Copa Brasil: Futsal Tupi conta com apoio do torcedor na manhã de domingo, na UFJF

   Estreante na Copa do Brasil de Futsal, o Tupi precisará vencer o Álvares Cabral no tempo normal e na prorrogação para avançar às semifinais.

   Uma vitória com qualquer diferença de gols no tempo regulamentar leva a definição para a prorrogação, uma vez que o saldo de gols não é critério de desempate. O Confronto de volta ocorre neste domingo, 28, às 10h, no ginásio da Faculdade de Educação Físca – Faeffid, UFJF com entrada franca.

   Na partida de ida, no domingo, 21, em Vitória-ES,  o Galo até saiu  em vantagem, mas acabou sofrendo a virada e sendo derrotado por 6 a 3. Goteiras no ginásio e árbitro contundido fizeram parte do dramático enredo.

 

Jogo de ida foi considerado “esquisito”, por fatores extra-quadra

 Atraso

      Inicialmente marcada para às 11h, a partida começou com uma hora e meia de atraso por conta de goteiras na cobertura do ginásio, que não suportou a forte chuva  do dia anterior. Na reta final da primeira etapa, outro acontecimento fez com que o jogo parasse por mais de 30 minutos. Em uma trombada, um dos árbitros acabou se lesionando e teve que ser levado ao hospital. Aguardando o retorno da ambulância, os atletas tiveram que fazer um aquecimento diferente do habitual para manter o ritmo.

Jogo esquisito

   Para Rafael  Ramos, diretor de futsal do clube e chefe da delegação, o jogo foi bastante “esquisito” e o clima acabou atrapalhando o andamento da partida: “ Jogo não foi bom. Esse negócio de adiamento. Ficamos um bom tempo no vestiário. Tudo atrapalhou muito, o jogo estava marcado pra 11h e foi começar 12h30, quadra molhada, tudo atrapalhou muito nosso jogo. Não conseguimos fazer o jogo que estamos acostumados”.

   Plenas condições 

Mesmo com a equipe capixaba jogando pelo empate, Rafael acredita que se o  Tupi impor seu ritmo, tem grandes chances de avançar: “ Aqui em nossa casa temos plenas condições de reverter. Ganhando, levando para a prorrogação, e classificando à próxima fase”

Futsal Tupi: é vencer ou vencer pela Copa Brasil

Confira como foi o primeiro jogo do confronto

Primeiro tempo

    O Tupi até que começou bem e saiu em vantagem, dando indícios que poderia trazer um bom resultado para Juiz de Fora. Em jogada ensaiada, logo aos 5 minutos, Thiago Inácio acertou um belo chute  e deixou o Galo em vantagem. Em seguida, um balde de água fria: após boa troca de passes, Tuti empatou. Aos 9, novamente Tuti colocou a equipe da casa em vantagem. Os juiz-foranos se lançaram ao ataque e Lucas Cabeça deixou tudo igual após jogada do pivô Digão. Aos 16, quando a partida estava equilibrada, Rafinha recebeu de Camilo e deixou os capixabas novamente na frente. No minuto seguinte, Lekão em tiro livre direto aumentou: 4 a 2.

Segundo tempo

A segunda etapa estava controlada pelo Álvares, que pouco atacou e tampouco foi exigido. Porém a partida voltou a esquentar faltando cinco minutos para o final. Olavo recebeu lançamento, deu um chapéu no defensor e tocou na saída do goleiro,  marcando o quinto gol dos mandantes. No mesmo minuto, quando o Tupi utilizava um goleiro-linha, o time cabralista aproveitou e anotou o sexto gol. Nos minutos  finais, o Galo ainda esboçou uma reação com Digão marcando. Mas ficou no quase. Em seguida, Thiago, um dos principais jogadores do time, foi expulso junto com o treinador Henrique  Biaggi. Melhor para o Álvares, que atuou até o fim da partida com um jogador  a mais e só administrou a vantagem para o duelo de volta.

Desfalques

   Em entrevista ao site da Federação Mineira de Futsal, o treinador do Tupi, Henrique Biaggi, analisou os desfalques: “Perdemos o Thiago Inácio, que é um dos principais atletas da equipe. Eu também fui expulso e não vou poder participar da partida. O Digão, autor de dois gols no primeiro jogo, também não vai poder estar presente, por um compromisso particular. Por outro lado, a gente conta com nosso goleiro Jonas, com o Felipe Otávio e o fixo Marques, que se recuperou de lesão e está 100% para o jogo.”

 

Texto:  Toque de Bola

Fotos: Divulgação

 

 

 

Deixe seu comentário