Com vídeo! Aos 101 anos, Sport lança Memorial e revela reverência nacional a Francisco Queiroz Caputo

 

Presidente e dirigentes do Sport junto à bandeira, no espaço da antiga secretaria, agora destinado ao Memorial

  O Sport Club Juiz de Fora, que completa 101 anos de fundação no domingo, dia 24, anunciou na manhã desta sexta-feira, dia 22, a criação do Memorial do Sport.

 O espaço é a antiga secretaria do clube, e com um detalhe interessante: em trabalho da atual presidente, Carla Dias Gonçalves, móveis antigos foram recuperados e passam a fazer parte do memorial.

     Veja vídeo do Portal Toque de Bola – entrevistas com a presidente do clube, Carla Dias Gonçalves, o Diretor de Comunicação, Márcio Guerra, e o primeiro vice-presidente Jílio Gasparette, no lançamento do Memorial:

 

 Memória da cidade

  Num primeiro momento, de acordo com o Diretor de Comunicação do clube, jornalista e professor da UFJF, Márcio Guerra, apenas dez por cento do acervo de fotos estão no Memorial. A intenção é que, com o tempo, o espaço receba novos registros históricos, não só do próprio Márcio e membros da diretoria, como de torcedores do clube e de outros clubes da cidade.

  “O Sport não é maior nem melhor que os seus co-irmãos. É diferente.  Valorizar a memória, por exemplo, é um diferencial. Temos certeza que a cidade vai se orgulhar, uma vez que além da vida esportiva há registros da vida social, de eventos que fazem parte da história de Juiz de Fora”, observa Guerra.

Márcio Guerra e o busto do “presidente eterno” Francisco Queiroz Caputo

  Reverência  

   De fato, nas paredes estão dispostas, além de fotos que registram dirigentes, atletas, torcedores, personalidades ligadas ao esporte, fotos de carnavais, bingos e outras movimentações sociais de épocas passadas.

  O ex-atleta e presidente do clube, hoje Secretário de Esporte e Lazer da cidade e primeiro vice-presidente alviverde, Júlio Gasparette, compareceu e se emocionou. Com lágrimas nos olhos, disse que se mais clubes brasileiros tivessem pessoas com a integridade e a capacidade dos ex-presidentes Francisco Queiroz Caputo e José Simão, o esporte nacional estaria num patamar bem melhor.

   Homenagem do Ministério do Esporte

    Sobre Caputo, presidente do Sport por 52 anos – fato que mereceu registro no Guiness Book, o livro dos recordes, o Diretor de Comunicação fez uma revelação. Ele foi informado por Walter Monachesi, ex-atleta e hoje também dirigente do Sport, que o Ministério do Esporte está elaborando um acervo do esporte brasileiro e que, neste trabalho, um lugar de honra já está reservado à memória de Francisco Queiro Caputo como um dos mais importantes dirigentes da história do Brasil.

    Sócios presidentes do Brasil

   Na apresentação das fotos, quando Márcio Guerra, a presidente Carla Dias e os dirigentes Daniel Alvim Moreira (diretor financeiro) e José Horácio Fernandes Filho (segundo vice-presidente) foram os anfitriões, alguns destaques da história do clube foram lembrados.

Itamar Franco e João Figueiredo,dois sócios alviverdes presidentes da República

   Entre eles, dois presidentes da República que foram associados – Itamar Franco, que foi atleta de basquete, e João Baptista Figueiredo, a equipe campeã do centenário, em 1950, a histórica campanha do vôlei feminino, bicampeão mineiro de vôlei na década de 80, galeria de todos os presidentes, uma “peça” com referência ao tradicional – e até hoje lembrado – bacalhau servido no restaurante do clube, um LP, revistas O Lince, homenagens recebidas pelo clube do Panathlon Club Juiz de Fora, no evento Mérito Esportivo, registros da construção da arquibancada do estádio José Procópio Teixeira, da piscina (a primeira piscina suspensa da América Latina) e uma série de outros feitos ao longo de 101 anos.

   Mais história

  Por fim, a presidente reforçou que as pessoas interessadas em “alimentar”  o acervo histórico podem procurar os funcionários do clube. Entre os móveis que foram e estão sedo restaurados, Carla revelou que encontrou duas cadeiras de barbeiro, daquelas bem antigas. Pelo menos uma delas está em condições de ser restaurada.

Bacalhau servido no restaurante do clube ganhou registro

   Consultor 

  Gasparette acabou confidenciando que, depois de eleito, viu que o “presidente eterno” ficou um pouco desconfiado  ao ver um jovem na presidência alviverde. Foi então que Julio passou a consultar Caputo antes de qualquer decisão – seja na esfera esportiva ou social. Resultado? “Ele acabou gostando muito, e eu só tenho a agradecer a ele e ao José Simão. Se hoje sou uma pessoa respeitada por aquilo que faço, devo tudo principalmente a eles dois, Caputo e Simão”.

 

Reportagem, textos e fotos: Toque de Bola

 

 

 

Veja galeria de fotos da criação do Memorial do Sport. Clique sobre a foto que deseja ampliar

  

   

Deixe seu comentário