Uberabinha perde a terceira e busca reabilitação contra o Sport

  O Uberabinha perdeu para o Vila Nova de Caratinga, no sábado, 25, os jogos da terceira rodada das categorias Infantil e Juvenil do Mineiro. No Infantil, o time voltou desligado para o segundo tempo e perdeu pelo placar de 4 a 0. O Juvenil foi mais equilibrado, mas também terminou com derrota, por 2 a 1.

  Neste sábado, dia 1º, o Uberabinha enfrenta o Sport, no Tupynambás, nas duas categorias, precisando da vitória para se recuperar na competição. O jogo do Infantil está marcado para 9h e o Juvenil, 10h30.

  Tempos distintos

  O Uberabinha segurou a pressão de Caratinga no primeiro tempo. Mesmo sendo atacado, o time conseguia se defender bem e ainda levar perigo. Os quatro gols sofridos em curto espaço de tempo na segunda etapa atrapalharam a vida do time do treinador Sérgio, que conseguiu equilibrar o jogo no final, mas com placar já muito adverso.

    “O Infantil começou o jogo sendo pressionado, mas mantendo um padrão de jogo legal, conseguindo se defender e por vezes saindo para o ataque. A equipe teve duas chances de abrir o marcador no primeiro tempo, mas acabou não aproveitando. O jogo virou zero a zero e no início da segunda etapa tivemos outra boa chance para marcar, de novo não fizemos e acabamos levando o primeiro gol aos dois minutos. A equipe ficou nervosa e acabou levando mais três gols até os 22 minutos do segundo tempo. No final, equilibramos de novo, mas o jogo já estava perdido”, lamentou o treinador.

  Virada e susto no juvenil

  No Juvenil, a equipe de Juiz de Fora foi melhor e abriu o marcador no fim da primeira etapa, com Gleidson. No segundo tempo, aos dois minutos, o time sofreu o gol de empate.

  O lance preocupante da partida veio na metade da segunda etapa, quando o atleta do Vila Nova acabou pisando no braço de Elias, do Uberabinha, após dividida. O jogador foi levado para o hospital, que revelou uma luxação no braço do garoto, que já passa bem.

  Com um jogador a menos desde então, o Vila ainda conseguiu o gol da virada, que sacramentou a terceira derrota do Uberabinha na competição.

  “O Juvenil começou bem o jogo, não foi pressionado em momento nenhum no primeiro tempo e fez o gol aos 38 minutos. No início do segundo tempo, aos dois minutos, o Vila empatou o jogo. Na metade da segunda etapa eles tiveram um jogador expulso e nós tivemos um garoto lesionado. Eu tive que sair para levá-lo ao hospital e não pude acompanhar o fim da partida, mas acabamos sofrendo a virada no final”, relatou Sérgio.

  Motivação

  O duelo local entre Sport e Uberabinha pode ser o divisor de águas na competição. Enquanto o Verdão começou bem, o Uberabinha procura se motivar para ainda ter chances de classificação.

  “Vou tentar motivar os garotos, usando o argumento de ser um clássico regional. A chance ainda existe, eles sabem disso, mesmo que remota, ela existe. Para isso, tem que ganhar os jogos, começando contra o Sport. Serão dois jogos muito difíceis, tanto no Juvenil quanto no Infantil, o favoritismo é todo deles, mas não é impossível”, destacou Sérgio.

  O treinador disse ainda que o Juvenil está dando falta de sorte e, apesar dos resultados, está com bom ritmo de jogo. Do lado do Infantil, Sergio amenizou as cobranças, pela inexperiência do elenco.

 “O grupo do Infantil, até pela questão da pouca idade, está sentindo mais a competição. No caso dos meninos do Juvenil, está faltando a vitória. Os três jogos foram perdidos pelo placar de 2 a 1, jogando bem, sem merecer a derrota”, finalizou.

Texto: Igor Rodrigues

Foto: do facebook 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário