Vôlei da UFJF vai a reunião sobre ranking de atletas

   Foi realizado nesta terça-feira, 26, um encontro na sede da CBV, no Rio de Janeiro, que reuniu supervisores das equipes de voleibol da Superliga para discutir o ranqueamento dos atletas, atualmente adotado na competição.  O supervisor técnico Heglison Toledo representou a equipe da UFJF na reunião.

A rádio web do Toque de Bola transmite UFJF x Super Imperatriz nesta quinta-feira, a partir de 19h, com apoio de Set Computadores, Plasc, Rodoviário Camilo dos Santos e Santa Casa.

  Segue link da nossa rádio web:

 http://www.toquedebola.esp.br/wp-content/themes/portal-toque/nas-ondas-do-toque.html

   O ranking oficial de atletas tem o objetivo de promover o equilíbrio de forças entre as equipes nacionais atribuindo o máximo de 7 pontos a 135 atletas brasileiros e estrangeiros. A pontuação dos melhores jogadores eleitos é feita baseada no gabarito técnico, carreira e desempenho nas últimas temporadas. Cada equipe deve somar entre 7 e 32 pontos e ter no máximo três jogadores contratados com 7 pontos.

  Heglison Toledo afirma que, embora alvo de algumas críticas, o ranqueamento é uma forma de manter o parâmetro de qualidade da competição: “Ficou definido na reunião que será feita uma manutenção no ranking para a próxima temporada. As regras principais, relacionadas aos números de pontos que cada jogador e que cada equipe pode ter serão mantidas, mas algumas mudanças serão discutidas, para a melhoria dos parâmetros de qualidade e para que qualifiquem cada vez mais a Superliga”.

  De acordo com Toledo, há, por parte da CBV, a intenção de fazer alguns ajustes, principalmente em relação à pontuação dos jogadores e a forma com que a mesma é feita. A tentativa é que os pontos sejam definidos baseados principalmente nos índices individuais dos atletas, mas essa questão ainda não foi deliberada e haverá outras reuniões para que isso seja discutido.

Texto e informações: assessoria

Foto: Arquivo Toque de Bola (Arcelio Mendonça)

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem 2 comentários

Deixe seu comentário