Surian aprova a movimentação no jogo-treino

  Foi com atraso de 30 minutos que teve início o jogo-treino entre Tupi e Duque de Caxias (RJ), disputado na tarde deste sábado, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. A mudança no horário ocorreu em razão de um acidente na subida da Serra de Petrópolis, o que atrasou a chegada da equipe da Baixada Fluminense.

  Com a bola rolando, o Galo Carijó mostrou evolução em relação ao amistoso com o Vasco, mas não conseguiu sair de campo vitorioso. A atividade terminou em 0 a 0 e foi encerrada aos 25 minutos do segundo tempo, uma vez que não foi feita solicitação para iluminação. O técnico Felipe Surian deixou o gramado satisfeito com o desempenho do time.

  O Carijó começou a partida pressionando a equipe visitante e tendo maior posse de bola, mas não conseguiu criar chances claras de gol. Na primeira oportunidade, Rafael Estevam levantou bola para a área e o zagueiro Adriano cabeceou com estilo, mas nas mãos do goleiro. Depois, Ademílson roubou bola na intermediária, avançou e chutou de fora da área para boa defesa do goleiro adversário, que ainda segurou firme conclusão de Renan. O Duque de Caxias pouco ameaçou o goleiro Douglas Borges.

  O segundo tempo começou com a equipe carijó bastante modificada. O técnico Felipe Surian já havia anunciado que usaria a atividade para testar jogadores que chegaram recentemente ao Alvinegro. E foi o que ocorreu. Wesley, Fernando Camargo, Anderson Tôto, Henrique, Vinícius e Victor Souza entraram e mesmo assim, a equipe juiz-forana seguiu dominando as ações. Em uma das poucas vezes que chegou ao ataque, o Duque de Caxias conseguiu balançar a rede, mas o árbitro auxiliar assinalou impedimento e o árbitro Sérgio Avelino invalidou o gol.

  Após o apito final, o treinador carijó mostrou-se satisfeito com o desempenho da equipe: “Serviu para ver se os jogadores estão assimilando o que tenho passado para eles. Gostei muito da movimentação. Está faltando ainda um pouco de velocidade, de ritmo nas transições, mas isso é normal. Achei o Ademilson um pouco isolado. Fizemos imagens da atividade e, ao longo da semana, eu e o Júlio vamos analisá-las. Gostei também da parte física. Acho que estamos evoluindo a cada semana.” É provável que as duas equipes voltem a se enfrentar no próximo sábado, 25, mas em Duque de Caxias. A confirmação da data e do horário do jogo-treino deve ocorrer na segunda-feira, 20.

Programação do Tupi (sujeita a alterações) 

Segunda-feira (20/05)

10h – Treino físico-técnico em Santa Terezinha

15h30 – Atividade na Academia Higéia e posterior complemento em Santa Terezinha

Terça-feira (21/05)

10h – Treino físico no Granbery

16h- Treino físico-técnico em Santa Terezinha

Quarta-feira (22/05)

14h30 – Atividade na Academia Higéia e posterior complemento em Santa Terezinha

Quinta-feira (23/05)

09h – Treino técnico em Santa Terezinha

16h – Treino tático na UFJF

Sexta-feira (24/05)

09h – Treino técnico em Santa Terezinha

15h30 – Atividade na Academia Higéia e posterior complemento em Santa Terezinha

Sábado (25/05)

Jogo-treino contra o Duque de Caxias, em Duque de Caxias (RJ), com horário a ser definido

Galinho vence em casa

  Em Santa Terezinha, o Galinho, time júnior do Tupi, venceu o Desportivo Minas (Contagem) por 1 a 0 em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Mineiro da categoria. O gol da vitória saiu após jogada de Sávio. Ele avançou pela esquerda, saiu do marcador e cruzou para Sergio Portugal marcar. Para o técnico da equipe, Jorge Bug, a vitória mantém o Tupi na luta pela classificação ao Hexagonal Final. “O resultado foi muito importante porque subimos para a terceira colocação da chave, com 7 pontos, atrás apenas do Contagem e do Atlético”, comentou. No próximo sábado, o Carijó volta a enfrentar o Desportivo Minas, mas desta vez em Contagem.

Informações: Assessoria Tupi F.C.

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 2 comentários

  1. Marcelo rizzato

    Espero que esses reforços que chegaram e estão por vir, sejam melhores avaliados para não repetirmos o grande erro das contratações da série c.
    Não é novidade e sim rotina esse início duvidoso de trabalho de preparação do TUPI, infelizmente. A tão sonhada continuação de trabalho ainda não é uma realidade por aqui.
    Acredito que nesse momento uma etapa se torna fundamental: a preparação física, que sem dúvida nessa disputa é o grande diferencial.

Deixe seu comentário