Cataguases presente no IOR!

Na tradição do um conta para o outro, o outro passa adiante e todos terminam participando do Ibitipoca Off Road. Uma turma de Cataguases vai se jogar nas trilhas da prova esse ano. São 14 competidores vindos da cidade vizinha da Zona da Mata, entre os quais há experientes e iniciantes.

Espécie de capitão da tropa, Acácio Morais corre pela 11ª vez o IOR. Segundo ele, o time da Alternativa Moto Peças está animado. Além de Acácio, que corre na categoria Sênior, participam Rodrigo Barbosa (Over 40), Eduardo Farage (Júnior) e Rony Marciel (Júnior). Já Felipe do Bem, Filipe Dutra, João Santos, Rafael Oliveira, Ely Carraro, Edimar Marcon, Paulo Ferreira, Gustavo Leite, Rodrigo Cruz e Rodrigo Medina disputam a divisão Novatos.

Expectativa em alta

Participando pela primeira vez do IOR, Rony descreve o que espera da prova. “Estou muito ansioso. Tudo que ouvi a respeito do IOR é ser bem organizado, com trilhas pesadas e longas. Estou bem preparado para este desafio e espero poder voltar outros anos”, deseja. Mais experiente e com melhor resultado no grupo, Rodrigo Barbosa revela: “Estou indo para o meu 11º Ibitipoca. Ano passado terminei em terceiro na Over 40 e a expectativa para 2018 é me manter entre os cinco da categoria porque é uma categoria muito forte e com bons pilotos”.

Fala, turma!

Acácio Morais, categoria Senior: “este será o meu 11º ibitipoca. O ano passado foi na categoria Junior, ficando em terceiro no primeiro dia. Com o radiador furado, terminei a prova em 13º. Este ano, correndo numa categoria mais forte, sei que as dificuldades são maiores, mais quero ficar entre os cinco primeiros da categoria, este é meu objetivo.”

Eduardo Farage, categoria Dupla Junior: “estou no meu sexto Ibitipoca, ano passado corri na categoria dupla Junior com Filipe do Bem. Tivemos um problema de pneu furado e optamos por abandonar o segundo dia da prova quando estávamos entre os dez primeiros no primeiro dia. Este ano, vou com mais experiência e com minha nova dupla, Gustavo Leite. nosso objetivo é terminar entre os cinco primeiros. Queremos pódio em 2018!”

Rafael Oliveira, categoria novato: “corro pela terceira vez o Ibitipoca. Nos outros anos, sempre fiz na categoria Dupla Junior. Este ano vai ser o primeiro na categoria novato. Sei da responsabilidade de competir numa prova deste porte e espero alcançar meu objetivo no final do segundo dia da competição. Foi o Ibitipoca que me fez apaixonar pelo esporte. Minha expectativa é, em primeiro momento, completar e, com muita garra, ficar entre os dez primeiros.”

Rodrigo Oliveira, categoria Dupla Junior: “este é meu segundo ano, este ano com meu dupla Edmar (Ed Cross). Vamos para conquistar o pódio. Ano passado, fui e deu para sentir o quanto é difícil a prova. A maior dificuldade para mim foi a distância. O desafio é grande, mas a equipe esta  motivada e vamos como uma família, um ajudando o outro. Este é o espírito do off road para mim.”  

Filipe do Bem, categoria Novato: “será meu terceiro Ibitipoca. Ano passado fui na Dupla Junior com Eduardo Farage. Tivemos que abandonar o segundo dia. Este ano vai ser meu primeiro ano na categoria novato. Agora vai ser uma corrida solo, que só depende de mim. Sei das dificuldades técnicas da prova e estou preparado para enfrentar. Ibitipoca é, para mim, o melhor evento do ano neste esporte. A equipe de Cataguases esta muito motivada e confiante. Minha expectativa é terminar entre os dez primeiros da categoria, mas se der, quero pódio em 2018!” 

Edimar Marcon, categoria Novato: “vai ser meu primeiro Ibitipoca e também a primeira vez que vou planilhar. Espero, em primeiro momento, me encontrar na prova entre as inúmeras referencias. Minha expectativa, por ser uma prova longa, é nesta primeira experiência terminar a prova. Quem sabe ficar entre os dez primeiros?”

Rodrigo Costa categoria Novato: “este é meu terceiro Ibitipoca. Ano passado corri na categoria Dupla Junior. No primeiro dia, ficamos em 13º. Mas, no segundo, meu dupla machucou o pé, ele teve que abandonar, e eu consegui terminar a prova. Para este ano, vou na categoria novato e quero terminar entre os dez primeiros da categoria. Já conheço as características da prova e estou preparado para o desafio. O Ibitipoca Off Road representa uma das melhores prova do Brasil.”


Voltar
error: Conteúdo protegido.