Novo MasterChef Profissional Pablo Oazen lembra passagem vitoriosa pelo PBF e “melhores amigos” no basquete

Pablo é o camisa número 15, na equipe com o treinador José Ricardo Brandão

 O juiz-forano Pablo Oazen, consagrado na noite desta terça-feira como novo MasterChef Profissional em programa veiculado pela TV Bandeirantes, já defendeu – e muito bem, segundo os treinadores! – o Projeto Basquetebol do Futuro, que ainda hoje mantém o trabnalho de formação de valores.

   Campeão invicto

   “Sabe aqueles momentos tipo conseguiu notoriedade, gente boa, pois é, é isto mesmo o caro é muito gente boa, entrou no PBF com 12 anos e sai  com 16, cinco anos de PBF, no infantil e infanto pivô, no juvenil ala, treinava forte, disciplinado, cara de grupo, de personalidade, final do Jojunhinho em Passos, final contra Poços de Caldas, equipe muito forte com dois atletas muito temidos (Fumaça e Otávio), Pablo brilhou. Na entrada do ginásio disse “vamos ganhar”. Final: PBF 63 x 60 e campeão invicto infanto”, analisa Sérgio Rodrigues de Castro, ainda hoje em atividade no PBF.

Aqui, Pablo é o camisa número 15, primeiro em pé da esquerda para a direita, com o treinador Sérgio Rodrigues

Guerreiro  

Já o treinador José Ricardo Brandão, que também teve Pablo como atleta, foi só elogios ao desempenho do menino-adolescente: “Pablo esteve conosco na década de 90. Era dentro da quadra o que pudemos ver ali no programa: um guerreiro! Sentimos, todos, muito orgulho de rever aquele olhar obstinado pela vitória, brilhando como sempre”.

  Melhores amigos

  Mesmo com a agenda sobrecarregada no dia seguinte ao do reconhecimento nacional, Pablo falou com entusiasmo ao Toque de Bola sobre seu período cono jogador de basquete: “Tudo o que aprendi sobre trabalhar em equipe, ser competitivo respeitando o adversário veio do Basquete e dos meus anos no PBF. Meus melhores amigos até hoje foram os que fiz aí”

Texto: Ivan Elias – Toque de Bola

Fotos de Vicente Leal, ex-presidente do PBF

Acervo de fotos do Daniel Defilippo

Deixe seu comentário