01 jul 2018

Dia do outro Índio! Em Ponta Grossa, Tupi perde por 2 a 0



 

Índio (esq) corre para comemorar o primeiro gol do Fantasma

  Por ironia do destino, o Tupi foi vítima do Índio no domingo, dia 1º, no Paraná. Jogando contra o Operário-PR, em Ponta Grossa, a equipe de Juiz de Fora foi derrotada por 2 a 0 com o volante de apelido sugestivo abrindo o placar e o atacante Erick completando o marcador. Na próxima rodada, o Carijó recebe o Cuiabá, no Mário Helênio, no sábado, dia 7, às 16h, pela 13ª rodada da Série C precisando vencer para não voltar a se preocupar com a zona de rebaixamento do grupo B.

  Com o volante Léo Salino suspenso e confirmando os testes que realizou durante a semana, o técnico Eugênio Souza escalou um Tupi diferente em Ponta Grossa. Marcel entrou na cabeça de área, enquanto Rodrigo Dias barrou Afonso na lateral-direita. Na linha de meias, João William ganhou chance na vaga de João Vítor.

Pressionado e atrás

  O Fantasma começou pressionando o Tupi, buscando abrir o placar logo no início. Já o Carijó tentava se segurar de todas as maneiras e sair em velocidade, principalmente com as arrancadas de Paulinho pela esquerda. Aos 16 minutos, a pressão do Operário deu certo. O lateral-direito Léo cruzou e, após bate-rebate na defesa juiz-forana, Índio aproveitou e tocou para fazer 1 a 0.

  Atrás no placar, o Tupi tentou sair mais para o jogo, mas esbarrou nos erros já no início das jogadas. Já o Operário ia se aproveitando das retomadas de posse e fez o goleiro Vilar trabalhar algumas vezes. No fim do primeiro tempo, o Carijó se soltou um pouco mais, mas não teve chances claras de empatar, e a vantagem mínima dos donos da casa foi para o intervalo com eles.

Classificação do Grupo B da Série C do Brasileiro

Castigo no fim

  Na volta do intervalo, o Tupi adotou postura mais agressiva em busca do empate. Aos 13 minutos, o centroavante Patrick recebeu do lateral-esquerdo Magalhães e bateu, mas Simão fez defesa firme, no primeiro – e único – bom momento do Carijó em termos de finalização em toda partida.

  Todo à frente para tentar o empate, o Tupi cedeu espaços atrás. A zaga alvinegra e o goleiro carijó Vilar salvaram os juiz-foranos em chances em sequência dos donos da casa até os 39 minutos. Foi quando Erick escorou cobrança de escanteio e fez 2 a 0 dando números finais ao jogo e a vitória ao Fantasma.   

 

OPERÁRIO-PR 2 X 0 TUPI

Estádio Germano Krüger – 01/07/2018

Público: 3443 (3163 pagantes)

Renda: R$ 43.820,00

Operário-PR

1 – Simão

2 – Léo

3 – Alisson

4 – Sosa (Rodrigo aos 4 minutos do segundo tempo)

6 – Peixoto

5 – Chicão

8 – Índio

11 – Cleyton

10 – Robinho (Xuxa aos 25 minutos do segundo tempo)

7 – Lucas Batatinha (Erick aos 34 minutos do segundo tempo)

9 – Bruno Batata

Téc.: Gerson Gusmão

Tupi

1 – Vilar

2 – Rodrigo Dias

3 – Sidimar

4 – Mateus

6 – Magalhães

5 – Léo Costa (Andrey aos 21 minutos do segundo tempo)

8 – Marcel

10 – Diego Luís (João Vítor no intervalo)

7 – João William

11 – Paulinho (Potita aos 21 minutos do segundo tempo)

9 – Patrick

Téc.: Eugênio Souza

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Arte: Toque de Bola com informações do Futebol Interior 

Foto: Facebook Operário Ferroviário Esporte Clube


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 out 2018
Voltando a rolar! Copa Toque de Bola retorna para agitar a garotada

18 out 2018
Superliga masculina 2018/2019: veja tabela, novidades e projeções

18 out 2018
Primeiro Tu-Tu! Times de JF na elite mineira se reúnem com a SEL

18 out 2018
Tupynambás: objetivo é manter-se na elite do Campeonato Mineiro

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.