Libertadores: Brasil tem recorde de eliminados na fase de grupos. Mineiros e Grêmio estão nas oitavas

A última rodada da fase de grupos da Libertadores tem sido cruel para os brasileiros. Dos quatro clubes que tinham vaga ameaçada nas oitavas de final da competição, três foram eliminados, fato inédito na história da competição desde 2000, quando o atual formato foi implantado. Na quarta-feira, 9, com gols de Ricardo Goulart, Bruno Rodrigo e Júlio Baptista, o Cruzeiro venceu com facilidade o Real Garcilaso, do Peru, por 3 a 0, garantindo o segundo lugar em seu grupo e consequente classificação. Nesta quinta-feira, 10, Grêmio e Atlético-MG jogam para confirmar a liderança de suas chaves, já estando classificados de forma antecipada para a próxima fase do torneio. É a primeira vez também nesse período que o mata-mata não tem um time de Rio Janeiro ou São Paulo.

Na terça-feira, 8, o Furacão perdeu por 2 a 1 para o The Strongest, da Bolívia, terminando em terceiro lugar no grupo. O atacante Adriano marcou seu primeiro gol depois de dois anos sem balançar as redes, mas não foi o suficiente para evitar a eliminação do clube paranaense.

Na quarta, os dois cariocas presentes no torneio também foram derrotados. O Flamengo perdeu para o León, do México, por 3 a 2, em pleno Maracanã lotado. André Santos e Alecsandro marcaram para os rubro-negros em uma partida aberta, cercada de emoções durante todos os 90 minutos. Já o Botafogo sofreu duro golpe na Argentina, perdendo por 3 a 0 para o San Lorenzo. Com os resultados, o Rubro-negro foi eliminado na terceira colocação, enquanto o Glorioso amargou a lanterna da chave e tem a demissão do treinador, Eduardo Húngaro, sendo especulada.

Técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, afirmou que os rubro-negros deram o melhor de si contra o León
Técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, afirmou que os rubro-negros deram o melhor de si contra o León

Grêmio e Atlético jogam por liderança

Já classificados para as oitavas de final da Libertadores, o atual campeão do torneio e o Grêmio jogam nesta quinta-feira buscando selar a primeira colocação de seus grupos e posterior vantagem nas oitavas de final, decidindo suas vagas no Brasil. Precisando de um empate para continuar como líder , o  Galo de BH enfrenta o Zamora, segundo colocado do grupo,  às 17h30, na Arena Independência.

Já o tricolor gaúcho recebe o Nacional, do Uruguai, às 22h, também precisando apenas de um ponto para consolidar a primeira colocação. Até em caso de derrota o Grêmio pode ser o líder de seu grupo, basta o Newel’s Old Boys não vencer sua partida, no mesmo horário, contra o Nacional de Medellin, na Argentina.

Texto de Bruno Kaehler

Foto: site do Flamengo/Divulgação

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário