Treinador do América destaca momento do Tupi: “Uma equipe que cresceu muito”

    

Enderson não acredita em jogo fácil em Juiz de Fora

  Ao participar da coletiva de imprensa nesta sexta-feira,31, o técnico Enderson Moreira disse já ter em mente a equipe titular do América para enfrentar o Tupi no domingo, às 16h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio,com cobertura nas redes sociais do Toque de Bola.

     Ele ainda aguardaria pela avaliação médica do volante Gustavo Blanco: “Acho que a única questão é a do Gustavo (Blanco), que teve um problema de sinusite. Isso já tinha tirado ele do segundo tempo do jogo de sábado contra o Tricordiano e ele ainda não conseguiu se recuperar completamente. Vamos avaliar hoje e amanhã para termos uma definição, mas sabemos que é muito difícil. Até pelo tempo sem treinar”, informou.

       Enderson Moreira comandou na manhã desta sexta a penúltima atividade com bola antes de encarar o Tupi. Com algumas alterações no time, o treinador orientou finalizações e cruzamentos. O time contou com Auro, que ficou na lateral-esquerda no lugar de Pará. A formação teve João Ricardo, Alex Silva, Messias, Rafael Lima, Auro; Juninho, Tony (Gustavo Blanco), Christian; Mike, Renan Oliveira e Rubens. Para a partida contra o Tupi, o Coelho não contará com Hugo Almeida e Renato Bruno, lesionados. Ernandes e Rafael Lima estão “pendurados”, com dois cartões amarelos.

Coelho vem de vitória sobre o Tricordiano

    Equipe compacta

  “Demos um passo importantíssimo na última rodada, que nos deixou em uma situação muito favorável, mas ainda não matemática. Nós precisamos confirmar e essa confirmação só vem com um bom resultado lá em Juiz de Fora. E é o que a gente vai buscar. Vamos procurar ter uma equipe bem compacta, que possa neutralizar bem as ações do adversário para buscar o resultado que nos interessa, que é a vitória”, enfatiza Enderson Moreira.

   Máximo respeito

   Moreira destaca as dificuldades de enfrentar o Tupi em ascensão na competição.“Claro que a equipe deles vai lutar para poder buscar este resultado. É uma equipe que cresceu muito nos últimos jogos e conseguiu bons resultados. Então, a expectativa é sempre de enfrentar jogos difíceis. Não tivemos ‘refresco’ hora nenhuma, são sempre jogos que têm exigido muito da nossa equipe. Mas espero que a gente possa ter uma boa atuação e buscar mais uma vitória fora de casa”, finaliza o treinador americano.

    Por uma vitória

  O América Mineiro precisa de uma vitória nas últimas duas rodadas (ainda enfrenta o Villa Nova) para garantir vaga nas semifinais. O atual campeão mineiro busca o bicampeonato estadual, que não vê desde o século passado.

    Com a terceira melhor campanha do campeonato – nove jogos, cinco vitórias, dois empates e duas derrotas, o Coelho tem algo em comum com o Carijó no momento: também busca a terceira vitória consecutiva. Os maus resultados do coelho parecem ter ficado para trás. Em fevereiro, além dos tropeços na competição mineira, o time  ainda sofreu a eliminação nos pênaltis na Copa do Brasil diante do modesto Murici, em Alagoas.

   Em março, a postura do time que foi campeão na temporada passada parece ter ressurgido. Após muitos treinos e testes, o treinador Enderson Moreira está conseguindo encaixar um time sólido. Além da boa perspectiva de chegar às semifinais, três  dias depois de enfrentar o Tupi, será a vez de ir a Porto Alegre enfrentar o Grêmio pela Primeira Liga, torneio bastante esvaziado, pelos próprios participantes, este ano.

      Lei do ex?

Rubens: emprestado ao Tupi ano passado, atuou na vitória da rodada passada

  O centroavante Rubens, 23, que defendeu por empréstimo o Tupi em 2016, teve sua primeira partida como titular pelo América no jogo contra o Tricordiano, no sábado, 25. O atleta conhece bem o estádio que vai jogar no domingo. E quem sabe ainda consegue praticar a “lei do ex”, conhecida no mundo do futebol quando um jogador marca contra o ex-clube.

Reforços de peso

  A equipe alviverde assinalou 15 gols até agora, sendo 13  (86,66%) por jogadores  contratados, fruto da reformulação do elenco feita nessa temporada. Messias e Christian foram os únicos remanescentes de 2016 que balançaram as redes nesse período.

ARTILHARIA AMÉRICA – MG:

Hugo Almeida – 4 gols

Gérson Magrão – 3 gols

Renan Oliveira – 2 gols

Rafael Lima – 2 gols   

Marion. Mike, Messias, Christian – 1 gol

 

 

Texto com informações do site do América e agências

Fotos: Mourão Panda – América

Arte: Toque de Bola

Edição: Toque de Bola

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário