Vasco treina no Mário Helênio e na UFJF

O Vasco da Gama iniciou nesta quarta-feira, 8, no Estádio Municipal “Radialista Mário Helênio”, os preparativos para disputar o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. “O estádio supriu bem nossas necessidades e conseguimos realizar um treinamento sem nenhum tipo de prejuízo”, comemorou o supervisor de futebol da equipe carioca, Bruno Coev. Ele informou que o treino a ser realizado na tarde desta quinta-feira, 9, será fechado, para definição de estratégias de jogo da equipe cruzmaltina.

A torcida não perdeu a oportunidade e compareceu em peso para prestigiar a equipe durante o treino desta quarta-feira. “Nunca tive oportunidade de ir ao Rio de Janeiro ver o Vasco jogar. Essa é uma oportunidade incrível e por isso fiz questão de trazer minha filha”, comemorou o vascaíno Rafael Rodrigues Dias.

Na Federal

 

Pela manhã, cruz-maltinos utilizaram Complexo Esportivo da UFJF
Pela manhã, cruz-maltinos utilizaram Complexo Esportivo da UFJF

    A Faculdade de Educação Física e Desportos (Faefid) da UFJF recebeu, na manhã desta quarta-feira, dia 8, o primeiro treino do Clube de Regatas Vasco da Gama (RJ) em Juiz de Fora.

Na primeira parte das atividades, os jogadores realizaram trabalho muscular na academia da faculdade e, logo depois, seguiram para o campo do complexo esportivo, onde foi realizado um trabalho físico. O clube carioca, que se prepara em Juiz de Fora para a disputa do Campeonato Brasileiro, ficará na cidade até o próximo sábado, dia 11, quando disputa um amistoso contra o Tupi, no Estádio Mário Helênio.

Segundo o professor da Faculdade de Educação Física, Marcelo Matta, a vinda dos jogadores para treino no espaço da UFJF irá ocorrer graças a uma “contrapartida acadêmica”, que possibilitará a realização palestras para alunos, professores e para a comunidade em geral. O professor destaca que é importante para os estudantes o contato direto com atletas de alto rendimento. A ação é uma parceria com a Prefeitura de Juiz de Fora, que proporcionou a vinda dos jogadores para a cidade.

O aluno da Faculdade de Educação Física Tiago Ewaldo, 19 anos, aprovou a iniciativa de realização de treinos do Vasco na UFJF. “Uma oportunidade dessa é muito rara, é uma equipe de série A que está treinando aqui. É muito importante para nós observarmos os trabalhos de perto”, destaca o graduando, que também é vascaíno.

Para o diretor da Faculdade de Educação Física, Maurício Bara, a infraestrutura do complexo esportivo da Faefid é um dos pontos principais para receber um clube da Primeira Divisão. “É importante ressaltar o trabalho do reitor (Henrique Duque) com a reforma estrutural realizada aqui há dois anos e meio, que proporcionou o trabalho com um clube do nível do Vasco da Gama”. Para Maurício Bara, a formação do aluno vai além da sala de aula. “A Faefid consegue possibilitar essa experiência de o aluno vivenciar o dia de trabalho de atletas profissionais, antes com o vôlei e agora com o futebol.”

Para o lateral do Vasco, o jogador Nei, a infraestrutura da UFJF ajudou na escolha do clube para se preparar em Juiz de Fora. “O clube avaliou bem o local para que a gente pudesse desenvolver o melhor trabalho nessa fase de preparação. É muito importante para os jogadores ter o contato com a torcida em outra cidade e se preparar em um local estruturado”, afirmou o jogador.

Palestras com profissionais do Vasco na quinta e na sexta

As palestras com os profissionais do Vasco já estão agendadas. Na quinta-feira, dia 9, o fisiologista do clube, Daniel Gonçalves, fala para os alunos sobre o tema “Procedimento do Fisiologista no Clube de Futebol”. Na sexta-feira, dia 10, o diretor-executivo do Vasco, Renê Simões, ministra a palestra “Procurando craques, formando homens.” As atividades serão realizadas às 14h, na Faefid e são abertas ao público.

Textos e fotos da Secretaria de Comunicação da Prefeitura e da Secom UFJF

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário