Carijó faz amistoso contra primeiro adversário da Seleção Brasileira na história

O Tupi entrará para a história mais uma vez. O Exeter City Football Club, time inglês centenário que realizou a primeira partida na história contra a Seleção Brasileira, em 21 de julho de 1914, quase um século atrás, vem ao Brasil jogar um amistoso comemorativo da data, contra o Fluminense, nas Laranjeiras e, aproveitando a viagem, enfrentará também o Carijó, em Juiz de Fora, nesta quarta-feira, 23, às 20h, no campo da UFJF, com entada franca ao público.

A informação foi confirmada nesta quinta-feira, 10, em coletiva realizada pelo diretor técnico da equipe de vôlei da UFJF, Maurício Bara. Na reunião, o representante do Exeter no Brasil, Ricardo Calçado, divulgou a realização do amistoso, que só não será realizado no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio por conta das obras. O diretor executivo do Tupi, Alberto Simão, também confirmou o confronto.

“Na hora de procurarmos parcerias sérias, não tive dúvidas e logo entrei em contato com o Maurício aqui na UFJF. Falei que não havia como virmos ao Brasil e não promovermos algo com eles, que realizam um trabalho tão legal com os jovens, como nós. Então esse amistoso internacional vai ser muito bacana, é algo que às vezes nunca ocorreu”, afirma Calçado.

Campo da UFJF receberá pela primeira vez partida do Tupi
Campo da UFJF, que nunca recebeu partida oficial do Tupi, será o palco do amistoso

História

Em 1914, o Fluminense convidou a equipe inglesa do Exeter, que viajava de barco com destino na Argentina, para realizar um amistoso no campo do tricolor, nas Laranjeiras. Foi montada, então, uma equipe com nomes dos principais jogadores de alguns estados do Brasil, como o atacante Arthur Friendereich. Desta forma, pela primeira vez um time de selecionados brasileiros realizava uma partida profissional. Os anfitriões venceram o confronto por 2 a 0.

Um século depois, a equipe inglesa volta ao Brasil para comemorar a data. Por conta do convite em 1914, o Fluminense foi o adversário em jogo também realizado nas Laranjeiras. Para a partida, o clube conseguiu ainda promover a vinda de torcedores ao Brasil. De acordo com Calçado, cerca de 160 apaixonados pelo Exeter vêm ao país com o objetivo de acompanhar o histórico reencontro entre o clube inglês e brasileiros. A equipe carioca não atuou com seus titulares e o jogo terminou em 0 a 0.

“Agora em 2014 estamos fazendo um jogo muito importante para nossa história, aqui no Brasil. Infelizmente, o futebol brasileiro é muito marcado pelo lado comercial e mercantilismo, pela exploração de empresários sobre crianças e jovens. Esse nosso projeto é um ato social, uma ação de fair play. Em 2004, trabalhando como diretor do clube, vi uma organização totalmente inimaginável para os clubes brasileiros. Trouxemos a Seleção Master do Brasil, com nomes como Dunga e Careca e eles ficaram emocionadíssimos com a forma como foram tratados. Trabalhamos com categorias de base através da inclusão social, como a UFJF faz aqui. Preparamos os jovens para serem professores no futuro”, explica Calçado.

Jogadores do Exeter City presentes na partida de 1914
Jogadores do Exeter City presentes na partida de 1914

O ano de 1914 também marcava o começo da Primeira Guerra Mundial. Jogadores ingleses que atuaram contra o selecionado de brasileiros tiveram que voltar para casa, pouco depois, para defender o país. Alguns chegaram a morrer em função dos ataques sofridos pelos alemães durante a guerra.

Atualmente, o Exeter se encontra na quarta divisão inglesa. A equipe conquistou, na FA Cup, campeonato entre clubes mais antigo do mundo, um empate, no ano de 2005, contra o poderoso Manchester United, de Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney, em pleno Teatro dos Sonhos, apelido do Old Trafford, estádio dos diabos vermelhos.

 

Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Arquivo Toque de Bola e Ricardo Calçado

Deixe seu comentário