Fórmula de disputa do Mineiro é mantida para 2014

A Federação Mineira de Futebol definiu na tarde desta quinta-feira, 7, a fórmula de disputa do 100º Campeonato Mineiro  Módulo I, em 2014.  A competição terá inicio no dia 26 de janeiro e previsão de término para 13 de abril. O formato é o mesmo dos anos anteriores. Nas quatro últimas edições, o Tupi chegou às semifinais ano sim ano não.

Fórmula mantida

Na reunião, os clubes optaram, de forma unânime, por permanecer com a mesma fórmula de disputa: todas as 12 equipes se enfrentam em turno único, uma única vez, classificando-se as quatro melhores desta fase e rebaixando os dois piores para o Módulo II em 2015.

  As quatro equipes classificadas se enfrentam em sistema de mata-mata (primeiro x quarto e segundo x terceiro), com jogos de ida e volta, em que os times de melhor campanha tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais. Os dois times melhores colocados jogam as finais, também no sistema de mata-mata, para chegar ao campeão e vice.

   Ficou decidido ainda que, para a primeira rodada, os clubes devem inscrever seus atletas até o dia 22 de janeiro, sendo o dia 28 de fevereiro como o último dia de inscrição para a competição. Determinou-se ainda que para os jogos da semifinal e final a capacidade mínima dos estádios, que abrigarão os jogos, deve ser de 10 mil torcedores. Caso o confronto envolva duas equipes que não possuam estádios com essa capacidade, ambas podem jogar em suas praças.

  Clubes participantes 

  Vão participar do Campeonato Mineiro as equipes do Atlético (atual campeão), Cruzeiro, América, Boa Esporte  Caldense, Guarani de Divinópolis, Nacional, de Muriaé, Tombense, Tupi,  Villa Nova e URT de Patos de Minas e do Minas Futebol de Sete Lagoas, respectivamente campeã e vice-campeão do Módulo II nesta temporada.

 Campanhas do Tupi

  O Galo carijó ainda tem indefinições quanto ao elenco e comissão técnica para a próxima temporada – promete apresentar o novo técnico na quarta-feira, 13, mas vai procurar manter o bom retrospecto na competição das últimas temporadas.

  No Mineiro de 2013, o time terminou na quinta colocação com 15 pontos, três a menos que o Villa Nova e acabou ficando fora das semifinais. Na campanha, foram quatro vitórias, três empates e quatro derrotas.

   Em 2012, a equipe chegou às semifinais, em quarto lugar, com 17 pontos. Na campanha foram cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas. Na semifinal, o Tupi acabou caindo diante do Atlético Mineiro, com um empate por 1 a 1 e uma derrota por 1 a 0.

  Detalhe: o Galo da capital sofria muitas críticas sob o comando de Cuca. No segundo semestre de 2012, porém, com Ronaldinho Gaúcho e outros reforços, o Atlético foi vice-campeão brasileiro e, com praticamente o mesmo time do Brasileiro 2012, conquistou este ano a Taça Libertadores.

  Em 2011, o galo carijó ficou na sexta posição com 15 pontos, fruto de quatro vitórias, três empates e quatro derrotas.

  No Mineiro de 2010, a equipe conseguiu ficar em quarto, com 21 pontos – sete vitórias e quatro derrotas. Nas quartas-de-final, o galo empatou por 1 a 1 e perdeu por 2 a 1 para o Ipatinga ficando pelo caminho no campeonato.

Texto: Mari Sequeto com informações da  Federação Mineira de Futebol

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 2 comentários

Deixe seu comentário