Por reabilitação e vaga, Luverdense encara o Tupi

   A fase do Luverdense, adversário do Tupi na Copa do Brasil nesta quarta, 17, às 22h, não é nada boa. O time já não sabe o que é vencer há cinco jogos, e após 15 partidas de invencibilidade, coleciona três derrotas em sequência, contra Sinop (com time misto), Tupi, no primeiro jogo da Copa do Brasil, e Mixto, na primeira partida da semifinal do estadual mato-grossense.

 Leia também: Cenas do golaço que deixou o Tupi em vantagem. Veja animação e vibre de novo

  Contra o Tupi, em Juiz de Fora, o Verdão do Centro-Oeste buscava uma vitória para decidir a vaga com mais tranquilidade em Lucas do Rio Verde. A derrota foi amenizada e o treinador Roberval Davino concentrou força máxima na primeira partida contra o Mixto. Apesar de melhor no jogo, o Luverdense perdeu por 2 a 1 e tem novamente o Galo Carijó pela frente, buscando a reabilitação na temporada.

  O time que deve ir a campo contra o Tupi promete ser ainda mais ofensivo do que o de costume. Para a vaga do suspenso Julio Terceiro, Vevé é o que tem mais chances de ser escolhido. O jogador atua numa função de segundo volante, enquanto o titular Gilson seria recuado para a vaga de “Terceirinho”.

  A insatisfação com a improdutividade do ataque é clara, o que pode significar mudanças na camisa 9 do LEC. Tozin, em má fase, pode ser sacado da equipe. As opções para fazer companhia ao titular Marcelo Maciel são Jairo, Tatu e Tchelé.
  O provável time que vai buscar a vaga para enfrentar o Bahia na próxima fase seria escalado com Gabriel Leite, Raul Prata, Zé Roberto, Braga e Edinho; Gilson, Vevé (Fabinho Romão), Leandrinho, Rafael Tavares, Marcelo Maciel; Tozin (Jairo, Tatu, Tchelé).
Foto: Carlos Mendonça – PJF

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 2 comentários

Deixe seu comentário