11 jun 2018

De volta para a briga! Após deixar Z2 para trás, Tupi mira o G4



Patrick (2), Sidimar e João Vítor marcaram para o Tupi sábado

  A goleada de 4 a 1 sobre os gaúchos do Ypiranga no sábado, dia 11, tirou o Tupi da zona de rebaixamento do grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro e fez o time poder sonhar em voltar à briga pela classificação ao mata-mata do acesso.

  Segundo o técnico do Tupi e seus jogadores, embora a preocupação com o Z2 ainda esteja presente, o returno da chave é hora de ir em busca do G4. “Esse jogo (contra o Ypiranga) era um divisor de águas. Uma derrota nos deixaria muito para baixo. Já a vitória nos coloca na disputa lá em cima”, explica Eugênio.

De grão em grão

  O capitão e zagueiro Sidimar considera que a cada confronto o Carijó tem que se dedicar igualmente. “Passo a passo, jogo a jogo, temos que avançar. Não podemos pensar em algo que ainda não está em nosso alcance. Mas temos que buscar os pontos para conquistar nosso objetivo principal que é a classificação”, deseja.

  Especialmente feliz, Sidimar comemorou seu primeiro gol nessa Série C no jogo de sábado. “Fico muito feliz pelo gol e por ter ajudado minha equipe. Saiu em um momento importante da partida, no qual tínhamos sentido a perda de um pênalti. Já estava na hora também de balançar as redes para comemorar com os amigos e família”, alegra-se.

O camisa 9, Patrick, comemora seu primeiro gol no sábado

Mais dois

  Outro jogador que deixou o gramado do Mário Helênio mais do que satisfeito no fim de semana foi o centroavante Patrick. “Estou muito feliz em fazer gols e poder ajudar o Tupi. Me esforço para melhorar todos os dias. Não podemos deixar de trabalhar, mesmo em horas difíceis. Agora, estou vivendo meu

melhor momento pelos gols e partidas que venho fazendo e espero continuar assim”, deseja.

  O comandante carijó também destaca a evolução de seu camisa 9, e espera que ele continue no mesmo caminho. “A gente vem orientando muito o Patrick em relação à sua parte física. Ele sabe fazer gols, procura o gol, é finalizador. Mas tem que estar bem para jogar, como qualquer atleta. Ele me lembra muito o Cláudio Adão, com quem joguei. Mas tem que ter ambição. É ele se condicionar cada vez mais, se dedicar como vem fazendo, para poder ajudar a equipe sempre”, projeta.

Jogo do alívio

  Na partida de sábado, o Tupi abriu o placar aos 28 minutos do primeiro tempo com Patrick, mas acabou tendo dificuldades para fazer o segundo gol antes do intervalo. O camisa 9 só conseguiu ampliar aos 12 do segundo tempo.

  O Carijó desperdiçou um pênalti com Diego Luís aos 26 da segunda etapa, e a partida poderia ter se complicado. Mas, Sidimar marcou aos 28. Nem mesmo o gol do Ypiranga, de Paulinho, aos 37, ameaçou a vitória do Tupi que ainda fechou a goleada aos 38, com João Vítor.

Na próxima rodada, o Tupi vai a Tombos

Fora da zona

  Para o técnico Eugênio Souza, o time respondeu às orientações no intervalo e consolidou a vitória. “Acabamos, depois de fazer 1 a 0, recuando muito e não conseguindo matar o jogo em contra-ataques. Tornou-se um jogo perigoso. Foi cobrado e orientado no intervalo, eles voltaram com postura diferente e conseguimos os gols”, explica.

  A vitória garantiu a saída do Tupi do Z2 sem depender de outros resultados. Na próxima série de jogos, o Carijó enfrenta o Tombense e precisa da vitória para voltar de vez para a briga pelo G4.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos com entrevistas concedidas à Rádio Globo

Fotos: Nina Proton/Tupi FC

Arte: Toque de Bola

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


09 nov 2018
Cesta! Encontro na Faefid e semifinal da Liga agitam basquete em JF

09 nov 2018
Pedido de ajuda! Tupi Futsal faz evento para levantar fundos

08 nov 2018
Em quadra! Pautando o Esporte traz Tupi Futsal e tradição da modalidade

08 nov 2018
Centenária! Liga de Futebol de JF é destaque no Pautando o Esporte

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse