Goleiro Jefferson é destaque no Nova Iguaçu

Líder dentro de campo e fora dele, o goleiro Jefferson é uma das vozes mais experientes do Nova Iguaçu. No clube desde 2011, o goleiro vai disputar a partir do dia 2 de junho sua segunda Série D do Campeonato Brasileiro. Na primeira vez, ele foi vice-campeão com o Madureira, em 2010, conseguindo o acesso à Série C.

Conhecedor de como é a competição, que reúne clubes de todos os estados do Brasil, Jefferson acredita que o Nova Iguaçu tem que fazer valer o mando de campo e tentar conquistar todos os pontos jogados no Estádio Laranjão. A Laranja da Baixada está no Grupo A6, com Tupi, Villa Nova-MG, Resende e Aracruz (ES).

– O segredo principalmente é atuar bem em casa. Os jogos em casa são de extrema importância, uma vez que jogar nos estádios dos adversários é muito difícil. Os resultados em casa dão uma tranquilidade. É uma competição que da muita visibilidade, tenho certeza que os jogadores estão com esse intuito de pôr o Nova Iguaçu na vitrine nacional – afirmou o goleiro.

Titular nos dois últimos Campeonatos Cariocas disputados pelo Nova Iguaçu, sempre como um dos menos vazados entre os goleiros das equipes de menor investimento, Jefferson acredita que a equipe tem tudo para fazer uma boa competição e disputar as duas vagas do grupo à segunda fase. E afirma que a responsabilidade será grande por ser a primeira competição oficial na história do clube.

– A responsabilidade é grande por termos sido campeões da Copa Rio. É uma competição difícil, com várias equipes de qualidade dos outros estados, mas a equipe vem se preparando bem, se reforçando e a qualidade dos jogadores da base vai dar liga para o time estar forte nessa competição – disse.

 O melhor do Rio, para os internautas

Jefferson recebeu neste fim de semana uma grande notícia: foi eleito pelos internautas o melhor goleiro do Campeonato Carioca, em enquete no site da Rádio Globo. Na votação final, com os jornalistas da emissora, ele ficou em segundo lugar, atrás de seu xará do Botafogo, convocado recentemente pela Seleção para disputar a Copa das Confederações.

– Fiquei muito feliz em ser citado nessa votação, ser lembrado dessa forma me deixou muito gratificado pelo trabalho feito no Estadual. Nada mais merecido esse título ao Jefferson, mostrou uma regularidade muito grande no Botafogo, não é à toa que está na Seleção Brasileira. Fico feliz de ter sido lembrado, ficar logo atrás de um goleiro dessa qualidade mostra que o trabalho está sendo feito da maneira correta – comemorou.

  De volta ao batente

Pouco mais de duas semanas depois da última rodada do Campeonato Carioca, os jogadores do Nova Iguaçu se reapresentaram na última terça-feira e iniciaram na quarta os treinos com o técnico Marcelo Salles e o preparador físico Dimas Viana. No último sábado, o grupo foi submetido a um intenso circuito físico, debaixo de sol forte.

Até a estreia na Série D, dia 1° ou 2 de junho, em Nova Lima, serão três semanas e meia de trabalho. Os treinos com bola já começaram e estão sendo feitos em conjunto com a parte física, tudo para o grupo manter o balanço gerado pelo Campeonato Carioca e chegar na estreia da competição com a melhor condição possível.

– Na pré-temporada normal alguns vêm sem trabalho, alguns ganham peso, perdem mobilidade, o lastro, a parte aeróbica… Quando você tem o atleta que já começou o trabalho e dá um intervalo de duas semanas, como foi agora, é até bom para recarregar as energias, e já pegamos com a base pronta. O planejamento na primeira semana foi o de dar ênfase ao trabalho aeróbico. O Marcelo fazia o trabalho com bola e eu pegava e dava o trabalho de complementação física – explicou Dimas Viana.

Parada

A Série D do Campeonato Brasileiro deste ano, assim como as demais competições, terá uma peculiaridade. Em virtude da Copa das Confederações, o torneio será interrompido por três semanas durante a realização do campeonato da Fifa, que vai de 15 a 30 de junho. Como o Nova Iguaçu folga na terceira rodada, serão quatro semanas sem jogar entre a segunda e a quarta rodadas. Um período que a Laranja da Baixada quer aproveitar.

 O novo técnico

 

Marcelo Salles foi apresentado pelo vice de futebol Vitor Lima e pelo presidente Jânio Moraes
Marcelo Salles foi apresentado pelo vice de futebol Vitor Lima e pelo presidente Jânio Moraes

O Nova Iguaçu iniciou, há uma semana, um novo ciclo no futebol profissional. Depois da saída de Leonardo Condé, ex-treinador do Tupi, a Laranja da Baixada apresentou o novo treinador, Marcelo Salles. Filho do ex-lateral Marco Antônio, campeão mundial com a Seleção da Copa de 1970, Salles chega a pouco menos de um mês do início da disputa da Série D do Brasileiro.

Marcelo tem a experiência de ter trabalhado 10 anos no Flamengo, entre 2000 e 2010, onde foi auxiliar da preparação física, preparador físico e auxiliar técnico. Ele foi o auxiliar do técnico Andrade na campanha do hexacampeonato brasileiro pelo Rubro-Negro, em 2009. Salles também trabalhou com Joel Santana no próprio Flamengo, no Bahia e no Cruzeiro.

– Chegamos à conclusão de que o Marcelo é um treinador que se assemelha às características que o clube estava procurando. Gostamos do que ouvimos dele, foi de encontro com nosso pensamento. Ele se aproxima da nossa filosofia, de trabalhar com os jogadores formados no clube, é mais um aposta do Nova Iguaçu – afirmou o presidente Jânio Moraes.

    Marcelo Salles terá no Nova Iguaçu apenas sua segunda experiência como técnico profissional. Antes, ele comandou o Rio Branco-ES no fim do Campeonato Capixaba. Agora, no Nova Iguaçu, o treinador terá sua primeira oportunidade numa competição nacional, assim como a Laranja da Baixada, que disputará seu primeiro torneio oficial organizado pela CBF.

Texto, foto e informações: site oficial do Nova Iguaçu

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário