Veja melhores momentos de Tupi 1 x 0 Mogi e o mapa carijó em busca da vaga no mata-mata

   Está quase. Com a vitória no sábado, dia 19, por 1 a o sobre o Mogi Mirim, que se não encheu os olhos do torcedor manteve os cem por cento de aproveitamento em casa  no returno, o  Tupi deu mais um passo gigantesco em busca da classificação para o “mata-mata do acesso”, ou seja, uma das quatro vagas do Grupo B da Série  C que leva a equipe  a um confronto de ida e volta contra um oponente da outra chave. Quem vencer esse choque em duas partidas já  se classifica para a Série B da próxima temporada.

   Pelo regulamento, os quatro primeiros colocados de cada chave disputam o mata-mata que, além da vaga na Série B, valem a sequência da briga pelo título.

  Já as duas equipes de pior rendimento dentro da chave estarão automaticamente rebaixadas para a Série D de 2018. A Série D deste ano já terminou e os quatro clubes que “subiram” para a C de 2018 são Juazeirense-BA, Globo-RN, Operário-PR e Atlético-AC.

    Veja os melhores momentos de Tupi 1 x 0 Mogi Mirim,  na cobertura do Toque de Bola, com apoio de Plasc, Prefeitura de Juiz de Fora e Hiperroll Embalagens.

   Como ficou

   A três rodadas do término da fase de classificação, os clubes projetam a pontuação necessária para atingir seus objetivos. Seja para classificação ou fuga do rebaixamento.

    No ano passado, o último classificado para a fase quartas de final do grupo B – que tradicionalmente é composto por clubes das regiões sul e sudeste – foi o Juventude, com 30 pontos. Para atingir essa pontuação, o Tupi precisa de uma vitória e um empate (mais quatro pontos).

   Analisando a tabela da chave, o último classificado poderá ter menos pontos em 2017. Por isso, o Carijó pode até avançar somando menos pontos, considerando o tropeço dos rivais. Mas de qualquer forma, 30 pontos é a meta que o time deve buscar para continuar sonhando com o acesso à série B.

    Sem “carimbo”

   Com uma ótima campanha o Tupi tem surpreendido muita gente, já que antes do início da competição era considerado candidato ao rebaixamento. O treinador Aílton Ferraz faz questão de mencionar isso nas entrevistas. “Ao começar o campeonato, tinha um carimbo grande de time que ia descer, o Tupi estava com esse carimbo, e muitos de vocês (imprensa) poderiam estar pensando dessa forma também”, desabafa o comandante que tem sido bastante elogiado pelos torcedores e pela mídia local.

  Pontuação de líder

  O Tupi ocupa neste momento o segundo lugar na classificação do grupo B, com 26 pontos, mesma pontuação do líder São Bento. Porém, o time paulista leva vantagem no saldo de gols: nove a quatro. Em 15 jogos, o time juiz-forano venceu sete, empatou cinco e perdeu três, chegando a um aproveitamento de 57%. Os próximos dois duelos serão diretos e fora de casa. Primeiro o time enfrenta o Botafogo-SP em Ribeirão Preto (a equipe paulista trocou o treinador buscando uma reação). Na sequência, pega o Volta Redonda na “Cidade do Aço”. Na última rodada o Carijó recebe o Bragantino, que no momento briga contra o descenso. Por isso será importante pontuar fora de casa, não deixando para decidir na última rodada, mesmo sendo um jogo teoricamente mais tranquilo.

 

Texto, vídeo e artes: Toque de Bola, com informações do site da Confederação Brasileira de  Futebol

 

Deixe seu comentário