Tupi inicia treinos para a temporada 2017 e já trabalha “parte mental”

   Depois de  apresentar o novo “quarteto extra-campo” (treinador, diretor, auxiliar e preparador físico) na tarde de  segunda-feira, 19, na sede social, o Tupi já colocou a “mão na massa” na manhã desta terça-feira, 20, com treinamentos no campo do Instituto Granbery, no centro da cidade.

Técnico Éder Bastos fala em trabalhar também “a parte mental dos jogadores”

 

   Entendimento de jogo

     O elenco trabalhou em dois períodos. Pela manhã, treino no campo do Granbery.  Onovo técnico Éder Bastos, destacou que a ideia é desenvolver atividades que trabalhem as partes física e técnica dos atletas. Começamos as atividades com pequenos jogos de alta intensidade e inteligentes. Além de trabalhar a parte técnica, mexe também com a parte mental dos jogadores para terem entendimento de jogo. Nesta manhã, trabalhamos em campo reduzido. A atividade foi muito intensa. Ajuda muito o preparador físico. É essa a metodologia que temos convicção que dá certo. Quando o elenco estiver todo montado teremos a possibilidade de fazer trabalhos intersetoriais para formarmos um time competitivo”, explica Bastos.

 

Mesmo sendo início de atividade, Comissão Técnica coloca a bola para rolar em manhã ensolarada no campo do Granbery

   Com bola

O preparador físico Luís Augusto Alvim adotou a estratégia, neste início de trabalho, de não deixar a bola em segundo plano, o que traz mais motivação às atividades. “A gente procura inserir a bola o máximo possível para motivar o atleta, e a bola é que motiva. O trabalho está fluindo bem e os jogadores estão empenhados. Essa vontade de trabalhar é o que tentamos tirar deles para saírem extenuados do trabalho, mas com o gostinho de quero mais. Estamos iniciando uma semana que será bastante proveitosa”, afirma.

   Treino e entrevistas

  Nesta quarta-feira, 21, o clube tem programados: pela manhã, treino no campo do 10º Batalhão de Infantaria, fechado à imprensa e torcedores; à tarde, no campo da AABB, às 16h, quando está prevista a apresentação à imprensa do zagueiro Fernando e do lateral-esquerdo Bruno Santos, dois dos quatro atletas anunciados oficialmente pelos dirigentes.

 

Apresentação do “quarteto extra-campo” ocorreu na segunda-feira, na sede social carijó, junto aos dirigentes Jarrbas Rafael e José Roberto Maranhas

 

 Equipe jovem

   “Um time jovem com jogadores que realmente queiram estar aqui. Buscamos também algumas contratações pontuais de jogadores experientes, mas, de uma maneira geral, nosso time será jovem”. Foi falando do perfil da equipe que está sendo montada que o diretor executivo de futebol do Tupi, Fabinho, abriu a entrevista coletiva que apresentou à imprensa juiz-forana os novos integrantes da comissão técnica carijó. O evento foi realizado na tarde desta terça-feira, 19, na Sala de Troféus do Carijó. Coube ao vice-presidente de Futebol, José Roberto Maranhas, dar as boas-vindas aos profissionais e apresentá-los aos jornalistas.

  Jogar com alma

   Já o técnico Éder Bastos disse sentir-se honrado por ter a oportunidade de trabalhar no Galo Carijó. “O Tupi é um clube muito tradicional em Minas Gerais e que sempre faz boas campanhas. É um desafio que me estimula muito. Gosto de trabalhar com jogadores jovens. Fui campeão mundial e sul-americano com a Seleção Brasileira Sub-20 com Neymar, Oscar, Lucas, Philippe Coutinho, Casemiro, Danilo… Vamos trabalhar com atletas mais jovens para montar uma equipe competitiva e que jogue com alma”, expôs Bastos, acrescentando que a juventude poderá ser um diferencial, sobretudo na transição ofensiva.  

     Mineiro “traiçoeiro”

Sobre o Mineiro, o treinador destacou que se trata de uma competição “traiçoeira”, já que as equipes que não começarem bem poderão ter problemas no final principalmente em razão do número de partidas. “Mas estou tranquilo para fazer o meu trabalho com excelência, e que a gente possa ter um ambiente saudável. No futebol, não se ganha nem se perde sozinho. Todos participam. Por isso, buscaremos ter um bom ambiente”, destacou Bastos, deixando um recado para o torcedor: “Que nos dê um voto de confiança. A nossa ideia é dar uma resposta positiva e que os torcedores possam nos abraçar neste início de temporada.”

    Conversas com academias

Durante a apresentação, o preparador físico Luís Augusto Alvim falou sobre as perspectivas de trabalho no Tupi. “Estamos conversando com algumas academias da cidade. Neste tempo em que fiquei fora, muito se falou sobre a questão da estrutura de trabalho. A estrutura do Tupi é essa. Chegando ao clube agora, vejo que, em termos de material de trabalho, está melhor do que quando eu saí. É isso que temos para trabalhar: Santa Terezinha, uma academia da cidade, o estádio e alguns parceiros, como o Granbery e a UFJF”, comentou Alvim, ressaltando que “não adianta ficar reclamando, já que todo clube tem dificuldades”. 

 

Texto editado pelo Toque de Bola a partir de informações enviadas pela assessoria do clube

Fotos: Divulgação/Tupi

Edição: Toque de Bola

O  Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

Deixe seu comentário