Com 55 crianças dos projetos sociais na Corrida Infantil, Viviany e SEL chegam a acordo

A polêmica envolvendo Viviany Anderson e Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Juiz de Fora sobre a participação das crianças do projeto social da atleta nas corridas do 28º Ranking de Corridas de Rua está encerrada. Foi o que garantiu a corredora ao Toque de Bola, visto que 55 crianças do seu Projeto Educa Esporte, junto a jovens da Escola de Atletismo Vencer, apoiado por Viviany, foram inscritas e participaram da Corrida Infantil da Saúde Suprema.

“Estou tranquila, pois eles me deram as 30 vagas para meu Projeto Educa Esporte e para a Equipe Vencer, que eu apoio há dois anos com transporte, lanche, inscrição e uniforme, dentro do possível. Levamos 55 crianças pelo projeto e mais dez que paguei pela Camilo dos Santos porque eu não sabia que teria a isenção”, confirmou Viviany, satisfeita.

Veja as fotos da Corrida Infantil e 3ª Corrida da Saúde Suprema/Prefeitura de Juiz de Fora:

Infantil – parte 01 / parte 02 / parte 03

Adulta

Crianças fazem a festa no pódio da Corrida Intantil. Provas tiveram a presença de jovens do projeto de Viviany
Crianças fazem a festa no pódio da Corrida Intantil. Provas tiveram a presença de jovens do projeto de Viviany

Realizada no sábado, 29, por volta das 16h, com cobertura do Toque de Bola, a Corrida Infantil da Saúde Suprema trouxe cerca de 200 crianças de seis projetos sociais de Juiz de Fora e região, sendo beneficiados com gratuidade nas inscrições infantis para a etapa. “Estabelecemos o critério de uma divisão proporcional entre o número total de atletas de cada projeto e as 200 vagas gratuitas que são disponibilizadas a cada corrida. Desta forma, os seis projetos que nos procuraram para recadastrar suas atividades foram beneficiados com a isenção de inscrição para seus alunos”, ressalta o secretário de Esporte e Lazer, Francisco Canalli. Foram beneficiados os projetos de atletismo da UFJF, Geração Campeã, Educa Esporte, Escola de Atletismo Vencer, Nova Era e Matias Barbosa.

As crianças participaram de provas de acordo com sua faixa etária: 50 metros para crianças de 5 anos; 100 metros para crianças de 6 e 7; 200 metros para crianças de 8 e 9 anos; 300 metros para crianças de 10 e 11 anos; 600 metros para 12 e 13 anos e 800 metros para adolescentes de 14 e 15 anos.

Leia também: Eberth e Amanda vencem 3ª Corrida da Saúde Suprema na abertura do 28º Ranking. Veja resultados

Equipe Super Amigos comemora 24 anos com pódio. Veja todos os campeões do Ranking, desde 1987

Confira os resultados por faixa de idade da 3ª Corrida da Saúde Suprema/Prefeitura de JF

Participação de Viviany no Ranking

Apesar do final feliz na Corrida Infantil, a atleta deve seguir sem participar da maior parte das provas do 28º Ranking de Corridas Rústicas de Juiz de Fora. De acordo com Viviany, sua participação está prevista para apenas duas etapas na temporada e a corredora passa agora a focar mais no suporte de outros atletas.

“Só vou na Corrida da Camilo dos Santos e de Chácara. É que este ano quero dar mais atenção aos atletas da minha assessoria e tem a Amanda (Aparecida de Oliveira, campeã da 3ª Corrida da Saúde Suprema), o Felipe ( Henrique dos Anjos, 3° no geral masculino) e o Sidimar, de 16 anos. Este último fez uma cirurgia no braço e só volta aos treinos daqui a duas semanas, mas já fica entre os dez, 15 primeiros colocados no masculino”, avaliou.

Campeã na 3ª Corrida da Saúde Suprema, Amanda, 17, deve começar a treinar já na próxima semana com Viviany, visando as provas do Ranking.

Texto de Bruno Kaehler

Fotos: Toque de Bola

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário