JF Vôlei reconhece dificuldades, mas exalta superação na “super quadra” na Superliga

  Se não foi da maneira como o torcedor esperava – o time vinha de três vitórias e o adversário ainda não havia pontuado, o triunfo  do JF Vôlei sobre o Canoas no sábado por 3 sets a 2 acabou sendo importante até pela superação das dificuldades encontradas, mesmo diante da torcida que apoiou o tempo  todo.

   Bravo com erros:  “É comigo mesmo”

  “Muitos erros  nossos, mas é  isso aí. Quando um erra  o outro tem que corrigir, isso melhora cada vez mais a nossa equipe”, analisou o oposto Renan, de 2,17m  de altura, ao Toque de Bola, após atender a dezenas de pedidos de  fotos depois do jogo. E a maneira com que ele bate na própria cabeça e grita, após erro de ataque, por exemplo, também chama a atenção:  “Tenho que parar com isso, mas  eu sou assim mesmo. Quando eu erro, fico muito p…, muito bravo, mas  é comigo mesmo, ás vezes  eu xingo, mas é comigo mesmo,  quando eu erro fico meio esquentado”, admite, sorrindo.

 

Renan explora a altura para levar vantagem sobre o bloqueio de Canoas
Renan explora a altura para levar vantagem sobre o bloqueio de Canoas

 

  Como foi

   Os parciais diante do Canoas Vôlei foram de 25/20, 23/25, 17/25, 25/27 e 15/12. Com 11 pontos, o ponteiro Raphael Marcarini levou o troféu VivaVôlei.  Foi a quarta vitória do time na Superliga, e, também, a quarta consecutiva – de todas  as formas, uma “super quadra”. Com o resultado, o JF Vôlei iguala sua maior sequência de resultados positivos na história da competição, conquistada na temporada 2013/14. Além disso, com 10 pontos em 6 partidas disputadas, já alcança a pontuação que obteve em toda a campanha na última edição do torneio nacional.

  Sexto de novo

  O time ocupou a quinta colocação até o complemento da rodada – na noite desta segunda, 28, o Montes Claros venceu, mesmo como visitante, o Funvic Taubaté, passando a somar 12 pontos, resultado que devolve ao JF a sexta  colocação. Interessante para o sexteto da cidade é  que o sétimo colocado, Bento Vôlei, está com seis pontos, n~~ao poderá alcannçá-lo mesmo se vencer o próximo compromissso, o que assegura o sexto lugar  no mínimo  até a oitava rodada do primeiro turno.

   “Treinos parecem jogo”

   Feliz com o grupo, o treinador Henrique Furtado ressaltou a importância da entrega dos atletas, mesmo em momentos complicados: “Vencemos uma grande batalha. Foi um jogo duríssimo, com ótimos valores do outro lado da rede, assim como do lado de cá. Não fomos constantes no nível de desempenho. Mas, nos piores momentos, lutamos muito. Ficamos acesos durante todo o tempo. Isso contribuiu muito para a vitória, hoje”. Henrique também sublinhou o valor de preservar o grupo focado no trabalho diário: “Nossos treinos têm intensidade alta, parecem um jogo. Estou muito satisfeito com o elenco que tenho. O entrosamento melhora a cada dia. A caminhada continua sendo longa e ainda temos espaço para melhorar muito. Agora vamos estudar e definir uma boa estratégia para o confronto contra o Minas”.

   A equipe tem agora uma semana para se preparar para o próximo confronto. No sábado que vem, 3 de dezembro, o adversário é o Minas Tênis Clube, fora de casa.

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan Buiatti, Raphael Marcarini, Felipi Rammé, Bruno Amorim, Romulo Batista e Fabio Paes (líbero);

Entraram: Henrique Adami, Juan Moreno, Franco Drago e Juan Mendez (líbero); Técnico: Henrique Furtado

Lebes Gedores Canoas Vôlei:

Evandro, Rodrigo, Gabriel, Alison, Ialisson, Maicon e Thales (líbero); Entraram: Felipe, Thomaz e Giovanni; Técnico: Marcelo Fronckowiak.

 

Scout de JF Vôlei x Canoas

   Veja, abaixo, os pontos assinalados por todos os atletas em quadrana partida entre JF e Canoas (fonte: CBV. Se preferir,clique para ampliar)

 

 

scout-jf-vôlei

 

Ex-JF brilha na vitória  do Montes Claros

   O Montes Claros Vôlei (MG) esteve no Vale do Paraíba e, na noite desta segunda-feira, 28, venceu e quebrou a invencibilidade do  Funvic Taubaté (SP), que havia vencido as cinco primeiras partidas. Nesta sexta rodada na Superliga masculina de vôlei 2016/2017, a equipe mineira jogou no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP), e venceu por 3 sets a 1 (30/28, 25/20, 23/25 e 25/18), em 2h07 de partida. 

 O time paulista havia vencido Caramuru Vôlei/Castro (PR), Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), Lebes/Gedore/Canoas (RS), Minas Tênis Clube (MG) e Bento Vôlei/Isabela (RS). Já a equipe mineiro chegou para esse confronto com três vitórias – sobre o time de Canoas, do Minas e São Bernardo Vôlei (SP) – e duas derrotas, para o Bento e Sesi-SP.

  O MOC contou com grande atuação do oposto Luan Weber, ex-jogador do time da cidade, então Vôlei UFJF. O atacante foi o maior pontuador, com 26 acertos, e foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), recebendo o Troféu VivaVôlei.

SUPERLIGA MASCULINA 2016/2017

SEXTA RODADA DO TURNO – RESULTADOS:

26.11 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 São Bernardo Vôlei (SP), às 18h, no Sesi Santo André, em Santo André (SP) (25/19, 25/16 e 25/19)
26.11 (SÁBADO) – JF Vôlei (MG) 3 x 2 Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 18h, na UFJF, em Juiz de Fora (MG) 25/20, 23/25, 17/25, 27/25 e 15/12).
26.11 (SÁBADO) – Vôlei Brasil Kirin (SP) 3 x 0 Bento Vôlei/Isabela (RS), às 18h, no Taquaral, em Campinas (SP) (25/23, 25/19 e 25/23)
26.11 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro Vôlei (MG) 3 x 1 Minas Tênis Clube (MG), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) (25/19, 25/14, 19/25 e 25/23)
26.11 (SÁBADO) – Caramuru Vôlei/Castro (PR) 0 x 3 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 20h, no Padre José Pagnacco, em Castro (PR) (19/25, 21/25 e 24/26)
28.11 (SEGUNDA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) 1 x 3 Montes Claros Vôlei (MG), às 20h, no Abaeté, em Taubaté (SP) (30/28, 20/25, 25/23 e 25/18)

 

   Acesse aqui a classificação  da Superliga 2016/17, já computando oss pontos do  triunfo de Montes Claros:

    Classificação

   A sexta rodada da Superliga Masculina reservou algumas surpresas interessantes. Com a vitória do Montes Claros Vôlei diante do Funvic Taubaté, restaram apenas duas equipes invictas: Vôlei Brasil Kirin e Sada Cruzeiro. O Copel Telecom Maringá também conseguiu o primeiro resultado positivo na competição, ao derrotar o Caramuru Castro Vôlei. Todos os times do torneio disputaram seis partidas. Neste cenário, acompanhe a posição de cada clube (fonte: Melhor do Vôlei):

1º – Sada Cruzeiro (18 pontos – 6 vitórias)

2º – Vôlei Brasil Kirin (16 pontos – 6 vitórias)

3º – Sesi-SP (16 pontos – 5 vitórias e 1 derrota)

4º – Funvic Taubaté (14 pontos – 5 vitórias e 1 derrota)

5º – Montes Claros Vôlei (12 pontos – 4 vitórias e 2 derrotas)

6º – Juiz de Fora Vôlei (10 pontos – 4 vitórias e 2 derrotas)

7º – Bento Vôlei Isabela (6 pontos – 2 vitórias e 4 derrotas)

8º – Minas Tênis Clube (5 pontos – 2 vitórias e 4 derrotas)

9º – Copel Telecom Maringá (4 pontos – 1 vitória e 5 derrotas)

10º – São Bernardo Vôlei (3 pontos – 1 vitória e 5 derrotas)

11º – Lebes Gedore Canoas (3 pontos – 6 derrotas)

12º – Caramuru Vôlei Castro (1 ponto – 6 derrotas)

 

Próximos jogos

Confira jogos da sétima rodada

 

rodada-7-superliga

 

Texto:  Toque de Bola e assessoria, com informações complementares da CBV e do site Melhor do Vôlei

Fotos: assessoria

O Toque de Bola é  administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

Deixe seu comentário