foram 500 motos, em 14 categorias, e 60 carros, em cinco modalidades, reunidas na trilha, com festa de chegada e premiação na tarde e noite de domingo, dia 5, na Faculdade Suprema.

 Coordenadores do evento, Manoel e o filho Thiago Resende admitem que a chuva forte na véspera e na largada da prova preocuparam, mas as alternativas encontradas para o primeiro dia e o tempo firme no segundo dia garantiram mais uma edição de sucesso. ”Deu mais trabalho, sim. Fizemos reuniões extraordinárias ao longo da semana passada com toda a equipe responsável pela prova. O resultado, porém, agradou em cheio e pudemos perceber novamente que os competidores chegaram bastante satisfeitos com os desafios lançados ao longo do percurso”. 

“Bomba” brilha

 

Bombadinho conquista pela primeira vez o título master nas motos

 Campeão da categoria Master das motos, o curitibano Emerson “Bomba” Loth comemorou a primeira vitória depois de alguns anos batendo na trave. “Vou guardar com muito carinho este ano. Já venho buscando essa vitória tem tempo. Venci outras provas e o Ibitipoca vinha se tornando um desafio. Sempre vinha, ganhava o primeiro dia e tinha algum problema no segundo. Desta vez deu tudo certo, nos dois inteiros e eu em primeiro. Desencantei e espero que venha mais”, deseja.

 

Nível nacional

  Campeão Brasileiro no último mês, o piloto do Divinópolis, Fábio Amaral, conquistou também o Mineiro com a vitória no IOR 2018 na categoria Brasil e destacou a importância da prova no cenário nacional. “Deu tudo certo. Dois dias de prova show de bola. Nada a reclamar, e é um título muito importante em um dos enduros mais importantes do país”, define.

Sandro Hoffmann, maior vencedor em 29 anos do IOR, é cumprimentado por Saulo Santana, Diretor da Prova de Motos

  Na divisão Sênior das motos, Sandro Hoffmann, de Venda Nova do Imigrante, no Espírito Santo, levantou seu 14º troféu do IOR e quer mais. “Esse ano vim na Sênior em comemoração a vinte anos que andei nela pela primeira vez. Ano que vem estarei aqui, só não sei a categoria. Tive a oportunidade de ser campeão brasileiro no dia 28 de julho e agora fui coroado no Ibitipoca, que tem um peso igual ou maior do que o Campeonato Brasileiro”, exalta.

Nos carros

  A dupla campeã na principal divisão dos carros, a Master, foi formada de última hora e teve a volta de um dos grandes vencedores do IOR. O piloto juiz-forano Pedro Agrelle subiu no lugar mais alto do pódio pela sexta vez, tendo nesta edição o navegador de Chapecó, Santa Catarina, Roberto “Betão” Spessatto, a seu lado.

 

Pedro Agrelle e Roberto Spessatto: dupla campeã na master dos carros do IOR 2018

 Segundo o piloto, a vitória vai servir para embalar seu retorno às competições. “É indescritível. Fiquei três anos fora das corridas e dois anos fiz parte da organização. Esse ano estou voltando a andar novamente. É a terceira prova que disputo no ano. Betão veio lá de Chapecó para navegar a gente e deu tudo certo. Agora é continuar andando para voltar ano que vem”, projeta.

  Betão comemora o sucesso da parceria de primeira. “Entrosamento perfeito. Primeira vez juntos, começamos com o pé direito. Bela prova. O Ibitipoca está de parabéns e nós muito felizes”, festeja.

Chuva de trilha boa

  Na divisão Feminina do IOR existe uma mulher a ser batida: Késsia Pires Tristão. A capixaba de Venda Nova do Imigrante fatura mais um troféu na prova e aprova as condições sob as quais a disputa ocorreu. “Quinto título, estou muito feliz. A chuva deu uma apimentada na prova. Muito bom”, comemora.

  Também pela quinta vez no IOR no alto do pódio, desta vez na Over 40, Dário Julio Lopes, de Lavras, destaca a chuva e as trilhas usadas em 2018. “Esse ano foi um pouco diferente. A chuva trouxe um elemento de habilidade a mais, e a prova não deixou de ser o enduro mais charmoso do Brasil. Essa prova é fantástica. Faço desde 2001 e não me canso de fazer. Usamos trilhas que passamos há muitos anos atrás esse ano. Já estou pensando nas que iremos usar em 2019”, projeta.

CAMPEÕES 29º SUPREMA IBITIPOCA OFF ROAD

Pódio das motos master: pela primeira vez no IOR, Bombadinho supera tetracampeão Jomar Grecco

MOTOS

CATEGORIA MASTER: Emerson Loth Bomba – Curitiba (PR)

SÊNIOR: Sandro Hoffmann – Venda do Imigrante (ES)

OVER 45: Eduardo Salvarani – São João Nepomuceno (MG)

DUPLA JÚNIOR: Helder (choco)/Wanderson (Del) – Rio de Janeiro (RJ)

DUPLA GRADUADO: Guilherme Oliveira do Bonfim/Marco Túlio Faria – Nova Serrana (MG)

NOVATO:  Joelson Pereira – Nova Friburgo (RJ)

JÚNIOR:  Juracy de Souza Júnior- Ubá (MG)

DUPLA OVER 35: Clóvis Valle/Leandro Trindade – Petrópolis (RJ)

OVER 50: Edson de Castro Maciel – Lagoa da Prata (MG)

DUPLA NOVATO: Tony Pires da Silva/Matheus – Cordeiro (RJ)

ESTREANTE: Yago Alves Barreto Marques – Santos Dumont (MG)

OVER 40: Dário Júlio – Lavras (MG)

CATEGORIA BRASIL: Fábio Coelho Amaral – Divinópolis (MG)

OVER 55: George Parik – Jandira (SP)

FEMININO: Késsia Pires Tristão – Venda do Imigrante (ES)

PAIS E FILHOS: Adriano Roberto Freitas/Fábio Carvalho de Freitas – Varginha (MG)

ACESSE AQUI RESULTADO COMPLETO MOTOS Ranking_Todas_IBITIPOCA2018MOTOS

 

Pódio das duplas Master dos carrros

CARROS

CATEGORIA MASTER:

Pedro Agrelle/Roberto Spessatto – Juiz de Fora (MG)

GRADUADO:

Leonardo Lanziotti/Priscila Nogueira – Belo Horizonte (MG)

TURISMO:

Paulo Renato/Lucca Ribeiro – Juiz de Fora (MG)

TURISMO LIGHT:

Jackson Rodrigues/Rodrigo Isidoro – Juiz de Fora (MG)

PASSEIO PAIS E FILHOS:

Kleber Santana/Enzo Santana – Guarulhos (SP)

CLIQUE AQUI RESULTADO COMPLETO CARROS_IBITIPOCAOffRoad2018

 

Texto:  Misto Quente Comunicação (Wallace Matttos e Ivan Elias)

Fotos: Angelo Savastano Photo Sports

 


Voltar
error: Conteúdo protegido.