Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

Jogos Intercolegiais de Juiz de Fora: basquete teve disputa movimentada

  A convite do Portal Toque de Bola, os treinadores das quatro escolas campeãs da modalidade basquete dos Jogos Intercolegiais de Juiz de Fora enviaram suas considerações e comentários a respeito da conquista e da disputa, retomada este ano.

 Além disso, também com a participação dos treinadores, o Toque de Bola apresenta fotos e nomes de todos os atletas campeões no basquete na edição 2017 dos Intercolegiais.

  Nos depoimentos, além da alegria pelo desempenho e envolvimento dos alunos e das instituições com a prática esportiva, há espaço também para projeções e sugestões para a próxima temporada.

Os campeões e vice em cada categoria foram:

Colégio Militar e Colégio dos Jesuítas: decisão na categoria Juvenil masculino

 

Infantil Feminino – 1º Colégio dos Santos Anjos – 2º Colégio Militar

Infantil Masculino – 1º EE. Ali Halfeld – 2º Colégio Militar

Juvenil Feminino – 1º EE. Francisco Bernardino – 2º Colégio Militar

Juvenil Masculino – 1º Colégio Militar – 2º Colégio dos Jesuítas

 

Roberto Modesto Carvalho – Professor de Educação Física

Escola Estadual Ali Halfeld

Escola Estadual Ali Halfeld: título Infantil Masculino

 “A disputa do basquete foi excelente! Jogos de altíssimo nível e bem equilibrados, acredito que devido a hoje existirem vários projetos e equipes na cidade. Destaco também a cordialidade entre as equipes, com um fair play muito bacana!

  Feliz demais pelo fato da minha Escola (Ali Halfeld) sagrar-se campeã no infantil masculino, e também pelas meninas do Juvenil, que não foram campeãs, mas jogaram de igual para igual com Escolas que têm projeto de basquete e uma estrutura muito superior à nossa!

  Treinamos na quadra de nossa Escola, onde não existe a tabela de basquete e tivemos que usar a criatividade, fazendo o travessão de cesta e em alguns momentos usando a bola de vôlei para trabalhar a técnica. Acredito que como em outras modalidades tivemos sucesso devido à dedicação, ao comprometimento e à força de vontade dos alunos envolvidos.

  Tivemos ainda, muito merecidamente, o atleta Tulio Silva Freitas Goulart como destaque da modalidade, pois além de ser muito bom jogador,  cestinha em todas as partidas, é um menino exemplar, disciplinado, que se envolve em qualquer modalidade (foi campeão do futsal também). Além do mais, incentiva aos outros meninos a estarem sempre presente nos treinamentos.

   Destaco também a direção da Escola, que está desde o início dos jogos nos apoiando e a funcionária Dani (tia Dani) que está sempre presente nos jogos, incentivando os alunos e até mesmo ficando de auxiliar técnico nas partidas.”

Nome dos atletas campeões pela Escola Ali Halfeld

Luis Gustavo de Melo – Tulio Freitas Goulart – Juan de Marco da Costa – Evanderson de Oliveira – Israel Angelo Rabelo – Isaque de Almeida – Kaike de Paiva – Logan Antônio Silva – Kaleby Ricardo – Lukas Domingos de Almeida 

Professor Marcos Chaves

Escola Estadual Francisco Bernardino

Escola Estadual Francisco Bernardino: título Juvenil Feminino. Da esquerda para a direita, em pé: Professor Samir, Letícia, professor Marcos, Andressa, Dominick, Jenifer e vice-diretor Elerson. Da esquerda para a direita, agachadas:
Victória, Camille, Isabelle Thalita e Isabella

  “Gostaria de agradecer ao professor Paulão, idealizador do projeto “Da base para a ponta”, na FAEFID (Faculdade de Educação Física da UFJF). A meu ver, com os núcleos formados em 2014, aumentou muito a quantidade de praticantes e despertou grande interesse de alunos e professores para este esporte tão dinâmico e envolvente.

   Agradeço também ao coordenador do curso, professor Dílson Borges, os palestrantes, professores Bráulio Alvarenga, Flávio Davis e Alexandre Arantes, e os professores, treinadores e grandes incentivadores, Walter Monteiro e Sérgio Marreco, que são os grandes responsáveis pela elevação do nível do Basquetebol na minha escola desde 2014, e os frutos estamos colhendo agora com este título.

   O apoio da diretora da escola, Therezinha Motta e do vice Elerson, do professor Samir, somado a garra dessas jovens, são os principais fatores da conquista do título do torneio intercolegial de basquetebol feminino.

Os jogos foram muito disputados, vencemos as meninas da Escola Estadual Patrus de Souza por 17 a 15, o jogo contra o colégio militar foi 18 a 10, mas com grande dificuldade, muita marcação, o placar só ficou maior no final da partida. O último jogo foi contra a escola estadual Ali Halfeld com o placar de 22 a 5.”

 

Colégio dos Santos Anjos: título Infantil Feminino

Professora Cristina Cestaro

Colégio dos Santos Anjos

  “O Intercolegial é uma disputa que incentiva a prática de modalidades esportivas nas escolas. Esse ano, embora bem no final do ano, não foi diferente. Bem organizado. Pontualidade impecável. Arbitragem. Bem disputado pelas escolas.

Participamos  somente com infantil por causa do período (provas de  ENEM e PISM).

No Colégio dos Santos Anjos, contamos com as atletas Beatriz Balbino, Julia Marins, Laura Rocha, Maria Catherine Giulianna, Priscila Suriani,  Luisa Capra e Rayssa Grandini.”

 

 

 

Professor Carlos Henrique Vargas Pereira

Colégio Militar de Juiz de Fora

Impressões dos Intercolegiais de Basquete 2017

Colégio Militar de Juiz de Fora: título Juvenil Masculino. De pé: Prof. Carlos Henrique Vargas – Prof. André Lauria – Luis Matheus – Igor – Tales Ferreira – Feitosa – Zimmermann
Agachados: Jardim – Benjamin – Misquey – Abisai – Fabrício – Miguel

Juiz de Fora tem muita tradição esportiva e o basquete não é diferente deste destaque. Os intercolegiais ficaram parados por dois anos e mesmo com essa interrupção, as escolas mobilizaram a participação de atletas em outros eventos esportivos. Este apoio feito pela prefeitura é fundamental para o fomento desta pratica escolar, pois ele impulsiona o crescimento esportivo de nossa cidade bem como alavanca novos destaques a nível regional, estadual e nacional.

Nos anos 90, o basquete em nosso município teve um crescimento estrondoso com a criação do PBF e a da Associação dos Profissionais de Basquete de Juiz de Fora. Tivemos muitos eventos nessa década, independente dos Intercolegiais. Recentemente, o Basquete na cidade proporcionou a formação de novas equipes como os Jf Celtics, o Sesi, Juiz de Fora, Equipes Universitárias e participação efetiva da Seleção Juizforana nos Jogos do Interior de Minas Gerais – JIMI. Isso trouxe um interesse por parte dos jovens em participar de competições de Basquetebol, movimentando escolas municipais, estaduais e particulares, projetando alguns atletas para jogar inclusive no Americano.

Este resgate dos Jogos Intercolegiais mostrou que a modalidade é muito intensa haja vista que somente na categoria Infantil mobilizou a participação de 8 equipes e no Juvenil 18 equipes. Estes números, para mim, não são surpresa ainda que esta prática tem se mostrado organizada em vários segmentos escolares, universitários e clubes da cidade.

Como todo evento que se organiza existem acertos e erros e a organização foi muito sensata no desenrolar da competição ajustando oportunidades de melhoria. É claro que pra cada ano que se realiza os Intercolegiais tais problemas de infraestrutura, digo, logística, arbitragem e outros detalhes não devem ser mais apontados como pontos negativos e sim solucionados para próximos eventos dessa natureza. Com isso, a tendência é de total crescimento para os jovens de nossa cidade.

Equipe do Colégio Militar vice-campeã Infantil Feminino. De Pé: Alessandra – Larissa – Thais Ferreira – Mylena – Carine – Prof. Carlos Henrique Vargas – Prof. André Lauria
Agachadas: Gabrielly – Brenda Maria – Raphaelle – Isabela Conti – Luana

Alavancar o esporte hoje em dia é fundamental, ainda mais que vivemos a era da tecnologia e a integração destes estudantes, de várias classes sociais, de colégios e bairros mais diversos da cidade, promove valores que tanto faz a diferença na formação cidadã dos jovens brasileiros.

O basquete hoje é tão difundido em nossa cidade que propiciou em cada categoria  uma equipe diferente vencedora (veja relação dos campeões no início da matéria)

Esperamos iniciar o ano de 2018 com um calendário já elaborado para novos intercolegiais, de modo que essa competição não atrapalhe o andamento escolar dos alunos, maximizando o planejamento dos colégios, evitando transtornos na participação de novas estabelecimentos  e credenciando escolas vencedoras a participação da seletiva dos Jogos Escolares Mineiros. Isso é fundamental para o crescimento em nosso município, para que possamos descobrir novos talentos juizforanos, credenciando colégios vencedores de Minas Gerais nos Jogos da Juventude – Competição máxima escolar organizada pelo COB. Quem sabe ainda veremos em breve um novo Giovane Gávio, Márcia Fú, Viviane Anderson, Ronaldo da Costa, André Nascimento, Larissa Oliveira, Léo Devanir, Igor Ciampi, Andrade, José Eduardo Bara, Fab Melo e outros tantos atletas que Juiz de Fora por tradição sempre desponta a nível nacional.

Não podemos deixar de prestigiar os Intercolegiais e para isso é preciso desde já buscar recursos na iniciativa privada, para que esta competição faça parte do calendário esportivo das escolas, melhorando ainda mais essa organização, alavancando a construção da cidadania, afastando os jovens ao risco da marginalidade, associando essa marca e competição esportiva ao povo juizforano.”

 

Veja mais fotos da disputa de basquete dos Jogos Intercolegiais de Juiz de Fora. Clique sobre a imagem que desejam ampliar

Edição: Ivan Elias – Toque de Bola

(Fotos: João Bertoldo – Colégio Militar de Juiz de Fora, Divulgação e Arquivos Pessoais)

Deixe seu comentário