Atletas do CRIA-UFJF voltam satisfeitos com desempenho no Brasileiro Juvenil de Atletismo

Os seis atletas do CRIA – UFJF, Centro Regional de Iniciação ao Atletismo, que representaram a cidade no Campeonato Brasileiro da modalidade no último final de semana (12,13 e 14), retornaram da competição felizes com seus desempenhos. Se o objetivo da viagem à São Bernardo do Campo era ganhar experiência e ritmo em competições, agora o foco é o resultado no Brasileiro Caixa de Interclubes Menores, a categoria a que os seis corredores realmente pertencem.

Robison Gomes, 16, que pretendia bater o recorde Mineiro, existente desde a década de 70, na prova de meio fundo 1500 metros, não conseguiu a façanha. Ficou com o tempo de 4 minutos e 5 segundos, se classificando para a final, mas ficando a 4 segundos do recorde. Maria Eduarda Olimpio, 15, melhorou sua marca em 2 segundos, completando a prova de 800 metros em 2 minutos e 35 segundos. Para ela, a competição foi positiva pela superação de sua marca individual.

“O ritmo de um campeonato juvenil é mais pesado, ainda mais de nível nacional. Realmente conseguimos sentir a competitividade e atuar junto com grandes atletas. Foi uma ótima experiência e meu desempenho me agradou muito, pois consegui melhorar minha marca. Agora é focar no Menores, que é a minha categoria mesmo”, disse.

Neemias e Nicolau - Hugo Keyler  Rumo Certo
Nicolau (direita) e Neemias, que acabou se lesionando durante a prova

Os outros quatro atletas não conseguiram chegar à final. Adam Arroio, nos 800 metros, fez uma marca de 2min4seg, Camila Alves no 100 metros com barreira completou em 16m50seg, e nos 100 metros rasos, concluiu a prova com o tempo de 13min48seg. Jhonathan Nicolau, que participou de uma prova mais longa, 5.000 metros, conseguiu a marca de 17min41seg. O atleta Neemias Alves, sentiu uma lesão durante a mesma de prova que Nicolau e não conseguiu completar a participação.

O treinador do projeto, Jefferson Verbena, também considerou a competição importante no calendário do CRIA-UFJF, principalmente por conhecerem um complexo totalmente novo, inaugurado há três semanas, e por estar em contato com outros técnicos.

“Foi importante. Tivemos contatos com muitos treinadores de nível de campeonatos brasileiros, aos olímpicos, então a troca de informações foi intensa. O novo complexo de São Bernardo, referência para a CBAT (Confederação Brasileira de Atletismo), também agregou valor à experiência de competição de nós técnicos e dos atletas. Foi incrível. Todos se saíram bem”.

Os participantes do CRIA-UFJF retornaram a Juiz de fora no domingo, 13,  à noite, e não tiveram folga. Eles já se preparam para o Campeonato Brasileiro Caixa de Interclubes Menores, que acontece no dia 23 de maio, também em São Bernardo do Campo. Dessa vez, o foco se encontra nas medalhas e no pódio.

Texto com informações de Tainá Voltas, da Assessoria da CRIA UFJF

Foto: Hugo Keyler  Rumo Certo

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 2 comentários

Deixe seu comentário