Skate ganha pista na UFJF

Os skatistas que costumam frequentar os estacionamentos do campus da UFJF ganharão um novo espaço para a prática. A construção de uma pista de street park, feita de aço e concreto, está sendo finalizada e deverá ser aberta a comunidade até o final deste mês. A estrutura fica ao lado da Academia ao Ar Livre, no centro do campus.

A pista é destinada a uma das principais modalidades do esporte: o street skate. Os skatistas dessa modalidade utilizam obstáculos como banks, caixotes e corrimões para executarem suas manobras. A obra terá uma área total de 350m² e o orçamento para a construção da pista ficou em R$ 306 mil.

 

O projeto foi orientado por membros da Associação Juiz-forana de Skate (AJS), que optou por fazer do local um espaço também de lazer. De acordo com o engenheiro civil e colaborador do projeto, Leandro Souza, o skate integra pessoas de interesses e gostos diversos. “É uma ideia nova dentro da universidade e a pista pode fazer a prática se desenvolver cada vez mais.”

É o que também acredita o skatista Brunner Lopes, membro da AJS. “Não há nenhuma pista pública em condições adequadas, e o fato de ter uma no campus incentiva o esporte, além de ser um lugar seguro para as pessoas. Isso estimula as novas gerações. Os mais novos terão um local decente para andar de skate.”

Por haver dificuldade em encontrar um local adequado, muitos usam as ruas da cidade e circulam entre veículos. O professor da Faculdade de Engenharia, especialista em trânsito, José Alberto Barroso Castañon, aponta as gravidades que a prática inadequada pode trazer: “O skate é um instrumento esportivo e não um meio de transporte. Esta condição em que os skatistas circulam entre automotores oferece risco não apenas ao próprio skatista, mas também a pedestres que transitam por ali.” Para a segurança dos esportistas, é necessário ainda o uso de capacete, joelheiras, cotoveleiras e luvas.

Julia, 13 anos, aprovou a construção da pista, não só pela segurança mas também pelo espaço comum favorecendo a interação entre os praticantes. “Normalmente no campus as pessoas que estão andando de skate ficam mais afastadas. Uma pista ajuda a reunir os skatistas no mesmo lugar, dando uma integração maior e assim fica legal.”

Para Brunner, o espaço possibilita aos cursos da UFJF a realização de atividades extras com os alunos. “Podem ser desenvolvidas no local formas alternativas de ensino, pesquisa e extensão. Existem poucas publicações sobre o skate; é um campo que ainda pode ser muito explorado.”

De acordo com o engenheiro civil da Pró-reitoria de Infraestrutura (Proinfra), Fábio Brum, a pista já está finalizada, precisando apenas de limpeza e receber alguns últimos retoques para ser liberada ainda este mês. “O processo é simples e rápido”.

Texto: Secretaria de Comunicação UFJF

Foto: Gabriela Said – Secom UFJF

Este post tem 2 comentários

Deixe seu comentário