28 jul 2018

Tupi x Joinville: briga de foice no escuro do Z2



Joinville e Tupi empataram em 1 a 1 no primeiro turno do grupo C, em Santa Catarina

  Não é a que o torcedor gostaria, nem a que os jogadores projetavam e nem a que a diretoria planejou, mas o Tupi tem uma decisão neste sábado, dia 22, às 16h, contra o Joinville, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Os dois são os últimos colocados do grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro, e uma vitória será determinante para a permanência de quem consegui-la na Terceira Divisão, assim como uma derrota torna a missão de se segurar mais difícil ou quase impossível.

  Por isso, o confronto tem mais elementos que só os atletas em campo e a bola. Vai ser uma verdadeira briga de foice entre os integrantes do Z2. “Vai ser sim. Não é só de foice não. É facão, é tudo que você quiser colocar em um momento desses. Vou estar ligado ali fora. Gritar o tempo todo, incentivar. Buscar minha primeira vitória dentro de casa, já que a estreia foi fora e com derrota”, deseja o técnico do Tupi, Aílton Ferraz, citando o revés por 3 a 1 para o Luverdense na última rodada.

Com a ajuda de todos

   Para Ferraz, o importante nesse momento é a união para que o Tupi possa conseguir a vitória e deixar a zona de rebaixamento. “O futebol, quando está em um momento como esse, cada um faz sua parte. A Prefeitura está fazendo a parte dela, cedendo mais um dia o campo para treino. A diretoria está fazendo a dela. Agora temos que faze a nossa. Temos por obrigação vencer a partida em casa”, afirma o treinador.

  Nessa união de forças, Ferraz considera o torcedor, que vem demonstrando apoio nas redes sociais, fundamental. “Espero que a torcida nos ajude, como ajudou várias vezes em minha passagem anterior. Se ela pegar essa ideia junto, vamos conseguir sair. O torcedor é fundamental. Eles não têm culpa de nada, nós quem colocamos o Tupi nessa situação. Mas para sairmos, precisamos do apoio geral. Transferir essa corrente que vemos nas redes sociais para o dia da partida”, pede Aílton.

Rodrigo Dantas deve ter nova chance no meio campo carijó

Modificações e correções

  Além de contar com essa corrente positiva, o técnico alvinegro trabalhou para corrigir os erros que identificou diante do Luverdense. “A cobrança foi muito dura. Viram a importância de ver vídeo, de estarem juntos para sair dessa situação. Vamos pegar um time qualificado e com o qual está acontecendo o mesmo do que conosco: sai de qualquer jeito e acaba levando gols. Também faltou jogarmos com mais intensidade. Não mando meus jogadores baterem, mas terão que jogar mais forte”, deseja.

  Nas modificações testadas na equipe, além da volta natural do lateral-esquerdo Magalhães que não atuou em Lucas do Rio Verde por estar suspenso, o meio de campo teve as principais mudanças. Apesar de não ter adiantado os titulares, Ferraz se mostrou insatisfeito com o esquema com três zagueiros no qual o Tupi começou contra o Luverdense. O treinador também quer um pouco mais de qualidade e rapidez na saída de bola. Assim, os meias Rodrigo Dantas e Diego Luís devem iniciar a partida.

Do outro lado

 A exemplo do Tupi, o Joinville trocou de técnico recentemente, com Pedrinho Maradona assumindo interinamente na vaga deixada por Márcio Fernandes. A estreia do atual treinador do JEC, que antes comandava o time sub-20, foi contra o Botafogo-SP, em casa, no dia 22, quando o time catarinense perdeu por 2 a 0.

  Sem poder contar com os atacantes Eduardo, contundido, e Michel Schimöller, suspenso, a maior novidade para o confronto com o Tupi deve ser a presença do jovem Madson. A principal dúvida de Maradona é como escalar a revelação catarinense. Com a entrada do garoto, Breno ou Jean Lucas disputam uma vaga no time principal.

Classificação do grupo B da Série C

Vencer e torcer

  Para sair da zona de rebaixamento, o Tupi precisa vencer o Joinville neste sábado, mas não depende só desse resultado para permanecer fora da área de degola ao fim da rodada. O Ypiranga não pode bater o Cuiabá, em Erechim, no domingo para o Carijó ficar até a 17ª rodada acima do Z2. Se empatarem ou perderem, os juiz-foranos torcem por uma derrota dos gaúchos para pelo menos manter sua distância atual da saída da penúltima colocação.

  Já o Joinville tem uma situação mais desesperadora do que a do Tupi. Os catarinenses precisam vencer para se manter com chance de escapar. Caso o jogo de Juiz de Fora empate, e o Ypiranga vença, o JEC estará matematicamente rebaixado, assim como se perder e os gaúchos conseguirem pelo menos um ponto contra o Cuiabá.

A 16ª rodada do grupo B da Série C

Ingressos mais baratos

  Os ingressos para Tupi x Joinville baixaram de preço para atrair maior número de torcedores ao Mário Helênio e custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia para estudantes e maiores de 60 anos com documentação comprovante da condição. Menores de 12 anos acompanhados de responsável e com documentos não pagam.

  As entradas estão à venda da sede social do clube (Rua José Calil Ahouagi, 332, Centro) e no posto da Liga de Futebol de Juiz de Fora (Calçadão da Rua Halfeld, em frente ao Banco do Brasil) das 9h até o meio-dia de sábado. Após esse horário, só poderão ser adquiridas nas bilheterias do Mário Helênio a partir das 15h.  

Tupi x Joinville

Estádio Municipal Radialista Mário Helênio – 16h

Tupi: Vilar, Rodrigo Dias, Sidimar, Diogo e Magalhães; Marcel, Rodrigo Dantas (Léo Costa), Diego Luís (Fábio), João Willian e Potita; Reis. Técnico: Aílton Ferraz

Joinville: Matheus; Saile, Filipe Costa, André Baumer e Alex Ruan; Tiago Ulisses, Kadu, Madson, Zotti e Jean Lucas (Breno); Rafael Grampola. Técnico: Pedrinho Maradona

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Artes: Toque de Bola com informações da CBF

Fotos: Facebook JEC e Nina Proton/Tupi FC


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2018
Gasparette confirma candidatura e quer futebol de volta no Sport

23 out 2018
Campeonato Mineiro mantém fórmula e tem VAR a partir das semi

22 out 2018
Com ‘ex-juizforanos’! Final da Segundona Mineira começa quarta

22 out 2018
Quando será o Tu-Tu? Resposta sai no arbitral do Mineiro desta terça

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.