Tupi vence Alecrim-RN por 2 a 0, elimina volta e passa de fase na Copa do Brasil

O Tupi já está na segunda fase da Copa do Brasil 2015. A equipe juizforana derrotou o Alecrim-RN na noite desta quarta-feira, 4, por 2 a 0, gols de Daniel Morais e Silvio, e eliminou o jogo de volta pela competição nacional. O Alvinegro de Santa Terezinha aguarda agora o vencedor do duelo entre Atlético-PR e Remo-PA para saber quem enfrentará pela segunda fase do campeonato. O técnico do Tupi, Felipe Surian, expulso no fim do jogo em Goianinha (RN), elogiou a postura defensiva da equipe:

“Sabíamos que seria mais um jogo difícil, o Alecrim é o terceiro colocado no Estadual. Um time jovem e com qualidade, mas viemos com o propósito de não levar gols primeiro, até porque no final de semana tivemos erros individuais, mas hoje o sistema defensivo fez um grande trabalho. Criamos oportunidades, o Daniel desencantou e os gols enfim saíram”, avaliou Surian.

Autor do primeiro gol de jogo, Daniel Morais relembrou o lance e comemorou a atuação da equipe: “Jogamos diante de uma equipe qualificada, mas imprimimos um bom ritmo de jogo e conseguimos sair com a vitória. O gol saiu de uma tabela boa, o Ygor me achou dentro da área e consegui fazer um importante gol para a classificação”, relatou o centroavante.

Quem também balançou as redes foi o zagueiro Silvio, que também festejou poder ajudar o time juizforano: “Em todos os jogos do Estadual tive chances e não conseguia concluir em gol, mas agora fiz, então é já descansar para a partida contra a Caldense no sábado que é de suma importância para a gente”, finalizou, projetando o jogo pelo Mineiro.

O Tupi entrou em campo com Glaysson; Osmar, Silvio, Fabrício Soares e Thiaguinho; Genalvo, Bruno Arrabal, Marcinho (Ygor)(Danilo), Marco Goiano e Rafael Assis; Daniel Morais (Hugo Sanches).

Partida contou com presença pequena de torcedores no Nazarenão, em Goianinha (RN)
Partida contou com presença pequena de torcedores no Nazarenão, em Goianinha (RN)

Respiro, programação e foco no Mineiro

Com a eliminação da partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil, o Carijó faz um jogo a menos em uma maratona de partidas que tem pela frente, agora apenas pelo Campeonato Mineiro. A delegação juizforana volta ao Rio de Janeiro já nesta quinta-feira, 5, de avião, e viaja, de ônibus, direto para Poços de Caldas, visando a partida contra a Caldense no sábado, às 16h, pela sexta rodada do Estadual.

No torneio regional, o Carijó é o sétimo colocado com seis pontos ganhos, enquanto a Caldense, comandada pelo ex-treinador do Tupi, Léo Condé, ocupa a quinta posição com nove pontos somados.

O jogo

O Carijó conseguiu sua primeira finalização de cara. No segundo minuto de partida, em rebote de falta cobrada por Marco Goiano, o camisa 10 alvinegro chutou para segura defesa de Fabiano. Desde o início do confronto, o Tupi comandava as principais investidas ofensivas com maior posse de bola. Aos 15, o atacante Daniel Morais tentou seu primeiro gol, mas finalizou bola na direita da meta potiguar. Dois minutos depois, nova chance criada pelos juizforanos. O volante Bruno Arrabal aproveitou sobra e finalizou para ótima defesa de Fabiano.

A etapa inicial seguiu com superioridade juizforana e as melhores chances criadas pelo time visitante. Aos 30 minutos, Daniel Morais recebeu cruzamento entre dois zagueiros e cabeceou por cima do gol, desperdiçando grande chance. A primeira ameaça do Alecrim veio na jogada seguinte, em cobrança de falta frontal ao goleiro Glaysson, para a linha de fundo, na última grande oportunidade do primeiro período.

O segundo tempo começou com Ygor no lugar de Marcinho pelo Tupi. Em início de poucas oportunidades dos dois lados, o faro de gol prevaleceu aos 13 minutos. Em boa trama ofensiva de Rafael Assis e Ygor, a bola acabou sobrando para Daniel Morais, que finalizou a bola para o fundo das redes, abrindo o placar em Goianinha: Alecrim 0 x 1 Tupi.

Logo em seguida, no entanto, Ygor pediu substituição. Danilo entrou em seu lugar. O atacante Daniel Morais, aparentando estar cansado, também deixou o campo dando lugar ao companheiro Hugo Sanches. Com as três trocas realizadas antes da metade da etapa final, o Tupi passou a tentar conter uma tentativa de pressão dos mandantes. Glaysson, então, passou a ser mais exigido e respondeu com segurança. Aos 28, após não expulsar jogador potiguar, o árbitro expulsou o técnico do Galo, Felipe Surian, por reclamações do comandante alvinegro.

Apesar da tentativa de pressão do Alecrim-RN, quem balançou as redes foi o Galo Carijó mais uma vez. Em bola parada cobrada do lado esquerdo, o zagueiro Silvio apareceu na área e finalizou, ampliando o placar em Goianinha: Tupi 2 a 0. Mesmo com o resultado almejado para eliminar o jogo de volta, o Carijó não parou de atacar. No lance seguinte ao gol, Marco Goiano fez bela jogada pela ponta e cruzou para Danilo, que chutou forte e obrigou Fabiano a realizar bela intervenção, salvando o que seria o terceiro gol juizforano.

O Alecrim novamente ameaçou pressionar, mas Glaysson não teve maiores dificuldades até o apito final e a classificação carijó selada.

 

Texto: Bruno Kaehler com informações da Rádio Globo Juiz de Fora

Foto: Ricardo Wagner

Deixe seu comentário