Após reação no Mineiro, Tupi procura manter destaques de contrato curto no Brasileiro

Nicanor Pires garante que clube vai buscar a permanência de jogadores que estão agradando no Mineiro e têm contrato de menor duração

  Se depois da quinta rodada do Campeonato Mineiro a preocupação maior do torcedor do Tupi era com a possibilidade de queda, com a reação do time, que ocupa a terceira colocação, um dos temas passou a ser: quais os principais jogadores que não têm permanência assegurada para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro?

  Pelo menos três titulares do Tupi têm contrato com duração menor.  Vitinho tem passe preso ao América de Belo Horizonte até junho, Salino assinou por apenas três meses e o compromisso de Afonso com o Carijó vai até o final de abril.

  Eles serão mantidos no elenco?

  Essa pergunta foi feita ao dirigente de futebol alvinegro, Nicanor Pires, na manhã desta terça-feira, em Santa Terezinha, em entrevista concedida com exclusividade ao Portal Toque de Bola.

  Na entrevista, o dirigente comenta sobre o que foi anunciado no início da temporada, ou seja, que o clube esperava manter, para o Brasileiro, grande parte do elenco contratado para a disputa do Mineiro.

  Já deixaram o elenco: Pará, Rodrigo, Hygor (Mamoré), Cristopher (América) e Rafael Augusto (Democrata, de Sete Lagoas).

  Na conversa com o Toque de Bola, além da situação do elenco, o diretor fala sobre a reação do time no Estadual a partir da saída do treinador Alexandre Barroso e o equilíbrio ao longo da disputa, com as equipes tendo pontuações muito próximas, exceção feita ao Cruzeiro, líder disparado.

  Confira o vídeo com a íntegra da entrevista do dirigente Nicanor Pires ao Toque de Bola

 

Deixe seu comentário