Tupi x Flu: partida será a primeira oficial da história entre os clubes. Veja retrospecto e arbitragem

A partida de ida entre o Alvinegro de Santa Terezinha e o Tricolor carioca pela segunda fase da Copa do Brasil, marcada para quarta-feira, 23, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, às 22h, entra para a história já mesmo antes da bola rolar. Isto porque as duas equipes nunca se enfrentaram em uma partida oficial. Ao todo, cinco confrontos foram realizados, sendo quatro deles em Juiz de Fora, mas em amistosos.

O retrospecto é equilibrado, com uma vitória para cada lado e três empates. O primeiro amistoso entre as centenárias instituições ocorreu em 1921, também em Juiz de Fora, e terminou com empate por 2 a 2. O mais recente duelo foi realizado em 2004, em novo empate na cidade da Zona da Mata mineira. Confira os jogos:

08/05/1921 – Tupi 2 x 2 Fluminense – (Juiz de Fora)
02/05/1962 – Fluminense 4 x 0 Tupi – (Rio de Janeiro)
17/02/1970 – Tupi 2 x 1 Fluminense – (Juiz de Fora)
29/07/1999 – Tupi 1 x 1 Fluminense – (Juiz de Fora)
17/01/2004 – Tupi 1 x 1 Fluminense – (Juiz de Fora)

Leia também: Tupi x Fluminense: Cristóvão quer força máxima contra Carijó

Sem receber bolas da Copa do Brasil, Tupi treina com dúvida no meio campo

Jogadores também entram na história por participarem do primeiro jogo oficial entre os clubes
Jogadores também entram na história por participarem do primeiro jogo oficial entre os clubes

Arbitragem paulista

A CBF divulgou a escala de arbitragem para o duelo entre Tupi e Fluminense. A condução da partida ficará por conta de três paulistas e um mineiro. Antônio Rogério Batista do Prado apita a partida, com os auxiliares Ricardo Pavanelli Lanutto e Fabrício Porfirio de Moura ,também da Federação Paulista. Igor Junio Benevenuto (CNB/FMF) é o quarto árbitro.

O torcedor do Carijó não tem boas recordações de Benevenuto, que apitou a partida entre Tupi e Guarani, pela última rodada do Campeonato Mineiro e foi muito criticado ao não expulsar o goleiro adversário, após cometer penalidade em Núbio Flávio. Na ocasião, os juiz-foranos perderam, de virada, por 2 a 1, e foram eliminados do torneio.

Texto de Bruno Kaehler com informações do site Lancenet

Foto: Toque de Bola

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 3 comentários

  1. Marcelo rizzato

    Vamos apoiar o GALO CARIJÓ. TODO ESFORÇO DA ATUAL DIRETORIA EM FORTALECER A EQUIPE COM EX JOGADORES QUE JÁ TIVERAM POR AQUI, SERÁ VÁLIDO, NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA.

Deixe seu comentário